Nas- Últimas Notícias

NASCAR Monster Cup – Brad Keselowski aposta alto, quebra a banca e vence em Las Vegas!

A Monster Energy NASCAR Cup Series, principal categoria da NASCAR se reuniu novamente para mais uma de suas etapas que, dessa vez, concluindo a trilogia do final de semana, no circuito oval 1,5 milhas de Las Vegas, no estado norte americano de Nevada, e proporcionou a seu público mais apaixonado a fantástica primeira prova da fase dos playoffs.

Os 16 pilotos até então classificados chegaram ao circuito sabedores de que um resultado ruim nesta pista pode se significar a despedida do sonho do campeonato desta temporada de 2018 e, assim, todos eles apostaram todas as suas mais valiosas fichas na classificação do grid e na garantia de uma boa colocação no final da prova.

Olá clima dos jogos de azar nos cassinos e as festividades próprias daquela região não podiam deixar de inspirar torcedores, pilotos e equipes para esta grande festa, na cidade mais comemorativa dos Estados Unidos.

Vários pilotos realizaram suas apostas em ajustes e acertos de seus carros, esperando que a sorte e o trabalho duro lhes trouxessem os lucros e os dividendos que esta grande roleta pode trazer.

Outros, sem chances de título por estarem fora dos playoffs, colocam suas últimas fichas nas oportunidades da prova e nos caça níqueis que lhes proporcionassem uma vitória de honra na temporada, para o desespero dos pilotos que lutam pelo título.

Para confirmar o que digo, o patrocinador da prova e que deu nome ao evento foi o South Point, um hotel cassino de propriedade da família do ex-piloto da Xfinity Series, Brendan Goghan.

Muito embora o cenário daquela cidade nos seja bastante inspirador, é preciso lembrar que o velho ditado que ronda por aquele local não tem vez por aqui, posto que, o que acontece em Vegas vem direto para o PLANETA VELOCIDADE, como não poderia deixar de ser.

O clima na pista era quente e de final de verão nos Estados Unidos, onde o interior dos cockpit chegaram a incríveis 61°, o que levou vários pilotos a colocar bolsas de gelo no interior de seus uniformes.

A pole position da etapa ficou por conta do jovem piloto Erick Jones, com seu carro nº 20 da equipe de Joe Gibbs.

Para se ter ideia do nivel de competitividade do evento e da categoria, os 11 primeiros colocados no grid foram de pilotos que estão participando da fase dos playoffs nesta temporada.

Logo após a largada, os dados foram lançados e a líderança da prova foi assumida pelo piloto da equipe Penske, Joe Logano (22), até ser ultrapassado por Kevin Harvick (4) e Kyle Busch (18), na volta de número 34.

Martin Truex Jr (78) ultrapassa Harvick e, em que pese um furo de pneu por parte do piloto Kyle Larson (42), que se encontra nos playoffs, não teve bandeiras amarelas, garantindo a Truex Jr. a vitória no primeiro segmento da disputa, com Kevin Harvick em segundo lugar.

O segundo segmento, foi marcado não só pelas bandeiras amarelas decorrentes de toques no muro por parte dos pilotos Rick Stenhouse Jr. (17) e Ty Dillon (13), como também pela belíssima disputa pela liderança da prova, travada por diversas voltas entre os pilotos Martin Truex Jr. (78) e Brad Keselowski (2).

A partir daí o destino dos finalistas começavam a mudar.

Na volta de número 148 Kevin Harvick (4) sofre um estouro de pneu que o leva direto para o muro e, sem conseguir frear a tempo, Erick Jones (20) bate na traseira do carro do mesmo, deixando a pista furioso com o desastre do ocorrido, pois este sai de Vegas derrotado pela banca, na última posição dentre aqueles que disputam o título.

Com a entrada nos pits, Brad Keselowski (2) assume a primeira colocação e não encontra maiores dificuldades para vencer o segundo segmento da prova, com Kurt Busch na segunda posição.

Martin Truex Jr. (78) liderava a prova, até que, na volta 212, em uma situação muito semelhante àquela acontecida com Harvick e Jones, Jammie McMurray (1) sofre um estouro de pneu que o leva ao muro, sendo atingido na traseira por Chase Elliott (9), outro piloto que está entre os 16 pilotos que disputam o título.

Uma grande disputa se inicia pela primeira colocação, travada na pista entre os pilotos Kyle Larson (42), Brad Keselowski (2), Joey Logano (22) e Martin Truex Jr. (78), nesta ordem exata

Danny Hamlin (11), que também participa dos playoffs, vai para a grama, abandona a prova na volta 247 e provoca outra bandeira amarela.

Após ser tocado pelo piloto A.J. Allmendinger (47), Rick Stenhouse Jr (17) bate violentamente no muro e provoca outra amarela.

Após a relargada, Kurt Busch (41), outro piloto que participa dos playoffs, se envolve em um acidente com Michael McDowell (34) e David Ragan (38), abandona a prova e causa mais uma amarela que, pouco depois se transformou em vermelha e deu início a um overtime.

A está altura do evento, já era possível identificar que o jogo da prova não era o Poker, a Roleta ou os dados, mas sim o nosso bom e velho resta 1, uma vez que, o que se via, era uma grande ocorrência de abandonos por parte dos aspirantes ao título da temporada.

Ao fim desta emocionante disputa, Brad Keselowski (2) cruza na frente a linha de chegada pela terceira vez consecutiva e garante sua passagem para a segunda fase dos playoffs.

Em segundo lugar chegou o piloto Kyle Larson (42) e, em terceiro, recebeu a bandeirada o atual campeão Martin Truex Jr. (78).

Na terra dos jogos, dos cassinos e das diversões muitos apostaram alto para sair desta etapa com o passaporte carimbado para a segunda fase dos playoffs, mas apenas um deles quebrou a banca, o número 2 de Brad Keselowski.

A próxima etapa da Monster Energy NASCAR Cup Series será no dia 22/09, no circuito oval ¾ de milha de Richmond, no estado da Virgínia.

Até lá!

Alex Leonello Teixeira
Twitter: @alexleonello
Fonte: Divulgação/Internet

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *