banner_full.jpeg

Vídeos

Alexandre Frankenberger é campeão da Turismo 1.6 “I”

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 

Por MRT
Imagens MRT

 O piloto catarinense Alexandre Frankenberger (InterBrasil S.A./Scherer Auto Peças) sagrou-se campeão da Turismo 1.6 “I”, durante a oitava etapa do Metropolitano de Curitiba de Velocidade 2017, realizada no fim de semana (2 e 3/12), no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC), situado em Pinhais (PR). Pilotando o Gol n.º 19, preparado pela equipe FF Racing, de Santa Catarina, Frankenberger largou da segunda posição da categoria e após boas disputas venceu a primeira corrida, com grande “pega” entre os três primeiros pela liderança. Na segunda prova,Frankenberger também fez boa corrida até a 11.ª volta, quando o carro quebrou e o piloto abandonou a corrida.

Durante o treino classificatório, realizado no sábado, Alexandre Frankenberger marcaram o tempo de 1min42s622, largando na primeira fila da categoria Turismo 1.6 “I”. Dada a largada para a primeira prova, Frankenberger ganhou uma posição na primeira volta, assumindo a liderança da categoria. Travou bons “pegas” durante a corrida, até com pilotos das categorias Marcas, que correram juntas nessa etapa. Ao fim de 20 voltas, vitória de Alexandre Frankenberger na Turismo 1.6 “I”, com tempo total de 34min39s657, seguido de Roberto Baú, a 0s5023, Felipe Lobo, a 2s692, José Pederneiras, a 4s102, Sanito Cruz Jr, a 8s540, e, Geison Tureck, a 16s640.

            Na segunda prova, o piloto Alexandre Frankenberger queria repetir o desempenho com o Gol n.º 19, mas não foi possível. Manteve a 12.ª posição na Geral durante a largada e passou a ter grande disputa com pilotos até a oitava colocação, mas teve problemas no carro e abandonou a corrida na 11.ª volta, mas já era o campeão da categoria. Após 20 voltas de prova, vitória de Leonardo Torres, com tempo total de 34min45s117, com Rodrigo Kostin em segundo, a 16s252, Geovane Ciesielski em terceiro, a 20s533, José Pederneiras em quarto, a 30s002, Geison Tureck em quinto, a 37s626, e, Maurício Gaudêncio em sexto, a 39s855.

“Chegamos para a última etapa com uma desvantagem de 34 pontos para o líder, fora os descartes. Trabalhamos muito no carro para obter o melhor acerto possível, pois com 27 carros no grid, precisaríamos de um bom desempenho para ir em busca de duas vitórias e contar com uma quebra dos adversários. Na primeira corrida deu tudo certo. Fiz uma boa largada, assumindo a liderança da categoria na primeira volta e depois vi que o carro do Gastão/Conti havia quebrado na primeira volta. Fomos para a segunda corrida ainda com certa desconfiança, mas o carro de André Conti quebrou com quatro voltas e o meu com 11 e o título foi decidido nos descartes. Parabéns a todos na equipe e ao meu parceiro Rafael Lupatini, que se recupere logo para voltar a acelerar em 2018”, concluiu Alexandre Frankemberger (InterBrasil S.A./Scherer Auto Peças).

- Resultado -

Somados os pontos das duas provas da categoria Turismo 1.6 “I” o resultado da 8.ª etapa de 2017 foi o seguinte: 1.º) Beto Baú/Rodrigo Kostin (PR), 30 pontos; 2.º) Sanito Cruz Jr/Leonardo Torres (PR), 28; 3.º) José Pederneiras (PR), 20; 4.º) Alexandre Frankenberger (SC), 20; 5.º) Rodrigo Molinari/Felipe Lobo (PR/SC), 16; 6.º) Geison Tureck (PR), a 14; 7.º) Geovane Ciesielski (PR), 12; e 8.º) Karl Rauscher/Maurício Gaudêncio (SC), com 9 pontos ganhos.