NASCAR CUP – Richmond e seus vencedores

11 de setembro de 2020

j

Lorenzo Francez

A próxima etapa do playoff da NASCAR CUP SERIES acontece no oval de Richmond. Uma pista curta onde a emoção vai do inicio ao fim da prova. E nós do Planeta Velocidade vamos relembrar as 20 vitórias dos pilotos que estão no playoff.

Ao todo, 8 dos 16 pilotos que participam da fase final já venceram em Richmond. Sendo Kyle Busch, piloto do #18, o maior vencedor entre eles, com 6 vitórias. Hamlin e Harvcick tem 3 vitórias, enquanto Kurt Busch, Clint Bowyer e Martin Truex Jr., contam 2 vitórias, além de Logano e Keselowski que tem 1 vitória cada.

1ª vitória de Kyle Busch – 2009/1

A primeira vitória de Kyle Busch em Richmond veio em uma corrida marcada pelas bandeiras amarelas. Ao todo tivemos 15, um número considerável.

Na parte final da corrida, faltando menos de 50 voltas para o fim, Kyle Busch assumiu a liderança. Nesse período tivemos duas bandeiras amarelas, mas o piloto conseguiu bons pits e manteve a ponta.

Buschinho liderou 53 voltas apenas, ou seja, soube atacar no momento certo e conseguiu a sua vitória.

Acompanhe como foi:

Richmond – 2ª vitória de Kyle Busch – 2010/1

Kyle Busch começou muito bem a corrida, já que fez a pole e se manteve na liderança por boa parte da prova. Mas no meio do terço final da corrida, Jeff Gordon assumiu a liderança.

O piloto do #24 liderou 144 voltas, mas foi ultrapassado no final por Kyle Busch que conseguiu se manter na ponta. Além disso, “Buschinho” liderou 226 voltas das 400 em Richmond.

Richmond – 3ª vitória de Kyle Busch – 2011/1

Em 2011 “Buschinho” repetiu a dose e venceu mais uma em Richmond. Largando em 5º, o piloto da Joe Gibbs foi dominante e liderou 235 voltas das 400 completadas.

A corrida foi marcada por 8 bandeiras amarelas e 10 mudanças de líderes, mas nem isso foi capaz de tirar a vitória de Kyle Busch, que naquela ocasião vencia a sua terceira corrida consecutiva.

Confira as voltas finais:

Richmond – 4ª vitória de Kyle Busch – 2012/1

A sua terceira vitória, veio em um bom pit stop na bandeira amarela a 13 voltas do fim. O piloto assumiu a liderança e relargou bem, mantendo a ponta da prova.

Em segundo estava Tony Stewart, que foi atacado por Dale Earnhardt Jr. Jr assumiu a segunda posição e foi para cima de “Buschinho”, mas não conseguiu chegar e a vitória ficou com o piloto do #18.

Confira como foi:

5ª e 6ª vitórias de Kyle Busch – 2018

As duas últimas vitórias de Kyle Busch em Richmond aconteceram em 2018. O piloto do #18 venceu a primeira corrida em abril em cima de Chase Elliott num grande final, já que a corrida foi para a prorrogação, que é quando há uma bandeira amarela no final da corrida.

Já a segunda vitória em Richmond naquele ano foi especial, pois garantiu a ele a vaga para próxima fase do playoff. E é isso que ele vai buscar fazer na corrida deste fim de semana.

Confira como foram as duas últimas vitórias de Buschinho:

Kevin Harvick e Denny Hamlin

 Os pilotos dominantes da atual temporada, estão empatados em vitórias no oval de Richmond, ambos com 3 triunfos. Será que vai ter desempate na próxima corrida? Aguardemos, mas vamos relembrar as vitorias de cada um deles, começando por Harvick.

Richmond – 2006/2 – 1º triunfo de Harvick

Em setembro, mês que acontece a segunda corrida em Richmond, Kevin Harvick ainda no carro #29 vencia a sua primeira neste oval.

Numa corrida dominada por Kyle Busch, que liderou 248 voltas das 400 completadas, mas Harvick com um ritmo melhor ao final da corrida aproveitou o tráfego das 5 voltas finais para brigar pela ponta.

Com duas voltas para o fim, Harvick passou Kyle Busch e conseguiu a vitória, frustação para Buschinho, mas alegria para Kevin Harvick.

2ª vitória de Harvick – 2011/2

Ainda correndo pelo carro #29, Harvick foi o piloto que mais liderou voltas na ocasião, somando 202 voltas na frente do pelotão, porém outro piloto também estava com ritmo bom, Carl Edwards, que brigaria pela vitória.

A prova teve 15 bandeiras amarelas e 11 mudanças de líderes, mas Harvick recuperou a liderança na última bandeira amarela, que aconteceu na volta 385. Daí em diante o piloto administrou e suportou a pressão de Edwards para conseguir mais um triunfo.

Richmond 2013/1 – vitória 3

Mostrando o porquê do apelido “The Closer”, Harvick liderou apenas 3 voltas nesta corrida, as 3 voltas finais da prorrogação.

Relargando de sétimo na parte final, conseguiu uma manobra e pulou para segundo, pois ele havia aproveitado a bandeira amarela a 3 voltas do fim para trocar os 4 pneus. Já Jeff Burton e Jamie McMurray não trocaram pneus e largaram na frente.

Mas, isso custou caro pois ambos perderam posições, o que favoreceu Harvick que assumiu a ponta e vencer a corrida.

Denny Hamlin e suas vitórias

Em 2009 Hamlin liderou 299 voltas, cerca de 75% das programadas, e venceu a corrida. Uma prova com 10 bandeiras amarelas, sendo a última a 14 voltas do fim, que não foi o suficiente para tirar a vitória de Hamlin

A segunda vitória de Hamlin foi em 2010, numa corrida tranquila, onde ele foi pouco ameaçado na parte final. Seu companheiro de equipe Kyle Busch tentou fazer uma pressão, mas não conseguiu passar.

Hamlin foi o piloto dominante do dia, liderou 251 das 400 voltas completadas, estava com o carro bem acertado e conseguiu faturar a vitória para Joe Gibbs, que em 2010 mandou em Richmond.

E sua última vitória foi em 2016, quando Denny largou na pole position, mas teve seu domínio divido com Martin Truex Jr., que combinados lideraram 382 voltas das 400 completadas.

A corrida chegou a ir para prorrogação, mas Hamlin conseguiu segurar e vencer mais uma em Richmond. Lembrando que na parte final, Denny foi dominante liderando as últimas 86 voltas. Confira como foi a última vitória dele.

Kurt Busch, Clint Bowyer e Martin Truex Jr.

O que esses três pilotos tem em comum? Todos possuem 2 vitórias em Richmond. Para que possamos começar, vamos por ordem de idade iniciando com Kurt Busch, que conquistou as suas vitórias em 2005 e em 2015.

Ainda correndo pela Roush, Kurt Busch conseguiu a sua primeira vitória em Richmond, liderando 185 voltas e sendo o piloto dominante da corrida. Uma corrida onde teve 12 bandeiras amarelas e 23 trocas de liderança, mas Kurt Busch venceu com certa tranquilidade.

Em 2015, já em outra equipe, agora correndo pela Stewart Haas, Kurt Busch foi mais dominante ainda e liderou 291 voltas. Ele perdeu a liderança na volta 353 para Brad Keselowski, mas recuperou em seguida e se manteve para o triunfo em Richmond.

Clint Bowyer e suas vitórias

Diferente dos outros pilotos que já citamos, Bowyer não foi tão dominante nas suas vitórias em Richmond.

Em 2008 o piloto liderou apenas 13 voltas, sendo que assumiu a liderança da prova na volta 398, quando Kyle Busch rodou Dale Earnhardt Jr, causando assim a última bandeira amarela da corrida.

Na relargada Bowyer segurou a liderança, e Kyle Busch que vinha logo atrás foi pressionado por Mark Martin, mas manteve a liderança. Resultado final, Bowyer vencia a sua primeira em Richmond.

Já em 2012 a emoção não foi tão grande quanto em 2008. Bowyer assumiu a ponta da prova ao passar Ryan Newman faltando 88 voltas para o fim e ali se manteve até o final. Num bom ritmo, Clint conseguiu a sua segunda vitória em Richmond.

Truex Jr domina Richmond em 2019

A primeira corrida do ano em Richmond foi dominada por Martin Truex Jr, que liderou 186 voltas. Mas a chegada foi emocionante, já que Joey Logano foi para o ataque no final da corrida e quase conseguiu a vitória.

Porém, o piloto Truex Jr segurou bem e conseguiu a sua primeira de duas vitórias em Richmond.

Na segunda corrida de 2019 Truex Jr venceu, mas o cenário foi diferente. Desta vez o piloto assumiu a ponta faltando 26 voltas ultrapassando Kyle Busch e abrindo vantagem, tanto que a corrida terminou com Truex Jr, chegando 2 segundos a frente de “Buschinho”.

A dupla da Penske

Dois pilotos de uma equipe importante da NASCAR também venceram. Brad Keselowski e Joey Logano, da Penske, deixaram seus nomes carimbados em Richmond. Vamos começar com Brad e sua vitória em 2014.

Em um domínio absurdo, Brad Keselowski liderou 383 voltas das 400 completadas. Para que ele conseguisse isso foi necessário um carro bem equilibrado e ele se manteve a frente do pelotão e faturou a sua única vitória neste oval.

A corrida teve poucas bandeiras amarelas – apenas 4 – e também 4 trocas de liderança, sendo que elas se alternaram entre Keselowski e Harvick, mas isso não foi ruim, sempre há emoção.

Joey Logano e sua vitória em Richmond

Joey Logano fez o 5º melhor tempo na classificação para corrida, porém uma troca de cambio, fez com que o piloto largasse no final do pelotão. Pois bem, Logano foi fazendo uma corrida de recuperação e atacou no momento certo.

Faltando 17 voltas para o fim, Logano ultrapassa Kyle Larson, assume a liderança da corrida e não larga mais. No fim Brad Keselowski até tentou se aproximar, mas não conseguiu e ficou com a segunda colocação.

Richmond 2020

Válida pelo playoff, essa corrida vai ser eletrizante e novamente, assim como em Darlington, um dos pilotos que citamos podem vencer, já que na corrida passada, Harvick venceu.

Agora é esperar o domingo e ver se Kyle Busch manterá o domínio em Richmond, ou se a dupla da Penske consegue mais uma vitória.

Lorenzo Francez

Lorenzo Francez

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais