C-T Últimas Noticias

Copa Truck: DF Motorsport pronta para Temporada 2019 graças a nova estratégia para Captação de Patrocínio.

  •  
  •  
  •  
  •  

Equipe que terá a volta de Djalma Fogaça como piloto, inaugurou um novo método de captação de patrocínios e promete muita competitividade.

O Planeta Velocidade falou com exclusividade com o “Monstro” Djalma Fogaça que contou um pouco sobre um novo método para a busca de parceiros e distribuição de espaços de cotas nos caminhões e como isso está ajudando a equipe, mesmo em épocas de crise, garantir uma participação mais competitiva da Equipe na temporada 2019 da Copa Truck.

“Sempre estou em busca de algo que seja diferenciado, e como meu foco agora está 100% voltado à equipe, tinha que arrumar uma maneira de fazer a equipe ser competitiva novamente. Pra tanto, precisaríamos de algo próximo a 1 milhão, e como conseguir esta verba se nossa captação do ano passado todo foi menos de 10% desse valor? Sem contar é claro o apoio de transporte que hoje tem um alto custo, tivemos duas empresas dando esse suporte em 2018 que foram a RIVABREN e a TRANSCASA, e apoio que na maior parte vieram em produtos como  CHICALÉ TINTAS, ECOPADS, VALEO e FLASH, ROXXOR, MENZOIL, KRAUCHER E MILITEC, mas nada que pudesse nos tornar competitivos na pista”.

Em meio as dificuldades enfrentadas nos anos anteriores, Fogaça conta que teve a ideia do novo formato de captação de uma forma um tanto inusitada, durante o banho:

“Essa ideia me veio na cabeça enquanto eu tomava banho (risos). O esquema é de Cotas e Planilhas abertas, ali os apoiadores sabem em detalhes onde está sendo aplicado o investimento, sejam eles em preparação de motores, pinturas, concertos de batidas, viagens, funcionários, impostos etc. Investimentos na melhora da estrutura de box, uniformes e uma equipe que faça a gestão completa das redes sociais, assessoria, captação e edição de vídeo e um fotografo oficial”.

Além da “abertura das planilhas” para os patrocinadores, a forma como as marcas serão distribuídas nos caminhões também é uma inovação, pois além dos espaços serem distribuídos de forma igualitária, as marcas terão uma espécie de rodizio dos locais de exposição nos caminhões proporcionando a mesma visibilidade às marcas durante a temporada:

“Separamos oito espaços disponíveis em cada Truck e ofereço a Cota em valores iguais a todos, eliminando com isso o Patrocinador grande, médio ou pequeno, e ao mesmo tempo os igualando em condições iguais de benefícios, a não ser é claro no caso de um patrocinador adquirir mais de uma Cota, como foi o caso da QUARTZOLIT”.    

Como o próprio Djalma relatou e é uma realidade hoje em dia, a absoluta falta de patrocínio nos dias de hoje, faz com que equipes fechem valores bem menores que o necessário, mas acabe expondo a marca deste apoiador em lugares mais destacados dos carros, até para não ir para pista com o carro “em branco” o difícil é explicar para este patrocinador que no ano seguinte a marca dele ficará em uma área de menor destaque com o mesmo valor investido;

“Com esta crise que atravessamos, todos ficam nos melhores espaços pagando valores bem menores, então a conclusão que cheguei é que não adianta vender os espaços pequenos a preços bem menores, se não consigo fechar os grandes, a conta não fecha e você não consegue desempenho em pista e nem em marketing, enfim, não entrega nada. Então coloquei um valor que cabe no bolso do pequeno, do médio e do grande”.

O resultado desse novo formato é visível, a DF Motorsport já tem o apoio da QUARTZOLIT e BR COMPANY, e embora ainda esteja com cotas disponíveis em negociação, já inicia 2019 com apoios fechados e a perspectiva de ser competitiva.

Segundo Fogaça, o modelo de captação empregado na DF Motorsport está disponível para qualquer piloto ou equipe da Copa Truck ou de outras categorias, o que só reforça o desejo que Djalma tem de ver o automobilismo crescendo como um todo.

De volta à sua equipe, Fogaça guiará novamente um caminhão FORD, marca pela qual pilotou por 14 anos e formou uma parceria de muito sucesso, porem hoje não conta mais com o apoio da fábrica.

“Os tempos vão mudando, são ciclos, fiquei 14 anos tendo o apoio oficial da FORD, construímos uma grande história de sucesso com vitorias, poles e dobradinhas inesquecíveis com o Beto Monteiro que conquistou o título brasileiro de pilotos e fomos os primeiros a levar uma marca a ser campeão das marcas fabricantes, enfim, como disse, são ciclos, hoje estou muito mais velho, o Beto agora pilota um Iveco, e tudo mudou, das pessoas lá na FORD dessa época tem mais ninguém, novas pessoas chegaram e talvez não se atentaram para esta historia ou pensam em construir uma nova, um futuro do qual não faço parte e tenho que respeitar isso e desejar sucesso. Vou seguir fazendo meu trabalho. É isso, a roda gira e sigo trabalhando”.

Fotos Divulgação/Internet

  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com