Nas- Últimas Notícias

Retrospectiva NASCAR 2018 – Parte 9 (Round of 12 – playoffs).

  •  
  •  
  •  
  •  

Mais uma etapa dos playoffs se iniciava na NASCAR, 4 pilotos ficaram pelo caminho e apenas 12 se mantinham em condições de título, como como o PLANETA VELOCIDADE já narrou no texto anterior desta retrospectiva e que pode ser acessado através do link RETROSPECTIVA NASCAR 2018 – PARTE 8 (ROUND OF 16 – PLAYOFFS).

Outras 3 provas seriam realizadas nos circuitos ovais de Dover, Talladega e Kansas e, ao final delas, mais 4 pilotos estariam eliminados, deixando claro que a disputa seria bastante acirrada, uma vez que nenhum dos classificados estava disposto a abandonar as chances de conquistar o título desta temporada.

O palco inicial para o espetáculo da Monster Energy NASCAR Cup Series, no dia 07/10, foi novamente a milha monstro, ou seja, o circuito oval de 1 milha de Dover, no estado norte americano do Delaware.

A forte chuva que caiu no circuito durante o final de semana obrigou a direção de prova a cancelar a qualificação que estava agendada e, sendo assim, a pole position desta etapa acabou ficando com o piloto do Toyota Camry nº 18, o campeão Kyle Busch.

Após a largada, o que se viu foi um grande domínio de Kevin Harvick, que liderou nada menos que 286 voltas disputadas, conquistando as vitórias nos dois primeiros segmentos da prova.

Contudo, um grave erro de equipe durante as paradas nos boxes fez com que o campeão do Ford Fusion nº 4 perdesse várias posições na pista e não tivesse mais condições de disputar a vitória naquela etapa tão importante e decisiva para a conquista do campeonato.

A prova teve bandeira vermelha, por conta de acidente e nada menos do que 2 relargadas em situação de overtime.

Desde então um lindo duelo passou a ser travado entre os pilotos Chase Elliott (9) e Danny Hamlin (11), tirando o fôlego dos torcedores e espectadores.

Ao final, pela segunda vez em sua carreira e no campeonato, o jovem piloto Chase Elliott (9) e seu Chevrolet Camaro, levam a melhor e cruzam na frente a linha de chegada, vencendo a milha monstro e conquistando uma vaga na próxima fase dos playoffs, o round of 8.

Já na semana seguinte, no dia 14/10, a principal categoria da NASCAR volta para o estado do Alabama para curtir as emoções do superspeedway de Talladega, com 2,66 milhas e de onde se espera que venham não só muitas disputas, como também diversos big ones, que poderiam significar um verdadeiro adeus nas chances de título de qualquer piloto que ainda estivesse na disputa dos playoffs.

O final de semana chegou conturbado pela notícia de que Chad Knaus, mecânico chefe que acompanhava o gigante Jimmie Johnson (48) há 17 anos na NASCAR anunciou o fim desta parceria que rendeu nada menos do que 7 títulos na categoria.

Knaus deixaria esta longa parceria com o gigante Johnson para trabalhar com o jovem William Byron (24), que também pertence a equipe de Rick Hendrick.

Desde os primeiros treinos os Ford Fusion se mostraram bastante competitivos neste grande e rápido oval e, sendo assim, o campeão Kurt Busch (41), da equipe Stewart Haas Racing, cravou a pole position para o grid de largada.

Após o pano verde ser agitado, os Ford Fusion das equipes Stewart Haas Racing e Penske ocupavam as 7 primeiras posições na pista, deixando claro que esta etapa não seria tarefa das mais fáceis para as demais montadoras (Toyota e Chevrolet).

Ao fim do primeiro segmento da prova, Kurt Busch (41) se manteve firme e recebeu na frente a quadriculada verde e branca.

Em que pese as bandeiras amarelas provocadas pelos acidentes de Jimmie Johnson (48) e Kyle Larson (42), Kevin Harvick (4) vence sem dificultados o segundo estágio da prova.

A disputa é retomada e os 4 carros da equipe Stewart Haas, unidos imbatíveis, assumem as primeiras posições na pista e abrem uma grande distância para os demais.

Restando apenas 5 voltas para o fim da prova, um acidente envolvendo os pilotos J. J. Yeley (23), Alex Bowman (88), Erik Jones (20) e William Byron (24) causa outra amarela e, ainda, um overtime, aumentando as voltas da prova e trazendo para muitos pilotos um novo problema, qual seja, a falta de combustível para chegar ao final.

Como diversos pilotos tiveram que ir para os boxes para reabastecer, o caminho ficou livre para que Kurt Busch (41) reassumisse a liderança, até sofrer uma pane seca na última volta, e ser ultrapassado por seu companheiro de equipe, Aric Almirola (10).

Sem dar chances ao azar, Aric Almirola (10) conquista sua primeira vitória na temporada e carimba seu passaporte para o round of 8 dos playoffs.

Com Chase Elliott (9) e Aric Almirola (10) classificados por vitórias e Kevin Harvick (4) matematicamente por pontos, nove pilotos tinham apenas 5 vagas para disputar na próxima fase dos playoffs, o round of 8.

A obrigação de vencer veio para muitos e o palco desta etapa decisiva, realizada no dia 21/10 era o circuito oval de 1,5 milhas do Kansas, localizado do estado norte americano do Missouri.

A Ford veio forte novamente e o Fusion nº 22 de Joey Logano, da equipe Penske, faturou a posição de honra no grid de largada.

Nem mesmo a bandeira amarela causada pela explosão do motor Chevrolet de William Byron (24) foi suficiente para fazer com que Logano perdesse a liderança da prova e, assim, cruzasse na frente a linha de chegada para vencer com tranquilidade o primeiro segmento da corrida.

Após uma rodada de pit stops, Kevin Harvick (4) assume a liderança da prova e se mantém na frente dos demais para vencer o segundo estágio.

Harvick se mantinha forte na parte final da corrida, até ser punido por excesso de velocidade nos boxes, deixando caminho livre para uma belíssima e emocionante disputa pela liderança que se seu entre os pilotos Chase Elliott (9), Kyle Busch (18) e Kyle Larson (42), buscando a vitória da prova.

Ao final, Chase Elliott (9) se sai melhor e, mesmo estando garantido para o próximo round, cruza na frente a linha de chegada e conquista sua terceira vitória na carreira e na temporada.

Assim, mais um round dos playoffs se encerrava e, com ele, mais quatro pilotos foram eliminados da disputa pelo título, quais sejam Ryan Blaney (12), Brad Keselowski (2), Kyle Larson (42) e Alex Bowman (88).

Enquanto isso, os 4 Ford Fusion da equipe Stewart Haas Racing se mantinham firmes na disputa e avançavam para o round of 8 dos playoffs.

Os pilotos que se mantiveram na disputa tiveram seus pontos elevados para o round 8 dos playoffs foram os seguintes:

01 – Kyle Busch (18) – 4.055 pontos;
02 – Kevin Harvick (4) – 4.054 pontos;
03 – Martin Truex Jr. (78) – 4.038 pontos;
04 – Chase Elliott (9) – 4.018 pontos;
05 – Clint Bowyer (14) – 4.015 pontos;
06 – Joey Logano (22) – 4.015 pontos;
07 – Kurt Busch (41) – 4.015 pontos;
08 – Aric Almirola (10) – 4.006 pontos;

 

Assim como a primeira e a segunda, esta terceira fase dos playoffs, o round of 8, também contaria com 3 provas eliminatórias, que serão assunto a ser tratado na parte 10 de nossa retrospectiva.

Voltamos em breve.

Até lá!

Alex Leonello Teixeira
Twitter: @alexleonello
Fonte: Divulgação/Internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *