Nas- Últimas Notícias

Nascar Xfinity Series – New Hampshire: E o sino tocou pela terceira vez na temporada!

Desta vez as três principais categorias da NASCAR correram em circuitos e locais diferentes.

Na quarta-feira (18/07) entrou na pista a Camping World Truck Series que, por sua vez ganhou o status de ter um post exclusivo aqui no PLANETA VELOCIDADE, podendo o mesmo ser acessado pelo link http://planetavelocidade.com.br/?p=8134#.W1X9fJNv_IU.

Diferentemente da Truck Series, a Xfinity Series, segunda principal categoria da NASCAR, reuniu-se no circuito de 1 milha de Loudon, em New Hampshire

A posição de honra na largada da prova ficou por conta do piloto da Monster Cup, Brad Keselowski, mas que, por conta de problemas enfrentados, teve que sair do final do pelotão, deixando a primeira posição do grid a cargo do jovem e promissor piloto Christopher Bell, com o carro 20 da equipe de Joe Gibs.

Após a largada, iniciou-se uma bela disputa entre Bell e o piloto Ryan Preece, com o carro número 18 que, pouco depois, firmou a liderança da prova no carro número 20.

Enquanto a prova avançava, Brad Keselowski, com seu Ford Mustang nº 22 da equipe Penske vinha engolindo os adversários e se aproximando rapidamente do primeiro pelotão.

Sem maiores dificuldades, Christopher Bell vence o primeiro segmento e Brad Keselowski já o concluiu na quinta colocação.

Com o intervalo entre os segmentos e as paradas nos boxes, Keselowski retorna à pista na primeira colocação, com Preece em segundo e Bell em terceiro.

Com a bandeira verde acionada, os carros 18, 22 e 20 iniciaram uma bela batalha pela primeira posição da prova, mas Keselowski, mesmo sofrendo problemas momentâneos com o rádio de seu carro, conseguiu se firmar na P1.

Uma bandeira amarela foi acionada na volta 71, em virtude de detritos na pista, tendo todos os ponteiros se mantido na pista, outra no giro 81, por conta de um acidente com o piloto Ross Chastein, com o carro 4.

Por fim, na volta 84, em decorrência de uma rodada de Ryan Truex, com o carro 11, que também envolveu os carros 16 de Ryan Reed e 7 de Justin Allgaier.

Mesmo após as relargadas, Keselowski se manteve na liderança e faturou o segundo estágio da prova.

Eliot Sadler, com o carro número 1, assume a primeira posição após a relargada, até ser ultrapassado por Christopher Bell, na volta 120.

Um novo e belo duelo foi travado durante várias voltas entre os pilotos dos carros 20 e 22, até que, na volta de número 146 Keselowski reassume a liderança.

Mesmo após a rodada de paradas em bandeira verde, Brad Keselowski, que optou por trocar apenas 2 pneus, se manteve na ponta.

A 34 voltas para o final, Jeremy Clements, com o carro 51, se atrapalha na entrada dos Boxes, colidindo com os tonéis ali existentes, causando uma bandeira vermelha e trazendo um tempero extra para a prova.

A bandeira verde voltou a ser acionada faltando 27 voltas para o final da corrida, mas foi interrompida novamente por uma amarela, decorrente de um acidente envolvendo os carros 40 e 0 dos pilotos Chad Finchum e Garrett Smithley, respectivamente.

Com apenas 18 voltas para o fim foi dada a relargada e uma grande disputa se deu entre os carros 18, 20, 22 e o 42 de John Hunter Nemecheck, com Bell levando a melhor.

No fim, a vitória da prova foi de Christopher Bell, seguido de Brad Keselowski em segundo e Ryan Preece em terceiro.

Esta foi a segunda vitória seguida de Bell e a terceira dele no campeonato desse ano.

Fortes rumores já dão conta de que o jovem Crhistopher Bell já poderá subir para a categoria principal da NASCAR, a Monster Cup, no próximo ano, através de um acordo feito entre uma equipe existente e a de Joe Gibs, para o fim de substituir Denny Hamlin, no Toyota nº 11, após o final de seu contrato.

A próxima prova da NASCAR Xfinity Series será no dia 28/07, no circuito oval de Iowa Speedway.

Até lá!

Alex Leonello Teixeira

Twitter: @alexleonello

Fotos Divulgação/Internet

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *