Escute a rádio Planeta Velocidade!

Chiron Super Sport: brutalidade para poucos

8 de junho de 2021

j

Derek Mayer

Depois de apresentar a versão final do Bugatti La Voiture Noire, um one off que até então ostenta o título de carro mais caro do mundo (numa conversão direta, custará cerca de 67 milhões de reais), a fabricante francesa de Molsheim apresenta a versão Super Sport do Chiron.

chiron

Inaugurada pela em 1931 com o Bugatti Type 55, a sigla Super Sport remete seus modelos ao que há de mais luxuoso e de alto desempenho produzido pela marca, mas que devido aos altos e baixo que a fabricante passou, este nome reapareceu apenas em 1993 com o EB110, quando a marca renasceu e em seguida desapareceu novamente, sendo ressuscitada pelo grupo Volkswagen mais adiante. Deste então a denominação Super Sport tem aparecido em todos novos modelos da marca.

A nova versão é derivada diretamente do modelo Super Sport 300, porém esta foi uma edição limitada que primava pelo desempenho, onde a redução de peso do modelo acabou por reduzir também a alta luxuosidade do carro. Já nesta edição de série do Chiron, todo o luxo que se espera de um Bugatti está presente e claro, com o alto desempenho que se imagina.

A versão é equipada com o bem conhecido motor W16 de 8 Litros e quatro turbos do Chiron “normal”, porém a empresa conseguiu extrair 100 cavalos a mais do motor, o que eleva sua potência para estrondosos 1600 cv e nada menos que 163,15 Kgf.m de torque.

Com todos estes predicados, fica até difícil falar em aceleração de 0 a 100 Km/h, onde a métrica foi substituída para 0 a 200 Km/h, que neste caso é alcançada em apenas 5,8 segundos (de 0 a 300 Km/h são apenas 12s1!) – para se ter uma ideia de quão brutal é este número de aceleração do Chiron Super Sport, um Renault Sandeiro RS com motor 2.0L sai da imobilidade e atinge 100 Km/h em “longos” 9,7 segundos.

Como era de se esperar, com números tão insanos como os apresentados acima, a velocidade também chega aos insanos 440 Km/h de máxima e isto pode ser um efeito do alongamento da traseira do carro em 250mm, deixando-o com uma certa silhueta de um autêntico long tail, artificio muito usado pelos fabricantes para melhorar o desempenho aerodinâmico dos seus carros.

“Ajustamos todos os parâmetros possíveis ao desenvolver o chassis do Super Sport, de modo a conseguirmos a melhor configuração para uma aceleração tão grande, aliado a experiência única de conforto e luxo da Bugatti”, disse Jachin Schwalbe, chefe de desenvolvimento de chassis da marca.

chiron

O carro é equipado com rodas de 20 polegadas na dianteira e de 21 na traseira, calçadas com os novos pneus Michelin Pilot Sport Cup 2, desenvolvidos com exclusividade para o modelo. Seu cambio é automático de 7 velocidades, que enviam toda a potência do motor para as quatro rodas do carro.

Mas, como tudo na vida tem o seu preço, o novíssimo Chiron Super Sport cobra o seu: o novo modelo tem preço estimado em 3,2 milhões de euros, porém, mesmo sendo uma cifra tão alta, o modelo não é de produção limitada e sendo assim, uma boa parcela dos endinheirados pelo mundo poderão colocar em sua garagem a nova joia da coroa francesa.

Fotos Divulgação/Bugatti

Derek Mayer

Derek Mayer

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais