Luiz Felipe Tavares vence a primeira corrida da seletiva Crown Racing em automobilismo virtual

20 de maio de 2020

j

Assessorias de Imprensa

Luizinho Gonzaga recebe a bandeirada em segundo, e Marcos Furriel completa o pódio

Largada

O processo seletivo para ser o primeiro piloto oficial de uma organização da Stock Car em automobilismo virtual foi aberto em altíssimo nível em Interlagos. Seja quem for o competidor selecionado ao término da seletiva, as equipes Crown e W2 Racing certamente estarão muito bem servidas com seus representantes em simuladores.

Quem prevaleceu em Interlagos foi Luiz Felipe Tavares, com uma performance dominante do início ao fim. Ele liderou os treinos livres, cravou a pole, fez a melhor volta da prova e deixou de liderar apenas uma volta, enquanto fazia seu pit-stop obrigatório.

Luizinho Gonzaga largou em terceiro e foi o segundo colocado, invertendo posição com Marcos Furriel. Erick Goldner e Suellio Almeida completaram o top5.

A única posição que não foi alvo de disputa foi a do líder. Nos demais pelotões, as disputas foram intensas durante os 50 minutos de prova.

A disputa pela primeira freada

A segunda e última etapa da seletiva no iRacing acontece em 2 de junho, na pista de Daytona. Fica com a primeira vaga como representante oficial da Crown e W2 Racing o competidor que somar mais pontos nas duas corridas, aplicada a pontuação da Stock Car.

A segunda vaga será apurada por meio de duas corridas na plataforma Automobilista -simulador que tem disponíveis os carros da Stock Car. As provas no Automobilista são em Interlagos (26 de maio) e Goiânia (9 de junho).

A corrida

A largada foi movimentada. O líder Tavares se distanciou do pelotão logo na primeira curva e conseguiu se safar dos toques que aconteceram na primeira perna do S do Senna. Marcos Furriel e Luizinho Gonzaga completam o top 3 ao fim da reta oposta. Renan Azeredo em 4º e Suellio Almeida fechavam o top 5.

Grid cheio em Interlagos

Os toques entre pilotos voltaram a acontecer na segunda volta. Com o pelotão ainda muito compacto, carros voltam a se envolver em rodadas ao final da reta dos boxes, os líderes se estabeleceram e novamente passaram ilesos da confusão. Os toques continuaram no setor intermediário do grid, dessa vez na reta oposta. Ao menos quatro pilotos se envolveram na colisão durante a segunda volta. Suellio Almeida, que era 5º colocado, rodou na entrada do S e perdeu duas posições.

Boa batalha pela 6ª posição durante a terceira volta: Danilo Fonseca, Suellio Almeida disputavam intensamente a posição, enquanto Erick Goldner os perseguia de perto esperando o momento para atacar. Danilo passou reto no Laranjinha e perdeu posições importantes.

Cerca de 9 minutos disputados na prova e Ralph Benitez produziu uma pintura de ultrapassagem. Em disputa pela 14ª posição, três carros se emparelharam na subida café, Ralph por dentro levou a melhor e conquistou duas posições na manobra.

Batalha pela P2 na volta seguinte: Marcos Furriel, Renan Azeredo e Luizinho Gonzaga estavam na briga pela posição. O líder Luiz Felipe Tavares já abria cerca de 4 segundos para o pelotão.

Prevaleceu a manobra de Renan Azeredo, graças a bela manobra preparada desde a subida da Junção. Ótimo mergulho para assumir a posição na freada do S do Senna. Furriel em P3 e Luizinho Gonzaga em P4 vinham logo a seguir.

Seletiva Crown Racing

Na volta seguinte Furriel sofreu outra ultrapassagem no mesmo ponto da pista. Dessa vez Luizinho Gonzaga fez o ataque bem-sucedido na freada do S.

Durante a 14ª volta, Gonzaga se aproximou de vez do vice-líder Renan Azeredo. O piloto vinha muito próximo do carro da frente, mas não conseguia posição ideal para o ataque. Luiz Tavares já colocava 4.6s de vantagem.

Abertura da volta 19: o Líder Luiz Tavares e Luizinho Gonzaga param nos pits. Renan assume a dianteira até sua parada na passagem seguinte. Gonzaga conseguiu diminuir a diferença para o líder em 2s.

A liderança foi reestabelecida com a parada nos boxes de Renan Azeredo na volta seguinte. Furriel, Almeida e Goldner também pararam na vigésima volta.

Após as paradas dos líderes da prova, as primeiras posições ficaram assim: Tavares, Luizinho Gonzaga, Renan Azeredo, Marcos Furriel, Suellio Almeida e Erick Goldner completam o top 6.

O pelotão se acomodou após o ciclo de paradas, e a disputa pela 5ª posição pegou fogo, Erick Goldner com o carro #14 e Suellio Almeida #17 travavam ótima batalha pelo quinto lugar.

A volta 25 foi de drama para Renan Azeredo. O então terceiro colocado parou inexplicavelmente no meio da reta dos boxes e viu suas chances de pódio desaparecerem -mais tarde, no chat da transmissão, o piloto inconformado informou que foi punido com stop and go.

Suellio Almeida e Erick Goldner agora disputavam o quarto lugar. Goldner pressionou muito desde o S do Senna. Em ótima briga entre os dois, a disputa seguiu pela curva do Sol até resultar na ultrapassagem. Suellio escapou da pista, mas não perdeu velocidade. A manobra de Goldner começou no S do Senna e se concretizou 3 curvas adiante.

Os últimos 10 minutos de prova reservaram emoções no meio do pelotão. Em briga pela 16ª posição, o piloto Tadeu Costa executou uma ótima ultrapassagem no Laranjinha.

Com menos de 5 minutos para a bandeira quadriculada, Tavares administrava sua liderança que já estava na casa de 8 segundos de vantagem para o vice-líder. Gonzaga p2 e Furriel p3 completavam o pódio naquele momento da corrida. Goldner buscava diminuir a vantagem de Furriel para se colocar na briga pelo terceiro lugar. A principal disputa nesse momento era entre Danilo Fonseca e Luciano Falkowski que batalhavam pela décima posição. Danilo levou a melhor.

Tavares recebeu a bandeirada em primeiro lugar consolidando o domínio que ele vinha tendo sobre os outros pilotos desde o treino classificatório. O piloto terminou a prova com 8 segundos de vantagem para o p2, Luizinho Gonzaga. Marcos Furriel completou o pódio, seguido por Erick Goldner e Suellio Almeida fechando o top 5. Em 6º lugar ficou Adaildo Vieira que conquistou 13 posições durante a prova, o sétimo foi Flávio Xavier que coletou 10 posições. Fecham o top 10, João Di Gregorio, Ralph Benitez e Danilo Fonseca.

Destaques positivo para o gaúcho Luciano Falkowski que ganhou um total de 17 posições para chegar em 11; e Jair Nogueira ganhou incríveis 21 posições para fechar a corrida em p13.

Resultado (top20):

  1. Luiz Felipe Tavares
  2. Luizinho Gonzaga
  3. Marcos Furriel
  4. Erick Goldner
  5. Suellio Almeida
  6. Adalido Vieira
  7. Flavio Xavier
  8. João di Gregório
  9. Ralph Benitez
  10. Danilo Fonseca
  11. Luciano Falkowski
  12. Felipe Pascoal
  13. Jair Nogueira
  14. Diogo Garcia
  15. Lucas Dornella
  16. Tadeu Costa
  17. Matheus Machado
  18. Saulo Souza
  19. Paulo Vinicius
  20. Aluuizio Baena Drugovich

O que eles disseram:

“Essa semana eu estava com problema de roteador, fiquei reiniciando várias vezes e eu sabia que poderia ficar desaparecendo na corrida mas o importante era não cair do servidor e eu não caí. O qualy foi bom e eu consegui encaixar uma volta boa logo na primeira volta. Na corrida foi manter tudo em ordem longe dos incidentes e manter o pneu vivo. Basicamente foi fazer uma corrida pensando na próxima etapa. Parabéns ao Luizinho e ao Furriel que mesmo com problemas no equipamento conseguiu pegar esse segundo lugar. Queria agradecer a todos que assistiram e até a próxima”

Luiz Felipe Tavares

“Parabéns a Crown pelo evento, a todos da liga e da transmissão. O evento foi muito bom. Não fiz um bom qualy, poderia largar mais pra frente mas na largada tentei me estabelecer em segundo justamente porque eu sabia que o Tavares estava muito rápido, ele tinha um pace muito rápido. Infelizmente perdi a posição pro Renan, fiquei atrás do Renan e do Marcos esperando que eles acompanhassem o ritmo do Luiz Felipe. Economisei um pouco de combustível ali atrás mas depois eu vi a necessidade de passar, principalmente o Marcos que em um determinado momento da corrida ficou um pouco mais lento. Fiz um bom pit stop, fiquei no limite do combustível e por isso até tive que tirar um pouco o pé no final. Mas o Luiz Felipe tinha um ritmo sensacional. Então agora é trabalhar pra Daytona para afinar e melhorar a pilotagem pra tirar o tempo.”

Luizinho Gonzaga

“Eu estou um problema no volante de superaquecimento e junto com o desgaste do pneu ficou difícil manter o ritmo no início da prova. Depois de algumas voltas eu perco o feedback da pista e acaba prejudicando um pouco. A corrida foi boa, não esperava largar em 2º porque eu sabia que tinha gente mais rápida. O volante prejudicou um pouco e eu nem quis defender o Renan e o Luiz porque eu sabia que se fizesse isso o pessoal que vinha atrás poderia chegar e eu não terminaria nem entre os 5 primeiros. A próxima corrida em Daytona é uma pista que costumo andar bem apesar de não gostar muito. Eu acho que se o volante deixar e eu tiver inspirado no dia da pra ganhar. Mas hoje o ritmo dele era muito rápido.”

Marcos Furriel

“O Tavares fez aquela corrida que todo piloto e todo chefe de equipe gosta. Abriu vantagem e controlou do início ao fim largando da pole com uma tocada segura. Fiquei muito contente com o resultado e também com o que mostraram os pilotos. Deu para perceber que correram pensando no campeonato. Sabiam da importância de terminar e somar pontos e fizeram um grande evento. A Crown Racing e a W2 certamente estarão bem representadas na plataforma iRacing pela performance que vimos aqui nesta corrida em Interlagos”

Duda Pamplona, chefe da equipe Crown Racing

Assessorias de Imprensa

Assessorias de Imprensa

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais

Notícias Relacionadas

Igor Fraga lidera desafio mundial de velocidade contra o relógio

Igor Fraga lidera desafio mundial de velocidade contra o relógio

Bicampeão mundial e piloto recém contratado pela Red Bull, brasileiro supera sua própria marca e segue imbatível até o momento Igor Fraga: na fronteira entre o mundo real e o virtual - Toyota Racing/Divulgação O jovem brasileiro Igor Fraga, 21 anos, segue com sua...

Rally: campeão em 2019, Lucas Moraes é finalista no Sertões Virtual

Rally: campeão em 2019, Lucas Moraes é finalista no Sertões Virtual

Piloto da MEM Motorsport disputará a final neste sábado (30) contra Cadu Sachs; competição começou com 60 participantes e chega para sua grande final Lucas Moraes (direita) e Kaique Bentivoglio (esquerda) (Divulgação/RF1) O Sertões Virtual chegou em sua grande decisão...