Nas- Últimas Notícias

Retrospectiva NASCAR 2018 – Parte 8 (Round of 16 – playoffs).

  •  
  •  
  •  
  •  

A fase regular da NASCAR estava definitivamente encerrada e apenas 16 pilotos estavam classificados para a disputa dos playoffs, como o PLANETA VELOCIDADE já narrou no texto anterior desta retrospectiva e que pode ser acessado através do link RETROSPECTIVA NASCAR 2018 – PARTE 7 (BRISTOL II, DARLINGTON E INDIANÁPOLIS).

O round of 16 contaria com 3 provas consecutivas, a serem realizadas em Las Vegas, Richmond e, ainda, pela primeira vez, no roval de Charlotte e, ao final, eliminaria automaticamente 4 pilotos da disputa pelo título da temporada e classificaria os demais para o round of 12.

Logo, deste ponto em diante, uma vitória passa a ser ainda mais importante, uma vez que significa avançar imediatamente para o round seguinte, garantindo emoção plena em todas as disputas.

Assim, a primeira prova dos playoffs foi realizada no dia 16/09 no circuito oval de 1,5 milhas de Las Vegas, no estado de Nevada e, o que aconteceu em Vegas veio parar aqui no PLANETA VELOCIDADE.

Quem apostou mais alto e faturou o direito de partir da posição de honra no grid de largada foi o jovem piloto do Toyota Camry nº 20 da equipe de Joe Gibbs, Erik Jones.

Com o pano verde esticado dando a ordem de largada, uma grande disputa se iniciou pela primeira colocação da prova, envolvendo os pilotos Kyle Busch (18), Kevin Harvick (4), Joey Logano (22) e Martin Truex Jr. (78), contudo, o piloto da equipe Furniture Row e campeão da temporada de 2017, desbanca os demais e recebe na frente a quadriculada verde e branca e fatura o primeiro segmento da competição.

Novas disputas belíssimas foram travadas após a relargada, até que vários acidentes consecutivos acabaram por retirar da prova diversos pilotos que participavam dos playoffs.

O primeiro foi Kevin Harvick (4), após um toque com o pole position Erik Jones (20).

Depois foi a vez de Chase Elliott (9) deixar a prova, após um entrave na pista com Jammie McMurray (1)

Em seguida foi a vez de Danny Hamlin (11) praticar um Rali.

E, ao fim, Kurt Busch (41) foi a próxima vítima.

Vale dizer que o segundo estágio desta etapa restou vencido pelo campeão Brad Keselowski (2).

Em que pese a emoção das disputas que se sucederam na pista, como era de se esperar, apostando alto, superando a tudo e a todos, Brad Keselowski (2) quebra a banca, cruza na frente a linha de chegada e, pela terceira vez consecutiva na temporada, vence a etapa de Las Vegas, carimbando seu passaporte para o próximo round.

during the Monster Energy NASCAR Cup Series SouthPoint 400 at Las Vegas Motor Speedway on September 16, 2018 in Las Vegas, Nevada.

Sem demora a NASCAR já havia desembarcado no oval de ¾ de milha de Richmond, no estado da Virginia, para a prova que foi realizada no dia 22/09.

Em virtude de mudanças necessárias e que tiveram que ser realizadas em seu Toyota Camry nº 18, Kyle Busch teve que partir do final do pelotão, enquanto via a pole position no grid de largada ficar por conta do campeão do carro nº 4, da equipe Stewart Haas Racing, Kevin Harvick.

Sem bandeiras amarelas, Harvick é ultrapassado por Martin Truex Jr. (78) que, ao fim, mantém a liderança e vence o primeiro segmento da prova.

Com apenas uma amarela causada por Jeffrey Earnhardt (96), Kyle Busch (18), que estava com um equipamento sensacional, vinha escalando o pelotão até finalmente assumir a liderança da prova e cruzar na frente a linha de chegada para conquistar o segundo estágio da competição.

Mesmo após a relargada, a superioridade de Kyle Busch (18) era evidente e o mesmo, que havia superado todo o grid manteve firme a liderança da prova, até receber na frente a quadriculada preta e branca, vencer a etapa de Richmond e garantir sua participação no próximo round dos playoffs.

O mês de outubro se aproximava e, com ele, a campanha mundial contra o câncer de mama mobilizou pilotos e fãs na casa da NASCAR, qual seja, Charlotte, no estado da Carolina do Norte que, pela primeira vez na história, se utilizaria da parte interna da sua pista para trazer ao público um traçado denominado como Roval, como foi noticiado pelo PLANETA VELOCIDADE no texto que pode ser acessado pelo link NASCAR – TRADIÇÃO E INOVAÇÃO ANDARÃO JUNTOS EM CHARLOTTE.

Os treinos que antecederam a prova já deixaram o recado claro de que a mesma não seria uma tarefa das mais fáceis, visto que foram recheados de acidentes e escapadas de pista, inclusive por parte do safety car, mas é preciso deixar claro que a inclusão deste circuito misto na fase dos playoffs é uma decisão que a NASCAR tomou em atendimento a vários pedidos de seus fãs.

A pole position desta etapa decisiva ficou por conta do piloto campeão do Ford Fusion nº 41 da equipe Stewart Haas Racing, Kurt Busch.

Antes da largada, e aproveitando o tema do outubro rosa, Sherry Pollex, esposa do piloto Martin Truex Jr. (78) e que passou por uma grande luta pessoal contra o câncer, na companhia sempre presente de seu esposo que, assim como na vida real, deixou sua posição original do grid, avançou para frente do pelotão durante as voltas de apresentação e ficou bem perto da mesma na pista, em uma belíssima imagem.

Aproveitando-se da estratégia de paradas nos boxes por parte dos demais pilotos e se mantendo na pista, Kyle Larson (42) faturou o primeiro segmento da prova.

Brad Keselowski (2) e Martin Truex Jr. (78) se enroscam na chicane que antecede a reta final e ambos saem da pista, deixando o caminho livre para que Ryan Blaney (12) recebesse na frente a quadriculada verde e branca, faturando o segundo estágio da competição.

A parte final foi bastante intensa e recheada de acidentes, como este que envolveu os pilotos Rick Stenhouse Jr. (17), Brad Keselowski (2), Kyle Larson (42), Paul Menard (21) e William Byron (24), causando, inclusive, uma bandeira vermelha.

Com a retomada da prova, as disputas se intensificaram ainda mais e, com Martin Truex Jr. (78) na liderança, tudo parecia que mais uma vitória do campeão de 2017 estava garantida.

Ocorre que, na mesma chicane em que já havia sido colocado para fora da pista com Keselowski, Truex, na última volta, encontra uma disputa com o heptacampeão Jimmie Johnson (48) e, mais uma vez, ambos escaparam do traçado.

Sem chances de reação, ambos foram imediatamente ultrapassados por Ryan Blaney (12) que vinha acompanhando tudo de perto, na terceira colocação.

Poucos metros após o incidente, Blaney cruza na frente a linha de chegada, conquista sua primeira vitória pela equipe de Roger Penske e se classifica para o próximo Round dos playoffs.

Mas a briga não acabou com a quadriculada, posto que Martin Truex Jr., revoltado com a vitória que lhe escapou das mãos, acerta em cheio o carro de Jimmie Johnson, que roda na pista durante a volta de desaceleração.

Com estes resultados, restaram eliminados dos playoffs os pilotos Jimmie Johnson (48), Austin Dillon (3),  Denny Hamlin (11) e Erik Jones (20).

Os pilotos que se mantiveram na disputa tiveram seus pontos elevados, a fim de que não mais fossem alcançados pelos demais e, desta forma, a classificação para o round 12 dos playoffs ficou assim:

01 – Kyle Busch (18) – 3.055 pontos;

02 – Kevin Harvick (4) – 3.050 pontos;

03 – Martin Truex Jr. (78) – 3.038 pontos;

04 – Brad Keselowski (2) – 3.025 pontos;

05 – Clint Bowyer (14) – 3.015 pontos;

06 – Joey Logano (22) – 3.014 pontos;

07 – Kurt Busch (41) – 3.014 pontos;

08 – Ryan Blaney (12) – 3.013 pontos;

09 – Chase Elliott (9) – 3.008 pontos;

10 – Kyle Larson (42) – 3.006 pontos

11 – Aric Almirola (10) – 3.001 pontos;

12 – Alex Bowman (88) – 3.000 pontos;

Assim como a primeira, esta segunda fase dos playoffs, o round of 12, também contaria com 3 provas eliminatórias, que serão assunto a ser tratado na parte 9 de nossa retrospectiva.

Voltamos em breve.

Até lá!

Alex Leonello Teixeira
Twitter: @alexleonello
Fonte: Divulgação/Internet

  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com