SC- Últimas Notícias

Shell V-Power volta à pista com o maior desafio da temporada da Stock Car: a Corrida do Milhão!

Stock Car: Átila Abreu e Ricardo Zonta já venceram em Goiânia, palco da prova de maior premiação do ano; evento terá dois pit stops obrigatórios

Acabou a espera! A Stock Car termina sua pausa de quase 70 dias, e a Shell V-Power encara neste fim de semana com Átila Abreu e Ricardo Zonta a Corrida do Milhão, prova de maior premiação do automobilismo brasileiro, no Autódromo de Goiânia.

Uma grande novidade da décima edição do evento será a utilização do anel externo do circuito goiano em vez do traçado misto usado em outras corridas – e que já teve vitórias tanto de Zonta como de Átila com a equipe Shell V-Power.

Será a primeira corrida de Stock Car realizada num anel externo desde a rodada dupla de Brasília em 2014. Na ocasião, Átila Abreu conquistou a vitória na primeira prova com o carro #51.

No regulamento da corrida, que terá a duração de 40 minutos mais uma volta, outra mudança: serão obrigatórios dois pit stops, um apenas para troca de pneus e um só para reabastecimento. Isso proporcionará um leque diferente de estratégias e, consequentemente, mais imprevisibilidade na corrida.

Ricardo Zonta tem excelentes lembranças na Corrida do Milhão: em 2013, na pista de Interlagos, o paranaense conquistou o prêmio de R$ 1 milhão. Em Goiânia, Zonta venceu a segunda prova da primeira rodada dupla disputada no circuito em 2017, em dobradinha da Shell V-Power com Átila.

Já Átila Abreu foi o último vencedor na temporada-2018 da Stock Car antes da pausa, em Santa Cruz do Sul. Na pista goiana, o sorocabano também tem vitória, na segunda corrida da segunda rodada dupla realizada no ano passado.

Depois de cinco das 12 etapas da temporada 2018, a Shell V-Power ocupa a quarta posição no campeonato de equipes. Entre os pilotos, Átila é o nono colocado, uma posição à frente de Zonta.

A programação da Corrida do Milhão tem três treinos livres, dois na sexta-feira e um no sábado pela manhã. Também no sábado, ao meio-dia, será disputado o treino classificatório, com transmissão ao vivo do SporTV2. No domingo, a prova terá largada às 11h30. A TV Globo mostra ao vivo.

 

O que eles disseram:

“O anel externo muda totalmente o que temos feito em todas as corridas até agora, inclusive para o público, os pilotos e as equipes. Nada do que é feito num circuito misto vale para um anel externo de duas curvas, desde a regulagem até a disputa na pista serão muito agressivas. É uma corrida que promete bastante, com os carros muito próximos uns dos outros. O show vai ser muito interessante e com uma premiação que chama bastante a atenção. É importante ressaltar que na reta oposta teremos uma velocidade bastante alta, além do botão de ultrapassagem, o que aumenta também os riscos de toques e batidas. Vamos chegar com a cabeça bem centrada para fazer o melhor trabalho possível”

Ricardo Zonta, piloto do carro #10

“A Corrida do Milhão promete ser uma das melhores de todos os tempos. O fato de ser no anel externo de Goiânia, onde praticamente nenhum piloto do atual grid da Stock já correu, deixa tudo em condições iguais numa corrida tão importante. Vamos encontrar então uma pista nova e um cenário diferente. A corrida terá duas paradas, sendo uma obrigatória para troca de pneus e outra obrigatória para reabastecimento, e isso faz com que você possa trabalhar bem a estratégia, que será fundamental. Vai ser preciso saber jogar com isso. Estou muito animado, sempre gostei de pistas novas e me adaptei bem, então é uma vantagem para nós. Por mais que seja um oval, deve ser um circuito muito técnico porque você precisa de um carro que freie bem, seja veloz nas retas e contorne bem as curvas. É muito difícil conseguir juntar as três coisas ao mesmo tempo, mas vamos tentar um compromisso entre esses três pontos para ter um carro veloz. Também será fundamental o uso do push to pass, saber administrar e jogar com isso para aproveitar as oportunidades. Um push mal usado pode te deixar numa situação complicada na corrida, conseguir defender de um ataque pode até dar uma vitória. Depois de dois meses sem acelerar, estou preparado. Vamos acelerar!”

Átila Abreu, piloto do carro #51

“É uma corrida totalmente diferente das demais, são apenas 40 minutos e o anel externo, apesar de ser em Goiânia, muda tudo. É lógico que temos uma preparação para lá. Tivemos 70 dias de intervalo e todas as equipes treinaram muitos pit stops. Será uma corrida muito apertada, com todo mundo muito junto, mas também estamos muito confiantes com a performance dos dois carros. A velocidade de reta é muito importante, todos estarão atentos à aerodinâmica porque os centésimos farão a diferença. Na corrida serão duas paradas, uma para troca de pneus e outra para abastecimento, cada um vai poder jogar da forma que quiser, fazer primeiro um e depois o outro, ou vice-versa, e nisso dá para tentar surpreender”

Thiago Meneghel, chefe da Shell V-Power

Classificação do campeonato:

1º D.Serra – 152
2º M.Gomes – 109
3º F.Fraga – 92
4º M.Wilson – 90
5º J.Campos – 89
6º C.Bueno – 80
7º R.Barrichello – 80
8º L.di Grassi – 68
9º Á.Abreu – 65
10º R.Zonta – 53

Programação*:

Sexta-feira, 3 de agosto
8h50 – Shakedown
10h50 – Primeiro treino livre
13h55 – Segundo treino livre
17h – Treino extra (estreantes)

Sábado, 4 de agosto
9h30 – Terceiro treino livre
12h – Classificação

Domingo, 5 de agosto
11h30 – Corrida do Milhão

Sobre a Raízen:

A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 26 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,0 bilhões de litros de etanol por ano, 4,2 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 67 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 6.000 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Por Luis Ferrari / Fotos José Mário Dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *