Nas- Últimas Notícias

Retrospectiva NASCAR 2018 – Parte 3 (Richmond, Talladega, Dover e Kansas)

  •  
  •  
  •  
  •  

Como vimos no texto anterior desta retrospectiva (parte 2), que pode ser acessada através do link RETROSPECTIVA NASCAR 2018 – PARTE 2 (FONTANA, MARTINSVILLE, TEXAS E BRISTOL) Kevin Harvick (4) já contava com três vitórias na temporada, enquanto Kyle Busch (18) havia vencido em duas oportunidades e, Austin Dillon (3), Martin Truex Jr. (78) e Clint Bowyer (14) contavam com um triunfo cada um.

Relembro que apenas 8 etapas haviam sido disputadas e o campeonato ainda estava muito longe de terminar, uma vez que a fase regular desta bela disputa contaria com nada menos do que 26 etapas que, ao fim, ainda seria seguida da fase dos playoffs, com mais 10 provas.

Com base nisso, a competição continua e desta vez o palco escolhido para o espetáculo foi o pequeno circuito oval de Richmond, com 0,75 milha de extensão e que move todo o grupo novamente ao estado norte americano da Virginia.

A prova realizada no dia 21/04 teve como pole position o piloto do carro número 78, Martin Truex Jr..

Mesmo contando com 7 líderes diferentes, o que se viu nesta prova foi um grande espetáculo proporcionado pelos pilotos Martin Truex Jr (78), que liderou várias voltas, e Joey Logano (22), que conquistou as vitórias dos dois primeiros segmentos da prova.

Com quatro bandeiras amarelas no último estágio da competição, uma imensa confusão se causou e Kyle Busch (18) se firmou na liderança a apenas 10 voltas do fim.

Nem mesmo a bandeira amarela que provocou um overtime foi capaz de tirar o irmão mais novo da família Busch da ponta.

Ao final, cruzando na frente a linha de chegada pela terceira vez consecutiva e igualando a marca de Kevin Harvick (4) na temporada de 2018, Kyle Busch (18) vence a etapa de Richmond, reafirmando sua excelente fase no campeonato.

A prova seguinte era aguardada por muitos torcedores e fanáticos pela NASCAR e foi realizada no dia 29/04, no místico superspeedway de Talladega, no estado do Alabama, sobre o qual o PLANETA VELOCIDADE já dedicou uma matéria exclusiva, que pode ser revista através do link NASCAR – SWEET HOME ALABAMA.

Entre batalhas sangrentas, cemitérios indígenas e assombrações que se divulgam, o que a grande maioria do público estava querendo ver mesmo ali eram os acidentes que envolvem grande número de carros e que são chamados carinhosamente de “big ones”, típicos desta pista e, ainda, em Daytona.

A pole position desta prova ficou por conta do piloto do carro 4 da equipe Stweart Haas Racing, Kevin Harvick.

Depois de um início de prova relativamente tranquilo, Kurt Busch (41) vence o primeiro segmento.

O primeiro e esperado big one veio na volta nº 71, quando Erik Jones (20) e Jamie McMurray (1) se tocaram e atingiram vários outros competidores.

Paul Menard (21), da equipe Wood Brothers, vence o segundo estágio da competição.

A volta nº 165 foi a vez do segundo big one acontecer, quanto o próprio Paul Menard (21) se envolve em um toque com Jimmie Johnson (48), William Byron (24), Clint Bowyer (14) e vários outros.

Ao final, Joey Logano (22) cruza na frente a linha de chegada e conquista a primeira vitória da equipe Penske nesta temporada.

No dia 06/05 foi a vez de entrar em cena o fabuloso circuito oval de 1 milha de Dover, no estado do Delaware, também conhecida como a milha monstro, por conta das altas velocidades que os carros atingem por lá.

Para este evento de 400 milhas, destinado a causa do autismo, a pole position ficou por conta do piloto do carro nº 4, Kevin Harvick.

Com uma superioridade absurda de seu Ford Fusion diante dos demais, Harvick vence de forma bastante tranquila os dois primeiros segmentos da corrida.

Na volta de número 320, enquanto Clint Bowyer (14) liderava a prova, uma chuva passou a cair sobre a pista, forçando a NASCAR a acionar uma bandeira vermelha e chamar os carros aos boxes.

Depois de algum tempo de incertezas, os carros voltaram para a pista para a relargada, onde Bowyer não conseguiu segurar seu companheiro de equipe e, pela quarta vez na temporada de 2018, Kevin Harvick (4) cruzava na frente a linha de chegada, dominando e vencendo a milha monstro.

Sem muito tempo para descanso, a NASCAR, no dia 12/05, já estava com seus carros no circuito oval de 1,5 milhas do Kansas Speedway.

Como era de se esperar nesse tipo de circuito, Harvick e seu Ford Fusion nº 4 entraram como os grandes favoritos a vitória de mais esta etapa, principalmente depois que o mesmo fez o melhor tempo durante a classificação e cravou a pole position do grid de largada.

Ryan Blaney (12) ensaiou uma reação inicial e ultrapassou Harvick, liderando várias voltas da prova e conquistando a vitória do primeiro segmento.

Após a relargada, o que se viu foi um grande domínio do piloto nº 42 da equipe Chip Ganassi, Kyle Larson que, ao fim, e sem maiores dificuldades acabou por conquistar aquele segmento de prova.

A volta de nº 237, já no último segmento de prova, foi marcada por um pequeno acidente que envolveu o Toyota Camry nº 19 de Daniel Suarez e o Chevrolet Camaro nº 88 de Alex Bowman, causando uma bandeira amarela em todo o circuito.

Um forte acidente aconteceu na volta 252, envolvendo os pilotos William Byron (24), Ryan Newman (31) Jamie McMurray (1) e Clint Bowyer (14).

Superando todas as adversidades da prova e mostrando o seu domínio e o de sua equipe, Kevin Harvick (4), mais uma vez, cruza na frente a linha de chegada e vence a etapa do Kansas, seu quinto triunfo na temporada de 2018.

Assim, a este ponto do campeonato, Austin Dillon (3), Martin Truex Jr. (78), Clint Bowyer (14) e Joey Logano (22) contavam com uma vitória cada um, enquanto Kyle Busch (18) já havia faturado três triunfos e Kevin Harvick (4) levantou cinco troféus.

Em que pese as emoções vividas, muitas provas ainda estavam por vir, mas isso é assunto para a próxima parte (4) da retrospectiva do PLANETA VELOCIDADE.

Voltamos em breve.

Até lá!

Alex Leonello Teixeira
Twitter: @alexleonello
Fonte: Divulgação/Internet

  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *