Stock Car

Stock Car: Rafael Suzuki parte da sétima fila em Londrina

Stock Car: Piloto da Bardahl Hot Car passa para o Q2 e espera lutar por bons resultados nas provas deste domingo. Guilherme Salas volta a enfrentar problemas com o câmbio do Stock #117 e parte em busca de uma prova de recuperação

Numa classificação sem interferências externas, o paulista Rafael Suzuki, da equipe Bardahl Hot Car Competições, conseguiu neste sábado (dia 5) o objetivo de passar para o Q2 no treino classificatório que definiu o grid de largada para a quarta etapa da temporada 2018 da Stock Car no autódromo internacional Ayrton Senna, em Londrina (PR). O piloto partirá da 14ª posição na corrida 1, que terá sua largada às 14 horas deste domingo (6), com transmissão ao vivo do SporTV.

Já o companheiro Guilherme Salas voltou a enfrentar problemas no câmbio do seu Stock e vai partir da 29ª posição em busca da recuperação. A pole position no traçado de 3.146 metros ficou com o experiente Rubens Barrichello. Na corrida 2, com largada às 15h05, o grid terá os 10 primeiros na bateria 1 invertidos, com os demais ocupando a posição de chegada na prova.

Suzuki, que nas últimas etapas tinha boas chances de estar no Q2, mas foi atrapalhado por bandeira vermelha e chuva, esperava um resultado ainda melhor. Na busca por décimos de segundo, o piloto acabou escapando na sua última volta no Q2, mas felizmente os danos no Stock #8 foram pequenos e o time comandado por Amadeu Rodrigues segue otimista.

“O décimo lugar era o objetivo, mas acho que não iríamos passar para o Q3. Ainda falta um pouquinho para isso. Mas foi positivo. Acho que minhas voltas foram boas, não teve erros no Q1 e, obviamente, no Q2, eu precisava de um ou dois décimos para passar para o Q3. Eu arrisquei num lugar onde daria para arriscar, mas o carro não aceitou e saí da pista”, contou Suzuki, que tem três Top-10 e um Top-15 na temporada.

“Mas o importante é que não estragou nada no carro, foi só o capô. Então, o objetivo agora é mirar o décimo lugar na corrida 1, para largar em primeiro na corrida 2. Temos de fazer uma boa largada e um bom pit stop e vamos pensar neste Top-10 na primeira prova e já ir com bons pontos para a segunda corrida”, completou o paulista do Stock #8, que ao lado de Daniel Serra e Cacá Bueno são os únicos pilotos que completaram todas as voltas das corridas deste ano até aqui.

Câmbio deixa Salas na mão
Para o companheiro Guilherme Salas o sábado foi novamente de apreensão. Depois de ter trocado o câmbio na etapa passada, no Velopark (RS), o piloto voltou a enfrentar o mesmo problema em Londrina.

“Pela manhã, quando íamos sair para o último treino, ligamos o carro e vimos que o câmbio estava quebrado. Ontem, não tinha nenhum barulho, apenas um desequilíbrio na hora de redução”, explicou o paulista de Jundiaí.

“Para a classificação, fomos às cegas, porque não tínhamos passado pneus novos, então tivemos de ir no chute. E no nível da Stock, que é tão alto, não adianta chutar. Agora é pensar numa corrida de recuperação amanhã”, concluiu Salas.

Grid de Largada*:

Q3
1. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – 1:10.662
2. 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – 1:10.675
3. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing Team) – 1:10.831
4. 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) – 1:11.032
5. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) – 1:11.063
6. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) – 1:11.580
Q2
7. 11 Lucas Di Grassi (Hero Motorsport) – 1:10.701
8. 90 Ricardo Maurício (Full Time Sports) – 1:10.729
9. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) – 1:10.792
10. 51 Átila Abreu (Shell V-Power) – 1:10.813
11. 10 Ricardo Zonta (Shell V-Power) – 1:10.843
12. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – 1:10.900
13. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – 1:10.930
14. 8 Rafael Suzuki (Bardahl Hot Car) – 1:10.951
15. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) – 1:10.986
Q1
16. 70 Diego Nunes (Full Time Bassani) – 1:10.983
17. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Contuflex) – 1:11.030
18. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) – 1:11.058
19. 33 Nelson Piquet Jr (Full Time Bassani) – 1:11.091
20. 3 Bia Figueiredo (Ipiranga Racing) – 1:11.094
21. 55 Sérgio Jimenez (Squadra G Force) – 1:11.133
22. 44 Bruno Baptista (Hero Motorsport) – 1:11.148
23. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) – 1:11.164
24. 18 Allam Khodair (Blau Motorsport) – 1:11.204
25. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) – 1:11.217
26. 5 Denis Navarro (Cavaleiro Sports) – 1:11.243
27. 12 Lucas Foresti (Cimed Racing Team) – 1:11.245
28. 28 Galid Osman (Cavaleiro Sports) – 1:11.329
29. 117 Guilherme Salas (Bradahl Hot Car) – 1:11.413
30. 25 Tuka Rocha (Vogel Motorsport) – 1:11.507
31. 9 Guga Lima (Squadra G Force) – 1:11.830
*RESULTADOS SUJEITOS A VERIFICAÇÕES TÉCNICAS E DESPORTIVAS

Confira a programação para a etapa de Londrina:

Domingo, 6 de maio
10h15 – 10h30: Warm up – STOCK CAR
11h00 – 12h00: VISITAÇÃO DE BOXES
14h00: Corrida 1 – STOCK CAR
15h05: Corrida 2 – STOCK CAR

Classificação do campeonato até o momento (Top-10):
1- Daniel Serra – 80 pontos
2- Cacá Bueno – 65
3- Felipe Fraga – 59
4- Julio Campos – 55
5- Ricardo Zonta – 47
6- Gabriel Casagrande – 45
7- Marcos Gomes – 41
8- Rubens Barrichello – 36
9- Lucas Di Grassi – 35
10- Max Wilson – 30
13- Rafael Suzuki – 21
22 – Guilherme Salas – 3

Por Comunicação Promax Bardahl / Fotos Vanderley Soares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *