Escute a rádio Planeta Velocidade!

FORD GT40: O MITO QUE FINDOU O REINADO DA FERRARI NA 24H DE LE MANS

24 de fevereiro de 2021

j

Marcio de Luca

Na década de 60 Enzo Ferrari tentou vender sua empresa e quando estava quase tudo certo para a venda da Ferrari para a Ford Motor Company, Enzo desistiu, o que causou um grande furor em Henry Ford II, o então presidente da empresa americana.

Nesta ocasião, a Ferrari, tradicional fabricante de carros esportivos italiana, vinha abocanhando quase tudo o que aparecia pela frente nos campeonatos que participava, dentre as quais, as 24 Horas de Le Mans, a mais tradicional prova automobilística do planeta.

Henry Ford II então decidiu que daria cabo ao reinado da marca italiana, ordenando que fosse criado um modelo capaz de bater a marca do cavalinho rampante nas 24 Horas de Le Mans.

Para se ter uma idéia do tamanho da empreitada, de 1958 a 1965, a Ferrari só perdeu as 24 Horas de Le Mans para a Aston Martim em 1959 e, fora esta sequência, já havia vencido em 1949 e em 1954, batendo nomes como Jaguar, Bugatti, Alfa Romeo, entre outras marcas.

Em 1963 a Ford iniciou um projeto denominado “Ford GT” e sob o comando de John Wyer, tomando como base um modelo Lola MK6, começou na Inglaterra a criação do que seria o mito, que no protótipo, inicial as semelhanças com o modelo base eram grandes, mas a elegância das linhas, ao mesmo tempo agressiva, gerou um modelo de perfil baixíssimo, batizado de Ford GT 40 – o “40” do seu nome diz respeito à sua altura: 40 polegadas, ou apenas 1029mm.

O primeiro teste do GT40 foi no dia 31/05/1964 nos 1000 Km de Nürburgring, na Alemanha e, para a infelicidade da marca americana do oval azul, a prova foi um desastre.

Denominado Ford GT40 Mk I, o modelo pilotado pelo americano Phil Hill e pelo neozelandês Bruce McLaren abandonou a prova devido a problemas na suspensão e para completar a infelicidade, a prova foi vencida pela Ferrari 275P pilotada pelos italianos Ludovico Scarfiotti e Nino Vacarella.

O Ford GT40 Mk I contava com motor V8 de 4737cc.

Ford GT40 Mk I

A prova debut para o Ford GT40 nunca foi vencida por um modelo da Ford, tendo os modelos Porsche como os maiores vencedores (11 vezes) e a Ferrari como o sendo o time de fábrica que mais vezes venceu, sete ao todo.

A marca passou todo o restante do ano de 1964 desenvolvendo o modelo, para em 1965 entrar na briga pela vitória das 24 Horas de Le Mans, sonho quase que obsessivo de Henri Ford II.

Neste ano a marca contou com dois modelos distintos competindo (seis carros ao todo, onde um era uma versão conversível), sendo as versões MK I e MK II, que contava com motor V8 de 6997cc e diversas melhorias, incluindo a carenagem redesenhada, que até hoje é aclamada como a mais bonita de todas lançadas (foi este modelo que serviu de base para o Ford GT, que nada mais é que uma reedição deste modelo de 1965).

Mais uma vez a marca americana fracassou, tendo o modelo MK II do time Shelby American Inc como sendo o que mais voltas completou, perfazendo 89 giros no circuito.

Ironicamente, neste ano a Ferrari ganhou novamente, porém com o time americano North American Racing Team, com um modelo 250LM, pilotado pelos americanos Masten Gregory e Ed Hugus e pelo austríaco Jochen Rindt, dando ao todo 348 voltas no circuito francês.

Ford GT40 MK IV

Mas eis que chegou o ano de 1966, que viraria de vez a página da competição, fazendo o patrão Henry Ford II se alegrar com o modelo que três anos antes começava a dar os primeiros passos.

Dividido em diversos times, incluindo um denominado Ford France S.A., alinharam 12 Ford GT40 para as 24 Horas de Le Mans de 1966 e daí veio a virada de mesa do modelo americano: as três primeiras posições foram ocupada pela versão MK II, levando o modelo ao tão sonhado estrelato.

Em 1967 a marca venceu novamente com a versão MK IV, completamente redesenhada (carenagem, chassis e motor) pelo americano Carroll Shelby, que contava com o mesmo motor V8 de 7.0 litros utilizado na versão MK II, porém com muito mais potência.

No ano de 1968 o GT40 ganhou novamente, porém com um modelo da versão MK I, que faria uma façanha maior ainda: o mesmo carro venceu novamente a lendária prova francesa de longa duração de 1969.

Ford GT40 1969

O feito ocorreu nos metros finais da competição, após uma longa batalha entre o GT40 e um Porshe 908 Coupé do time da fábrica alemã, que ficou em segundo, sendo acompanhado (a distância) por outro Ford GT40.

O Ford GT40 entrou para o hall da fama como sendo o único modelo a vencer quatro vezes consecutivas às 24 Horas de Le Mans, sendo o primeiro modelo americano a vencer esta prova. A Ferrari, como anteriormente citado, venceu uma sequencia de seis provas consecutivas, porém, com modelos diferentes.

A Ford parou de fabricar o mito em 1969 e o modelo que venceu pela primeira vez as 24 Horas de Le Mans está avaliado em mais de 8 milhões de dólares.

Em 2002 a Ford apresentou um novo GT40 como carro conceito, porém isto é assunto para o próximo capítulo dessa história, que literalmente ainda não acabou.

Fotos Divulgação

Marcio de Luca

Marcio de Luca

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais