Escute a rádio Planeta Velocidade!

XFINITY SERIES – Hoje sim, hoje não. Chastain fica perto da vitória, mas quem vence é Chase Briscoe

19 de setembro de 2020

j

Daniel Mendes

A última corrida da temporada regular da Xfinity Series aconteceu no oval 0,5 milha em Bristol. Com 11 pilotos já classificados para os playoffs, restando apenas uma vaga para a pós temporada, a corrida foi disputada do início ao fim.

Como planejado anteriormente haveria uma bandeira amarela de competição na volta 40. Os estágios 1 e 2 com duração de 85 voltas e o último segmento com 130 voltas.

Estágio 1 – 85 voltas

A corrida começou com Justin Allgaier na liderança brigando pela ponta com Ross Chastain, até que na terceira volta Chastain assume a ponta da prova. Até a volta 40 quando a bandeira amarela de competição foi acionada, o único problema foi o abandono de Matt Snyder com problema de vazamento de óleo.

Na volta 47 os pilotos relargam e Justin Allgaier assume a novamente a liderança da corrida.

Novamente a bandeira amarela foi chamada, dessa vez na volta 63, por conta do acidente envolvendo os carros de Vinnie Miller, Jeffrey Earnhardt, BJ McLeod e também Tommy Joe Martins.

Uma volta depois tivemos a bandeira vermelha, que não durou muito, cerca de 1 minuto e 20 segundos.

Na relargada Allgaier mantém a ponta e segura até a volta 85 para vencer o primeiro estágio, conseguindo assim a sua 11ª vitória em segmentos na temporada.

Estágio 2 – 85 voltas

Começo de estágio e Ryan Sieg, numa tática diferente, assume a liderança e relarga na frente ao lado de Justin Allgaier, porém sua liderança não dura muito.

Na volta 121, Brandon Jones toca no carro de Joe Graff Jr, que acerta em cheio o carro de Micheal Annett. Bandeira amarela acionada mais uma vez e Annett vai para o box, mas há óleo na pista, então a direção de prova paralisa mais uma vez a corrida. Dessa vez a bandeira vermelha durou 9 minutos.

Os pilotos relargam na volta 130, Allgaier na ponta e ao seu lado Austin Cindric. Seis voltas depois, Ross Chastain batalha com Harrison Burton pela 5ª posição e consegue ganhar, dando um bump no piloto a sua frente.

Novamente mais bumps de Chastain, dessa vez na volta 148 e para cima de Noah Gragson que também devolve o bump, mas ambos os pilotos seguram bem os carros e se mantém na pista.

Volta 171 e Justin Allgaier cruza em primeiro para vencer mais um segmento, seguido por Cindric em segundo.

Estágio Final – 130 voltas

O último estágio estava com cara de que Chastain conseguiria a sua primeira vitória na temporada. Mas, não foi isso que aconteceu.

No começo do segmento, Chastain pulou para liderança da prova. Justin Allgaier perde rendimento e cai para 6º.

Bayle Currey perde uma mola e traz novamente a bandeira amarela na volta 203. Os pilotos relargam na volta 210 e Chastain consegue manter a ponta da corrida.

Chegando no final da prova, na volta 246, outra bandeira amarela acionada e os lideres aproveitam para fazer o último pitstop. Melhor para Ross Chastain que consegue voltar a frente.

Mas na relargada na volta 252, Chastain perde a liderança para Austin Cindric e vê a sua vitória escapar mais uma vez. Entretanto, na volta 285, Cindric fica sem a direção hidráulica o que deixa o volante mais pesado e dificulta a pilotagem.

Uma boa oportunidade para Chastain conseguir sua primeira vitória na temporada, mas faltando 10 voltas para o fim, brigando pelo segundo lugar, Chastain é ultrapassado por Chase Briscoe.

Na segunda posição Briscoe parte para o ataque em Cindric, que já estava com grandes dificuldades de guiar seu carro. Na volta 295, Briscoe assume a liderança e consegue vencer mais uma na temporada.

Por outro lado, Chastain pega o segundo lugar de Cindric, que termina a corrida na terceira posição em Bristol.

Playoffs

A última vaga para os playoffs ficou com Brandon Brown, que terminou a corrida na 12ª posição e se manteve entre os 12 classificados para a pós temporada.

Crédito: Nascar Xfinity/ Twitter

Os playoffs começam em Las Vegas, com Chase Brisco e Austin Cindric empatados em pontos na liderança da classificação, ou seja, começam bem a pós-temporada.

Opinião Lorenzo Francez

A corrida foi dominada por Allgaier e Chastain, dois pilotos que andam forte. Porém muitas vezes não conseguem manter esse domínio e transformá-lo em vitória. Justin Allagaier conseguiu fazer isso em 3 oportunidades, duas nas corridas em Richmond. Já Ross Chastain bateu na trave novamente, pela 5ª vez terminando em segundo.

Chase Briscoe mostrou que está preparado para a Nascar, um piloto que sabe o momento certo de atacar, me lembra muito o estilo de Kevin Harvick, que sabe como poucos fechar uma prova. Por outro lado, Cindric com problemas no carro poderia ter tido uma melhor sorte e fechou em terceiro.

E fechando a minha opinião, uma bela corrida de Anthony Alfredo, que largou em 19º e terminou na 6ª posição, por pouco não pegou um top 5. Agora é esperar começar os playoffs e ver se Chastain vai conseguir avançar já que é um dos 5 pilotos classificados que não tem vitória.

Opinião Francisco Brasil

Ele voltou, estilo Kevin Harvick. Chase Briscoe atacou no finalzinho para faturar sua sétima vitória e garantir bons pontos para o playoff. Após algumas provas complicadas, o piloto do #98 volta a crescer, e no momento certo.

Por outro lado, Ross Chastain entra em situação complicada na fase final, pois tem poucos pontos bônus conquistados, mas pelo menos finaliza a fase regular em terceiro, o que lhe garante alguns tentos extras. Não é suficiente para manter seu favoritismo à final, portanto o garoto melancia tem que vencer para se recuperar.

Por fim, mais uma vez Allgaier perdeu rendimento no final. Parecia que a JR tinha resolvido essa questão, que atrapalhou o piloto boa parte da temporada. E numa prova dominada pelo Camaro #7, Allgaier nadou, nadou, e morreu na praia. Isso não pode mais ocorrer se realmente querem o título.

Opinião Alex Leonello

Depois da Cup e da Truck Series, chegou a vez da Xfinity dar fim a fase regular de seu campeonato e iniciar os playoffs.

Bristol é sempre bem-vinda no calendário e, desta vez, não foi diferente.

Desafiador, este circuito viu o veterano Allgaier faturar ambos os segmentos iniciais, dando a impressão de que mais uma de suas vitórias estavam a caminho.

Mas a velha conhecida caixa de surpresas da NASCAR estava aberta e as chances de vitória passaram também nas mãos de Cindric e Chastain.

Ao fim, levando a melhor sobre os demais, Chase Briscoe faturou a etapa.

Para começar bem a próxima fase da temporada, as apostas devem ser altas, pois a prova ocorrerá em Las Vegas e quem quebrar a banca avança automaticamente nas finais. Fiquem ligado. O que acontece em Vegas vem para o PLANETA VELOCIDADE

Daniel Mendes

Daniel Mendes

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais