Stock Car

Mau tempo em Santa Cruz do Sul adia classificação da Stock Car para a manhã de domingo

Stock Car: Caso a previsão de pista seca se confirme, Shell V-Power aposta no desempenho com pneus gastos no abrasivo asfalto do circuito gaúcho

A previsão da meteorologia acertou e a chuva voltou a castigar a cidade de Santa Cruz do Sul, o que fez a organização da Stock Car não realizar o treino classificatório neste sábado. Com isso, a definição do grid da corrida 1 será na manhã deste domingo, de 9h40 às 10h40, e a expectativa é da melhora do tempo.

O sábado já começou chuvoso, e o terceiro treino livre, que estava marcado para as 9h30, foi atrasado. Durante um breve período em que a chuva diminuiu, os pilotos tiveram uma pequena janela para a realização da prática, mas logo as condições pioraram novamente.

Durante toda a tarde, a direção de prova esperou pela melhora do tempo, mas, como a chuva continuou e as condições da pista eram péssimas, com diversas poças e rios no asfalto, a decisão foi pelo adiamento da classificação.

Caso a previsão de pista seca se confirme, a Shell V-Power acredita no potencial dos carros de Átila Abreu e Ricardo Zonta com pneus slicks gastos num asfalto abrasivo como é o da pista gaúcha. A largada da prova 1 está prevista para as 14h, com a segunda corrida às 15h05.

Enquanto isso, segue no site oficial (www.stockcar.com.br) a votação do Fan Push, um disparo extra do botão de ultrapassagem na corrida 2. Átila Abreu, que já foi duas vezes premiado, está na disputa.

O que eles disseram:

“A mudança é boa para todos. Como a chuva estava constante o dia todo, sempre que os carros da outra categoria ou da Stock Car entravam na pista, alguém batia, ou rodava, ou ficava no barranco, e isso é muito ruim. Essa decisão foi a mais acertada tanto para a segurança como para o espetáculo. As condições amanhã serão de seco e isso faz com que o espetáculo fique melhor ainda. O dia será tumultuado, com muitas coisas, mas será melhor para todo mundo”

Ricardo Zonta, piloto do carro #10

“Choveu muito durante o dias de ontem e de hoje. Mesmo com a chuva menos forte, a pista estava encharcada e os rios continuavam na pista. Andei com o diretor de prova um pouco antes de cancelarem. Realmente para a segurança não teria como, porque já começaria a ficar sem luz, seria muito risco. Para amanhã a previsão é de seco, talvez classifique numa situação em que ninguém vai ter treinado no seco, talvez esteja ainda úmido no shakedown e a classificação seja no seco. Vai ser um pouco mais de loteria, mas a situação de hoje, de muito risco para os pilotos de baterem, era desnecessária. A corrida já seria às duas da tarde só, vai ter tempo de sobra, vai ser legal para o público, que vai poder ver treino e corrida no mesmo dia. Desde que eu corro na Stock Car é a primeira vez que isso acontece, então vamos ver como será”

Átila Abreu, piloto do carro #51

“Foi a melhor decisão. O céu ficou mais aberto, mas a chuva segue. Não daria tempo de saírem as poças, nos principais pontos de alagamento, e começar e terminar a classificação hoje, precisaríamos de uma hora para fazer tudo. Não havia alternativa, e precisamos sempre pensar na segurança. Temos um treininho de 15 minutos e depois a classificação, mas será igual para todo mundo. Já vimos a Fórmula 1 fazer isso, e agora é a nossa vez, faz parte”

Thiago Meneghel, chefe da Shell Racing

Por Luis Ferrari / Fotos José Mário Dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *