Emoção e adrenalina: assim foi a semana do GP dos Estados Unidos de Fórmula 1 para PC

25 de maio de 2020

j

Lorenzo Francez

A segunda etapa da Fórmula 1 2019 para PC na liga Warm Up aconteceu no circuito de Austin, no Texas. Aqui você confere quem foram os vencedores das 8 categorias disputadas durante a semana.  

Categoria F4

Começando com a F4, Thiago Meira fez a pole e Rhuan Marka completou a primeira fila. Meira fez uma boa largada e manteve a ponta, já Marka acabou largando mal e caiu pra quarta colocação. Kako Oliveira da equipe Rush subiu para segundo e Jefferson da Machadin Racing Academy (MRA) assumiu a terceira colocação.  

Largada da F4 – Fonte: Warm Up E-sports

Na volta dois, o safety car entrou na pista. Kako Oliveira e Jefferson optaram por parar, já Thiago Meira e Rhuan Marka ficaram na pista. Na relargada, Rhuan Marka acabou destracionando e perdeu a segunda posiçao para Gustavo Oliveira da WW. Após carro de segurança, a corrida teve muitas disputas, inclusive várias ultrapassagens de Kako Oliveira que assumiu a liderança na volta 12, já que Thiago Meira fez a sua parada no pit. 

Passando metade da corrida, na volta 15, Kako Oliveira parou no box e a liderança voltou para Thiago Meira, que seria pressionado mais tarde pelo piloto da Rush. E na volta 20 Kako Oliveira assumiu a ponta do Grande Prêmio.  

E o safety car entrou mais uma vez quatro voltas do fim. Os pilotos relargaram na volta 27, penúltimo giro da corrida e com a pista escorregadia, pois a chuva leve apareceu. Thiago Meira acabou rodando e perdeu várias posições.   

O fim da corrida foi emocionante. Kako Oliveira da Rush tinha uma punição e para vencer teria que abrir 5 segundos de Paulo Furlani da equipe FOX. Kako Oliveira cruzou em primeiro com uma vantagem de 4,7 segundos, porém na última curva Furlani errou e a vitória ficou com o piloto da Rush, por 0,058 milésimos.  

O carro do vencedor Rush Kako Oliveira – Fonte: Warm Up E-sports

Categoria F2 

Na F2 o piloto da Fast Lap E-sports (FLE), Guilherme Irmão cravou o melhor tempo e completando a primeira fila veio o piloto da WW, Grimaldi. Luz verde e os pilotos deram a largada para mais uma corrida, Grimaldi assumiu a ponta, Guilherme caiu pra segundo e Alex Albon da KOA assumiu a terceira colocação.  

Largada da F2 Irmão e Grimaldi – Fonte: Warm Up E-sports

Volta quatro, Grimaldi acabou errando e perdeu várias posições, caindo de primeiro para nono. Logo em seguida, o piloto acabou sofrendo um incidente e não conseguiu terminar a corrida. Duas voltas depois, outro incidente, dessa vez com Lucas Nali e o safety car entrou na pista.  

Vários pilotos entraram nos boxes, menos Rush Henrique que ficou com a liderança. Porém na relargada, Alex Albon reassumiu a liderança. Dali em diante o piloto da KOA abriu vantagem e veio para a vitória.  

A disputa pelo pódio foi emocionante, sendo definida pelas punições, com Rush Vinicius terminando em segundo e Lucas Almeida em quarto, mas ficou com a terceira posição devido a punição que Guilherme Irmão tinha. 

Alexandre Albon comemorando a vitoria no carro – Fonte: Warm Up E-sports

Categoria F6 

Largada da F6, MRT Vovô Jorge em primeiro seguido por Samuel Smeight. Infelizmente muitos pilotos queimaram a largada, mas lá na frente Vovô Jorge manteve a liderença e Smeight vinha logo atrás.  

Grid cheio pra largada – Fonte: Warm Up E-sports

Volta de número seis e Smeight consegue passar Vovô Jorge para assumir a primeira colocação. Duas voltas depois, Vovô Jorge fez a sua parada, enquanto Smeight só parou na volta 11, quando por sorte entrou um safety car. Na relargada Vovô Jorge parou pois estava com o bico quebrado e perdeu várias posições. Já Smeight se manteve na liderança da corrida.  

Mais um carro de segurança na pista, desta vez na volta 19. Na relargada Smeitght se manteve na liderança, Caio Camargo da MRA, também se manteve em segundo até o fim da corrida. A briga pelo último lugar do pódio foi emocionante. Simão Neto, Vovô Jorge, Francinaldo, Jefferson e Rafael brigaram por essa posição.  

No fim o piloto da MRA, Rafael Cruz, ficou com o pódio, Vovô Jorge da MRT acabou em quarto, Francinaldo da WW em quinto, Jefferson da MRA em sexto e Simão Neto que cruzou em terceiro acabou em sétimo, tudo isso devido a várias punições.  

Chegada emociante pelo pódio – Fonte: Warm Up E-sports

Categoria F1 

Chegamos na F1 depois de várias corridas emocionantes, e essa não seria diferente. RBL Sappo fez o melhor tempo, seguido por MRA Cezinha Augusto. Na largada tudo normal e os pilotos mantiveram suas posições. 

Largada da F1 Sappo manteve a ponta – Fonte: Warm Up E-sports

Na volta quatro, Cezinha assumiu a liderança da corrida até a volta 10 quando o piloto entrou no box. Com isso a liderança ficou com o atual campeão da categoria, o piloto da MRT Jah Jah.  

Alguns pilotos demoraram a parar pois largaram de pneu médio. Com isso Cezinha – que já havia feito sua parada – foi pra cima e assumiu a liderança na pista, passando os pilotos que estava com os pneus mais gastos. RBL Sappo vinha na mesma estratégia, mas acabou perdendo tempo atrás de Eduardo Feldi. 

O piloto da RBL até tentou chegar no piloto da MRA, porém uma punição acabou tirando a chance de vitoria de RBL Sappo. MRA Cezinha venceu a segunda etapa, seguido por RBL Sappo e MRA Flávio.  

MRA Cezinha comemorando a vitória – Fonte: Warm Up E-sports

Categoria F5 

Rush Carlos Venom e Rush RicardoRS foram os pilotos mais rápidos no treino de classificação. Na largada, Jorge Falconer da MRA acabou perdendo a freiada e acertou RicardoRS. Outro incidente aconteceu e o safety entrou, já na primeira volta.  

Pilotos pronto pra ação na F5 – Fonte: Warm Up E-sports

Na relargada Venom se manteve em primeiro, seguido por DiPietro, que conseguiu assumir a segunda posição, já que RicardoRS foi tocado na primeira volta, porém ele se manteve em terceiro.  

Após as paradas, Venom reassumiu a liderança, RicardoRS a segunda posição e Leko na terceira colocação, todos da equipe Rush que, naquele momento, dominava a corrida. Porém DiPietro queria atrapalhar os planos da equipe Rush de conseguir as três primeiras posições. 

No fim, DiPietro terminou a frente de Rush Leko mas, devido a uma punição, não acabou subindo ao pódio. Então a Rush conseguiu os três primeiros lugares, com Venom, RicardoRS e Leko. 

Rush Venom foi o vencedor da corrida – Fonte: Warm Up E-sports

Categoria Classics 

A categoria mais nostálgica do grid chegou. Felipe Malheiros da FLE fez a pole, seguido por Thiago Buesa da RBL em segundo. Na largada Malheiros se manteve na liderança e Buesa acabou caindo para quarta posição.  

Malheiros liderou o pelotão na largada – Fonte: Warm Up E-sports

Volta 4, Thiago Buesa acabou se envolvendo em um incidente e caiu pra 12ª posição. Enquanto isso Malheiros abria vantagem sobre o segundo colocado, Tiago Dias, que sofria pressão de WW Lugui.

Cinco voltas depois, o safety car entrou e os pilotos aproveitaram para fazer a sua parada no pit. Porém Malheiros, Dias Williams Dams e Gabriel não pararam. Uma coisa boa, já que durante o carro de segurança começou a chover.  

E na relargada, todos os pilotos tiveram que ir para o box, já que a pista estava sem condições para pneus secos. Então os pilotos que não haviam parado antes, como Williams Dans e Rush Gabriel Zanata conseguiram manter suas posições. 

Após as paradas, Malheiros da FLE se manteve na ponta, seguido por Dams e Gabriel. Thiago Dias perdeu duas posições e voltou em quarto. Porém um problema de conexão fez com que a corrida terminasse na volta 21 de 28 programadas. 

Então, o resultado validado pela liga foi da volta 21, sendo: Felipe Malheiros em primeiro, Williams Dams em segundo e Gabriel Zanata em terceiro.  

Vitória de Malheiros – Fonte: Warm Up E-sports

Categoria F3 

Os pilotos da F3 entram em ação no circuito de Austin. A WW ficou com a primeira posição na classificação com Viniccius de Faria. Em segundo ficou Eduardo Augusto da Rush. Na largada os dois primeiros mantiveram suas posições.  

Largada limpa na F3, WW Vinicius manteve a liderança – Fonte: Warm Up E-sports

Na volta 10 o líder Vinicius fez sua parada e voltou a frente do seu principal adversário na corrida, Eduardo Augusto, que parou uma volta antes. Após todas as paradas, o piloto da WW assumiu a liderança con Eduardo Augusto em segundo, porém com uma grande diferença de tempo: 4,7 segundos. 

Lá na frente as duas primeiras colocações já estavam bem definidas, a briga ficou no meio de pelotão. No fim, vitória da WW com Viniccius de Faria, seguido por Eduardo Agusto da Rush e Bruno Vieira.  

Os três melhores da F3 no GP de Austin – Fonte: Warm Up E-sports

Categoria Extreme 

Na categoria sem nenhuma assistência, a disputa já se mostrava equilibrada no qualy. Felipe Giro da FLE e MRT Gustavo Bueno ficaram separados por 0.146 milésimos. Melhor para o piloto da FLE que ficou com a pole. Porém na largada, melhor para Bueno que assumiu a liderança.  

Giro largou bem, seguido por Bueno – Fonte: Warm Up E-sports

Na volta seguinte, Giro foi pra cima de Bueno e recuperou a liderança. E na volta seis, Bueno perdeu a segunda posição para o piloto da UDI, Lucas Yan. O piloto da MRT perdeu rendimento, tanto que na volta oito ele caiu pra terceiro e, na volta nove, pra sexta posição. 

Enquanto isso lá na frente, Lucas Yan chegou em Felipe Giro e assumiu a liderança na volta 10. O piloto da UDI estava de pneus médios, enquanto o piloto da FLE com os macios, que desgastam mais rápido. 

Na volta 11 Felipe Giro entrou no box e colocou os médios. Porém teve safety car, e o piloto que antes do pitstop estava em segundo voltou em quarto, após a entrada do carro de segurança. Felipe Nunes, companheiro de Giro, havia parado um pouco antes e conseguiu dar um salto até a segunda colocação.  

Por ter largado de pneu médio, Lucas Yan teve que colocar os macios, porém isso não foi bom, já que com o safety car todos os pilotos ficaram próximos. Com isso, o piloto teve que parar mais uma vez e a liderança caiu no colo de Felipe Nunes que estava de pneus médios.  

Com a parada, Lucas Yan voltou mais rápido que os demais e faltando três voltas para o fim ele já era o segundo colocado. Na última volta o piloto da UDI, chegou em Felipe Nunes, e melhor para Lucas Yan que conseguiu a ultrapassagem e foi o primeiro a ver a bandeira quadriculada. FLE em segundo e em terceiro com Felipe Nunes e Felipe Giro.  

Ultrapassagem da vitória Yan sobre Nunes – Fonte: Warm Up E-sports

A próxima etapa é no Canadá, circuito rápido e promete emoção nas oito categorias e você acompanha tudo nas redes da liga Warm Up e aqui no site Planeta velocidade.  

Lorenzo Francez

Lorenzo Francez

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais