Nas- Últimas Notícias

NASCAR Monster Cup – Joey Logano vence em Martinsville e se garante na final em Homestead.

Depois de termos visto uma excelente prova no maior circuito utilizado pela NASCAR, o superoval de Talladega, chegou a hora de toda a cavalaria daqueles 40 motores serem soltas na menor pista da categoria, o oval de apenas 0,5 milha (cerca de 800 metros) de Martinsville, localizado no estado da Virginia.

Com um formato que se assemelha a um clip de papel, Martinsville detém o record de maior número de vitórias de um mesmo piloto em pista, uma vez que o lendário rei Richard Petty dominou aquela pista por nada menos do que 15 vezes!

Esta foi a 33ª prova da temporada da Monster Energy Cup Series, válida para os playoffs e contou com impressionantes 500 voltas!

Ou seja, os pilotos possuíam a obrigação de fazer simplesmente 1.000 curvas para esquerda, em um circuito pequeno e relativamente estreito, enquanto atacava o adversário que estava a sua frente e se defendia daquele que pretendia tomar sua posição.

Para tornar a prova ainda mais interessante, a vitória de um dos participantes dos playoffs garante a participação do mesmo na grande final do campeonato em Homestead – Miami, a ser realizada no próximo dia 18/11/2018.

Quanto as novidades, foi anunciado oficialmente neste final de semana que Jimmie Johnson (48) será patrocinado pela empresa Ally, pelo período de 2 anos, o mesmo tempo de contrato que o heptacampeão possui com a equipe Hendrick Motorsports.  Seriam o prenuncio de uma aposentadoria após este período?

A pole position da prova foi conquistada pelo piloto Kyle Busch, com o carro nº 18 da equipe de Joe Gibbs.

Dada a largada, Kyle Busch 18 mantém a liderança e abre uma boa distância para o segundo lugar, seu companheiro de equipe, Danny Hamilin (11), até ser ultrapassado pelo mesmo na volta 33.

O heptacampeão Jimmie Johnson (48) roda na pista e provoca uma bandeira amarela.

Ao final, Danny Hamlin (11) vence o primeiro segmento da prova, com Joey Logano (22) cruzando a linha de chegada na segunda colocação.

Nos boxes, um toque entre Clint Bowyer (14) e William Byron (24) chama a atenção do público, mas a prova segue normalmente, apesar dos danos nos carros de ambos.

Joey Logano (22) relargada na liderança da prova e mantém firme a sua posição, vencendo o calmo estágio de número 2 da competição, com Danny Hamlin (11) ao seu lado, terminando em segundo.

Logano veio muito forte para o segmento final da prova e a possibilidade da chuva chegar no circuito fez com que todos os pilotos buscassem melhores posições na pista, temendo o encerramento prematuro da etapa.

O atual campeão Martin Truex Jr. (78), que partiu da 33 posição, se aproxima muito rápido e ultrapassou Joey Logano na volta nº 360, após uma linda disputa, assumindo a primeira posição.

Poucas voltas depois William Byron (24) roda, vai para o muro e provoca mais uma amarela.

Após os pit stops, o atual campeão Martin Truex Jr. (78) relargada na frente, mas logo é superado novamente por Joey Logano (22).

Após a impressionante quebra do motor o carro de Timmy Hill (66) pega fogo e Causa mais uma amarela.

Pouco depois foi a vez do motor de Kyle Larson (42) explodir, levando o piloto ao muro e causando nova amarela.

Como se diz por aí, amarela chama amarela!

Mostrando que a NASCAR não possui jogo de equipe, Brad Keselowski (2) ultrapassa Joey Logano (22) e assume a liderança a 89 voltas do fim.

Após um toque de Jimmie Johnson (48), Clint Bowyer (14) roda e causa nova amarela.

Após as paradas de Boxes, Joey Logano (22) volta na primeira posição e, diante da realidade de que a chuva prometida não caiu e que o final da prova já estava se aproximando, os 5 primeiros colocados apareciam muito próximos.

Truex Jr. chega e trava um duelo de gigantes com Logano, de prender a respiração.

O piloto do carro 78 chegou a ultrapassar Logano e abriu a última volta em primeiro lugar.

Contudo, após um bump previsível, Joey Logano (22) desestabiliza Martin Truex Jr. (78), coloca do lado e os dois iniciam uma série de toques na reta final, permitindo uma perigosa aproximação de Danny Hamlin (11), que vinha pela terceira colocação da prova

E os toques permaneceram por toda a reta final da prova e Danny Hamlin vê a chance da vitória em suas mãos.

Os três cruzam a linha de chegada muito perto e Joey Logano (22) finalmente vence a etapa de Martinsville.

Em segundo lugar cruzou a linha o piloto Danny Hamlin (11) e em terceiro, muito irado com o ocorrido, chega Martin Truex Jr. (78).

Com este resultado, Joey Logano (22), único piloto da equipe Penske que ainda permanece na disputa, se classifica e garante sua participação na etapa final do campeonato a ser realizada no oval de Homeatead, em Miami, no dia 18/11.

Por fim, cabe aqui a última grande curiosidade da prova, o troféu dado ao vencedor, ainda no victory lane, qual seja, um lindo e grande relógio, prêmio tradicional desta pista.

A próxima etapa da Monster Energy NASCAR Cup Series será realizada no dia 04/11, no oval de 1,5 milhas do Texas.

Até lá!

Alex Leonello Teixeira
Twitter: @alexleonello
Fonte: Divulgação/Internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *