Escute a rádio Planeta Velocidade!

Fabricantes de volta ao DTM

7 de abril de 2021

j

Marcio de Luca

Como é do conhecimento de quem acompanha o automobilismo mundial, a Mercedes-Benz havia deixado o DTM ao final da temporada de 2019 e a Audi seguiu o mesmo caminho no ano seguinte, deixando apenas a BMW na competição. 

DTM 2020

Mas Gerhard Berger, manda chuva da competição, e seus pares agiram rápido e deram uma nova roupagem à categoria, trazendo para o campeonato a regulamentação FIA GT3, deixando para trás a Class One, uma tentativa de criar um campeonato que fosse uma convergência do DTM e o SuperGT japonês, cuja adesão foi muito aquém do esperado. 

E eis que surgiu a luz no fim do túnel, que era na verdade o sol. Mas não o sol nascente japonês, porém aquele que iria aquecer de verdade o campeonato alemão de turismo, que já foi o maior do mundo, mas estava quase em vias de extinção – mesmo que de forma quase que indireta Mercedes e Audi voltam ao grid e praticamente com seus times de fábrica na pista. 

No lado Audi temos a ABT, time que geria as operações de pista da fabricante das quatro argolas, que continuará no grid com os R8 GT3, recebendo apoio da fábrica. Já a Mercedes reformulou sua área de motorsport a fim de fortalecer os times que irão competir com seus carros, onde a HRT, equipe que cuidava do time de fábrica da estrela de três pontas, continua sua cruzada com o apoio da fabricante. 

“É ótimo e, claro, também um grande desafio que a Mercedes-AMG Motorsport esteja agora competindo no DTM com o Mercedes-AMG GT3 como faremos. Ao nos envolvermos nesta série de corridas de longas datas, estamos adicionando outro pilar ao nosso bem sucedido Programa de Corrida ao Cliente Mercedes-AMG. Para o nosso segmento de clientes esportivos e o Mercedes-AMG GT3, esta é uma plataforma importante e familiar para expandir a presença de nossa marca. É ainda mais agradável que junto com as equipes de nossos clientes, tenhamos conseguido colocar em prática um programa tão abrangente com um total de sete Mercedes-AMG GT3 operados por cinco equipes e uma forte lista de pilotos já nesta nova fase do DTM”, disse Christoph Sagemüller, que recentemente assumiu o recém-criado cargo de chefe da Mercedes-AMG Motorsport.

Sendo bastante honesto, esta saga do DTM de crescer a ponto de praticamente explodir e momentos depois encolher a ponto de quase deixar de existir parece fazer parte da competição e, mesmo sabendo que em todas as demais vezes ele se regenerou, a tensão gerada é muito grande. Porém, o que em determinadas partes do mundo isso seria um grande agente prejudicial, para este campeonato específico parece surtir um efeito contrário, dado seu poder de regeneração.

MercedesAMGCustomerRacing_GT_Programm_2021_01

Enfim, para o bem do automobilismo mundial, ao que tudo indica, o DTM voltará a ser forte novamente e aquela sombra deste importante campeonato ser exterminado, parece que definitivamente desapareceu, o que é um grande alento para o esporte, pois este campeonato – além de ser um grande celeiro de novos talentos – dará condições para que diversos times mantenham suas portas abertas e, com isso, muitos postos de trabalho sejam mantidos e até mesmo novos postos sejam criados.

Fotos Divulgação

Marcio de Luca

Marcio de Luca

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais