Escute a rádio Planeta Velocidade!

FÓRMULA 1 – Em dia de homenagens a Hubert, Hamilton reina e vence GP da Belgica. Ferraris não pontuam!

30 de agosto de 2020

j

Colaboradores Planeta Velocidade

Neste final de semana a Fórmula 1 desembarcou na Belgica para a realização de sua 7ª etapa no circuito de Spa-Francorchamps. É o GP de número 65 em terras belgas, que abriga aquele que é considerado um dos circuitos mais rápidos, técnicos e perigosos do mundo e comporta aquela que é a curva mais famosa do calendário, a temida Eau-Rouge. O dia foi marcado por diversas homenagens dos pilotos ao falecido Antoine Hubert que perdeu sua vida no circuito em uma prova da Fórmula 2 no ano passado.

Texto Renato Moraes
Facebook: https://www.facebook.com/luizrjm
Instagran: https://www.instagram.com/luizrjm/
Revisão Francisco Brasil
Foto destaque Twitter Mercedes AMG F1

Mais uma vez as Mercedes foram dominantes e a Red Bull usou o que tem de melhor para conquistar o posto de melhor do resto com Verstappen.

Como foi a corrida

Antes mesmo da largada, Carlos Sainz da McLaren já dava adeus ao GP da Bélgica. Durante a volta de saída dos boxes para o grid de largada a equipe identificou um grave problema com o sistema de escapamento de seu carro, e o espanhol foi obrigado a abandonar prematuramente a corrida.

Sainz nem larga por problemas mecânicos. Reprodução Twitter McLaren F1

Foi dada a largada!

Largada para o GP da Bélgica. Reprodução: Twitter F1

Hamilton e Bottas largam bem e mantém suas posições de forma segura. Verstappen vem em terceiro e recebe enorme pressão de um ótimo Daniel Riccardo com sua Renault, com os dois talentosos pilotos protagonizando uma bela disputa. O holandês acaba levando a melhor sobre o australiano.

Charles Leclerc também faz grande largada e conquista 5 improváveis posições, enquanto Kevin Magnussem também sobe 5 postos indo nesse momento para 15ª colocação. Ambos os pilotos são os que melhor largaram na corrida.

A partir da volta de número 3 o rendimento inferior do carro da Ferrari começa a prejudicar Leclerc, que perde sua 8ª posição para um excelente Pierre Gasly com sua Alpha Tauri e, na volta seguinte, perde a 9ª colocação para Sergio Perez da Racing Point. Leclerc afirma no rádio que é impossível se defender, pois falta muita velocidade de reta para o carro da Ferrari.

Falando em Pierre Gasly, ele partiu para a corrida em uma estratégia de pneus diferente largando com os compostos mais duros do final de semana. Mesmo assim ele vai para cima de Lance Stroll – que teoricamente tem um carro superior ao do francês – e protagoniza grande disputa por posição.

Com 10 voltas completadas, o posicionamento é o seguinte: Hamilton, Bottas, Verstappen, Riccardo, Ocon, Albon, Stroll, Gasly, Perez e Norris.

Acidente forte! Bandeira amarela!

Pancada forte! Acidente entre Giovinazzi e Russell. Reprodução Twitter F1

Um forte acidente ocorre envolvendo dois pilotos. Antonio Giovinazzi escapa entre as curvas 13 e 14 e bate forte na barreira de pneus. George Russell que vinha atrás tenta desviar do carro do italiano, mas é atingido pelo conjunto de roda e suspensão traseiros do Alfa Romeo. Grande susto, mas sem danos físicos aos pilotos.

Nesse momento entra o Safety-car para a limpeza e remoção dos detritos da pista e todos os pilotos vão para os boxes para trocar pneus, exceto Pierre Gasly que já largara com os pneus duros e também Sergio Perez, que continua na pista com os pneus macios em uma tentativa de estratégia diferente.

Após as trocas de pneus a ordem no top-10 ficou da seguinte forma para a relargada: Hamilton, Bottas, Verstappen, Gasly, Perez, Riccardo, Albon, Ocon, Stroll e Lando Norris.

É dada a relargada!

Relargada! Reprodução Twitter F1

Na volta 15 a corrida recomeça sem alterações no pelotão de frente. Com muita disputa no pelotão do fundo, as brigas por posição de acirram. Na volta 16 uma cena insólita! Kimi Raikonnen com sua Alfa Romeo ultrapassa Sebastian Vettel e conquista a 12ª posição! Isso mostra que os problemas não são somente com o motor e sim com o carro em si.

Na volta 17 Riccardo consegue ultrapassar Sérgio Perez que, na seqüência, também perde posição para Alexander Albon. Na volta 19, enfim o mexicano faz sua parada para troca de pneus pelos compostos duros.

Kimi passa Vettel! Que fase da Ferrari! Reprodução Twitter F1

Ainda na volta 19 Vettel e Leclerc protagonizam um toque em disputa pelo 12º lugar, porém não sofrem danos em seus carros. O alemão conseguiu ficar a frente do monegasco nessa disputa.

Volta 21 e Daniel Riccardo faz ultrapassagem sobre Pierre Gasly – que ainda não parou para sua troca de pneus – e conquista o 4º lugar da corrida. Entretanto, é notável o desempenho de ambos os pilotos na corrida belga.

Com metade da corrida transcorrida o top-10 é o seguinte: Hamilton, Bottas, Verstappen, Riccardo, Gasly, Albon, Ocon, Lance Stroll, Lando Norris e Daniil Kvyat. As Ferraris estão fora da zona de pontos nesse momento em 12° e 13° lugares respectivamente.

Na volta 24 Alexander Albon faz ultrapassagem sobre Pierre Gasly, que ainda não fez sua parada nos boxes, e conquista a 5ª posição. Na volta seguinte Charles Leclerc faz uma nova parada nos pits, e a transmissão mostra um dos mecânicos colocando uma mangueira de ar-comprimido para utilização no comando de válvulas do carro, conforme comentários da TV.

Dessa forma, mesmo com a reclamação do monegasco que não entendeu a parada naquele momento, ficou claro que a equipe precisou fazer um ajuste extra para o correto funcionamento do errático motor Ferrari. Nesse momento o monegasco é ultimo colocado na prova a mais de 11 segundos de Nicolas Latifi. Duas voltas depois, na 27ª, Pierre Gasly enfim faz sua parada para troca de pneus e parte para o restante da prova com compostos médios.

Após sua parada nos boxes, uma cena inesperada dada à situação atual: Leclerc faz a melhor volta da prova e causa surpresa, dado o fraco motor que equipa seu carro. Uma fase nebulosa que vive a equipe italiana, que perdeu em média 0,5 a 1 segundo em comparação com o ano anterior.

Duas voltas depois, Sergio Perez coloca pressão sobre Sebastian Vettel e consegue ultrapassagem sobre o tetra campeão alemão. Vettel pede para a equipe via rádio que faça uma troca de pneus por compostos mais macios, mas a equipe responde que caso ele faça a parada nesse momento ele irá para ultima colocação e não teria sentido naquele momento.

Tranquilidade da Mercedes

Na volta 32, com pneus em melhores condições e um conjunto muito bom em Spa, Pierre Gasly – que já vem fazendo fila depois de ultrapassar Latifi e Magnussen – vai para cima de Vettel e ultrapassa o alemão, conquistando a 12ª colocação. Depois em grande forma vai para cima de Kimi Raikkonen e conquista a 11ª posição e parte para o ataque a Sergio Perez e Daniil Kvyat.

Gasly teve grande corrida em Spa! Reprodução Twitter Aplha Tauri.

Na volta 37, Daniil Kvyat acaba perdendo a 9ª posição para Sergio Perez e a equipe inverte a sua posição com Pierre Gasly, que vem em melhores condições. O francês parte para cima do mexicano e consegue o 9° lugar e parte para cima de Lance Stroll que vem em 8º. Enquanto isso, Esteban Ocon coloca grande pressão sobre Alexander Albon pela 5ª colocação.

No giro seguinte, Hamilton vem a mais de 6 segundos a frente de Bottas e acaba escapando na ultima curva, mas volta para a pista e mantém boa vantagem sobre o finlandês. A equipe preocupada com o desgaste de pneus pede para os pilotos evitarem as zebras.

P4 e P5! Grande resultado para Renault! Reprodução Twitter Renault F1

Ultima volta e Pierre Gasly vai para cima de Lance Stroll para conquistar a 8ª colocação, enquanto Esteban Ocon depois de algumas voltas de pressão conquista a 5ª posição de Alexander Albon.

Faltam duas! Hamilton conquista vitória 89! Reprodução Twitter Mercedes AMG F1

Lá na frente e sem problemas, Lewis Hamilton conquista mais uma vitória, muito tranqüila por sinal, totalizando 89 triunfos na categoria. Agora o hexa-campeão fica a duas vitórias do recorde de Michael Schumacher que tem 91. A marca pode ser igualada em terras italianas, uma vez que as próximas provas serão em Monza e logo após em Mugello.

Classificação final do GP belga. Reprodução Twitter F1
Gasly é eleito piloto do dia! Reprodução Twitter F1
Colaboradores Planeta Velocidade

Colaboradores Planeta Velocidade

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais