F-1 Últimas Notícias

Fórmula 1: E a Estrela brilhou sobre o Cavalinho Rampante

Fórmula 1: Semana passada postamos um artigo sobre quem ganharia o GP de Monza http://planetavelocidade.com.br/formula-1-gp-de-monza-ferrari-ou-mercedes/#.W40yFPlKiHs.

Pois é, meus amigos, tudo conspirava para uma vitória da Ferrari, dominaram o segundo treino livre, o terceiro com Vettel que está na luta direta pelo campeonato e Raikkonen na segunda posição.

No Treino Oficial Kimi Haikkonen simplesmente bateu o recorde da pista de Monza com o tempo de 1:19:119 e cravou a pole e Vettel na segunda posição.

E chegou o Domingo!

Tempo bom, nada de chuva, as duas Ferraris na frente, os “Tifosi” em estado de graça.

As luzes vermelhas se apagam e começa o GP de Monza!

Ótima largada das Ferraris, passaram ilesas pela primeira variante “Variante del Rettifilo”, Raikkonen na primeira posição, Vettel na segunda e Hamilton em terceiro, até então tudo dentro do esperado.

Passamos pela grande curva “Biassono”, os Cavalinhos Rampantes à frente!

Eis que chegamos na segunda variante “Della Roggia”, algo para ser esquecido pelos “Tifosi” e por Vettel.

Podíamos ter três finais: Final Feliz, Final não feliz e Final Desastroso!

Vamos analisar as possibilidades:

“Final Feliz – Vettel defenderia a posição e conseguiria sair à frente de Hamilton. Seria difícil, pois a preferência era da Mercedes!”

“Final não Feliz – Vettel deixaria Hamilton passar, buscaria recuperar a posição, já que a Ferrari era mais rápida e garantiria pontos importantes pela luta do campeonato.”

“Final Desastroso – Foi o que Vettel optou! Hamilton veio por fora, o piloto da Ferrari foi para cima, tocou na lateral da Mercedes e acabou rodando. Jogou a corrida fora!”

Vettel foi exatamente o oposto de Spa, onde fez uma ótima largada e conseguiu administrar bem a corrida. Mas agora ele vai ter que correr atrás do prejuízo, pois Hamilton abriu 30 pontos, teoricamente o campeonato pode ser decidido no GP do Brasil, ou até antes se o piloto da Ferrari cometer mais erros.

Kimi Raikkonen foi um verdadeiro guerreiro com sua Ferrari, se manteve à frente de Hamilton bravamente.

Mas a Mercedes como no jogo de xadrez, colocou sua corrida em cheque, Bottas na primeira e Hamilton na terceira posição, fez com que Raikkonen desgastasse seus pneus, ao mesmo tempo em que tentava atacar a Mercedes tinha que se defender da Mercedes.

Até que faltando poucas voltas para o fim o Cavalinho Rampante não conseguiu segurar e a estrela passou para brilhar na Itália. Mesmo chegando na segunda posição Kimi foi ovacionado pelos “Tifosi”.

Hoje a diferença está em 30 pontos, se Vettel quiser ser campeão da temporada 2018 vai ter que ganhar as próximas cinco corridas (Singapura, Rússia, Japão, EUA e México) para chegar no GP do Brasil 5 pontos à frente de Hamilton, claro que o piloto da Mercedes tem que chegar na segunda posição nas mesmas cinco corridas.

Fica a pergunta: “Vettel vai suportar a pressão?”

Continua….

Fotos F1.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *