Nas- Últimas Notícias Vocabulário da Nascar

Por qual motivo a NASCAR pune tantos pilotos por excesso de velocidade nos pits?

Alguns de nossos leitores mais atentos e até mesmo pessoas de nosso convívio vivem efetuando perguntas bastante pertinentes sobre a NASCAR e posso afirmar que uma delas se refere ao fato de tantos pilotos serem punidos durante as paradas nos boxes, em decorrência de excesso de velocidade, o que não ocorre em diversas outras categorias.

Começo a formular a resposta invocando um princípio básico da NASCAR que sempre exponho em meus textos, qual seja, o de que a mesma foi e sempre vai ser uma espécie de automobilismo que preza não só por suas próprias raízes, como também pelas do automobilismo como um todo.

Questionamentos semelhantes se dão com frequência quanto existência a botões de ultrapassagem, de controle de velocidade, disso ou daquilo outro e a minha resposta é sempre a mesma, qual seja, aquele pedal da direita que todos nós conhecemos como o bom e velho acelerador, e nada mais!

Quer ultrapassar? Aperte até o fim aquele pedal.

Quer controlar a velocidade nos pits? Dose o acelerador.

Simples assim!

Daí surge facilmente a resposta pra o questionamento que dá título ao presente texto, posto que a NASCAR não oferece aos seus pilotos aquele conhecido botão de controle de velocidade nos boxes que a grande maioria das categorias possui instalados nos volantes de seus carros.

O piloto, usando o acelerador, deve dosar a velocidade com a qual entra nos pits e passa por todos os sensores existentes naquela área, sob pena de ter que repetir a passagem pelos pits, até que a mesma se dê dentro das normas e do limite máximo estabelecido para aquela pista que, na maioria das vezes, é de 45mph.

Posso piorar?

Os carros da NASCAR não possuem velocímetro em seus painéis, mas tão somente os contadores dos giros do motor e é por eles que os pilotos devem se guiar na entrada e na saída dos boxes.

Antes da largada cada prova, durante as voltas de apresentação e aquecimento dos pneus a NASCAR divide o grid em vários pelotões, a fim de que um determinado número de carros siga um pace car que fica andando na pista na velocidade exata em que os mesmos deverão entrar e sair dos boxes, permitindo que todos possam calibrar seus contadores de giros no posicionamento ideal para o cumprimento da regra em questão.

Como ninguém é perfeito e os erros acontecem, as regras da NASCAR apresentam uma tolerância de velocidade 5 mph a mais do que a estabelecida para a pista.

Assim, se uma determinada pista tem um limite de velocidade para os boxes de 55 mph, o piloto só será punido se trafegar pelo mesmo acima dos 60 mph, sendo obrigado a repassar pela área dos pits na velocidade correta, sob pena de ter que repetir a punição tantas vezes quantas forem necessárias para que a entrada e a saída daquela área seja efetuada dentro do regulamento.

É fato que os pilotos tentam se aproveitar ao máximo da margem de erro que a NASCAR lhes disponibiliza, uma vez que este pode significar o ganho ou a perda de várias posições na pista e é assim que os erros acontecem e as penalidades são aplicadas por excesso de velocidade.

Por fim, cumpre lembrar que a NASCAR instala vários sensores de velocidade na área dos pits e basta o piloto exceder a velocidade máxima definida em apenas um deles para que a punição seja aplicada ao piloto.

Esperamos ter esclarecido.

Mande seus questionamentos para o PLANETA VELOCIDADE!

Nos vemos em uma próxima oportunidade.

Até lá!

Alex Leonello Teixeira
Twitter: @alexleonello
Fonte: Divulgação/Internet

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *