NASCAR Xfinity Series – Justin Allgaier fatura prova 1 de Richmond.

12 de setembro de 2020

j

Alex Leonello Teixeira

Foto Jared C. Tilton | Getty Images

Mais uma vez a NASCAR reuniu suas três principais categorias em um único circuito para a realização de nada menos do que 4 provas, sendo uma da Truck Series, duas da Xfinity Series e uma da Cup Series.

Revisão Francisco Brasil
Foto estaque Foto Jared C. Tilton | Getty Images

O palco desta overdose de velocidade era o oval de ¾ de milha de Richmond, situado no estado norte americano da Virgínia.

A primeira prova da Xfinity Series, segunda principal categoria da NASCAR, ocorreu já sexta feira, dia 11/09 e contava com a presença do bicampeão da Cup Series Kyle Busch, a bordo do Toyota Camry número 54 da equipe de Joe Gibbs.

O pole position desta etapa foi o piloto do Chevrolet Camaro número 10 da equipe Kaulig Racing, Ross Chastain.

Estágio 1 – 75 voltas

Quando o pano verde foi finalmente agitado, Chastain manteve sua posição e abre boa vantagem sobre Brandon Jones, Harrison Burton e Austin Cindric.

Na volta 15, Colby Howard acerta o muro e provoca a primeira bandeira amarela da prova que, por sua vez, é bastante longa, em função de uma leve garoa que caia sobre o circuito. A ação é retomada com as primeiras posições inalteradas e Chastain passa a ter que se defender de Cindric.

Austin Cindric
Foto Jared C. Tilton | Getty Images

Nos trechos longos de prova, Haley vem se mostrando mais rápido e, assim, vem conquistando posições, a ponto de ocupar o segundo posto na volta 33.

A bandeira amarela de competição é acionada e vários pilotos aproveitaram a oportunidade para buscar os boxes para ajustes, reabastecimento e troca de pneus.

Harrison Burton fica na pista e relarga na frente, contudo, com menos de meia volta, a bandeira amarela teve que ser acionada novamente, depois que uma disputa com 4 carros lado a lado termina em contato entre Haley e Chastain, que leva Myatt Snider ao muro.

A relargada é dada na volta 53, com Kyle Busch bem próximo do líder, mas a troca de pneus gerou frutos aos pilotos que pararam nos boxes e Chase Briscoe logo veio para se tornar o ponteiro.

Cindric checa para a briga e ultrapassa Briscoe na volta 61, tornando-se o novo líder. Sem ser superado, Cindric recebe na frente a bandeira quadriculada verde e branca que lhe dava a vitória do primeiro estágio da competição, na volta 75.

Estágio 2 – 75 voltas

Com a prova retomada, Cindric lidera por bastante tempo, com Chastain no segundo posto, Justin Allgaier conquistando várias posições e Haley recuperando o tempo perdido em decorrência do acidente que sofrera.

Allgaier chega e, no giro 126, ultrapassa Cindric e assume a ponta. Assim, depois de um trecho de prova incrível, Allgaier vence o segundo segmento da prova, na volta 150.

Estágio Final – 110 voltas

Foto Jared C. Tilton | Getty Images

Com a prova retomada, na volta 158, vê-se uma grande disputa pela liderança entre Cindric e Briscoe, onde o piloto do carro 22 levou a melhor. Mas não durou muito, pois Haley se aproximou e o superou para andar na frente, a partir da volta 174.

Restando apenas 29 voltas para o final, Allgaier se aproxima e ultrapassa Haley para se tornar o novo líder.

Sem ser mais alcançado, Justin Allgaier recebe na frente a bandeira quadriculada, vencendo a etapa 1 de Richmond e obtendo sua segunda vitória na temporada. Na segunda colocação atingiu a meta Justin Haley e, fechando o top 3, completou a prova Kyle Busch.

Após o final da etapa, Allgaier declarou que:

“Sinto que tivemos muitas chances de vitórias, mas não conseguimos obtê-las e tem sido muito frustrante, mas estou orgulhoso desses caras e orgulhoso do esforço deles. Os pit stops foram incríveis. Todos na JR Motorsports construíram um Camaro fantástico. Tenho que agradecer ao homem lá em cima. Esta noite foi definitivamente um empurrão até o fim, mas apenas tivemos a sorte de que precisávamos. Eu digo sorte, mas sorte são oportunidades que encontram preparação. Estávamos preparados e as oportunidades surgiram esta noite”.

Embora desapontado por não ter vencido, Justin Haley, que buscava mostrar a todos que também poderia vencer em um oval curto, comentou que:

 “Allgaier estava um pouco melhor. Estou cansado de ver todo mundo nas redes sociais dizendo que não posso aparecer em nenhum lugar a não ser em superspeedways. Então, finalmente apareci em algum lugar onde o talento é importante”.

A inspeção de final de prova apontou que Ross Chastain tinha uma porca solta em uma das rodas de seu carro, enquanto Chad Finchun foi desqualificado em decorrência de irregularidade na altura da traseira de seu carro.

Opinião Alex Leonello

Justin Haley (No. 11) and Justin Allgaier (No. 7) Foto Jared C. Tilton | Getty Images

Este oval curto e desafiador de Richmond foi o palco escolhido pela NASCAR para sediar as duas provas da Xfinity Series que antecedem a etapa final da fase regular do campeonato, no Coliseu de Bristol.

Mas havia um intruso no caminho e no qual quase todos seriam capazes de apostar que sairia vitorioso no final da corrida. Vindo da Cup Series e com mais de 100 vitórias na Xfinity Series, o veterano Kyle Busch chegou a esta etapa em busca de mais um triunfo, para despero daqueles que ainda buscam a classificação para as finais.

Mas como na NASCAR nem sempre as coisas são como aparentam ser, o veterano da vez não foi o bicampeão da Cup Series, mas sim Allgaier, piloto regular da própria categoria.

Justin Haley, que tem se destacado muito bem superspeedways, fez uma excelente prova neste oval curto, tirando de seus ombros o peso de um rótulo que a mídia e alguns fãs insistiam em lhe colocar.

Com duas provas restantes, apenas o 12° posto dos playoffs ainda se encontra em aberto e a disputa por está vaga ocorre entre Brandon Brown e Jeremy Clements.

Contudo, como se sabe, quaisquer triunfos de pilotos que ainda não venceram durante a fase regular podem mudar tudo, visto que eliminariam aqueles que buscam sua classificação por pontos nas últimas posições.

Só o tempo dirá!

Opinião Francisco Brasil

Kyle Busch (No. 54) Foto Jared C. Tilton | Getty Images

Que fase Kyle Busch! Segunda prova no ano da Xfinity Series que o bicampeão da Cup perde na pista. Diferente da bela disputa com Chase Briscoe, dessa vez Busch não teve desempenho para vencer em momento algum.

Melhor para Allgaier, que soube gerenciar bem seus pneus e venceu de forma convincente, ainda “auxiliado” pela fraca apresentação de Austin Cindric e Chase Briscoe, os maiores vencedores da categoria.

Agora só restam duas etapas para quem está classificado somar importantes pontos bônus e para quem precisa de um milagre – diga-se, vitória – para seguir no sonho do título.

A próxima etapa da Xfinity Series ocorrerá já no dia 12/09, nesta mesma pista Richmond, e será a penúltima da fase regular do campeonato da categoria.

Até já!

Alex Leonello Teixeira

Alex Leonello Teixeira

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais