Escute a rádio Planeta Velocidade!

FÓRMULA 2: MÁ SORTE MARCA FIM DE SEMANA DOS BRASILEIROS

30 de março de 2021

j

Keko Gomes

Punições, erros de estratégia, acidentes e problemas mecânicos marcaram a estreia dos brasileiros na abertura da Fórmula 2. Felipe Drugovich foi o único dos 3 pilotos Brasileiros a pontuar na rodada tripla do GP do Bahrein, com os 2 tentos obtidos pelo 9° lugar na corrida principal, realizada no domingo.

Os problemas para os brasileiros já começaram na corrida 1 disputada no sábado: Guilherme Samaia (Charouz Racing System) foi o melhor classificado, terminando a corrida em 12° lugar. Samaia sonhou com os pontos na corrida 1, chegando a cruzar a linha de chegada na zona de pontuação, mas infelizmente acabou punido por uma infração durante o safety-car virtual e teve um acréscimo de 5 segundos no tempo final de prova.

Drugovich e Lawson
Foto twitter.com/Formula2

Felipe Drugovich (Uni-Virtuosi) foi o 16°. Ele  teve um problema logo na largada, onde se envolveu em um toque e acabou danificando sua asa dianteira, obrigando o piloto a fazer uma parada não programada. Já Gianluca Petecof (Campos Racing) fazendo sua estreia na categoria foi o 17°. O piloto sofreu com problemas no motor ao longo da corrida.

O vencedor da corrida 1 foi Liam Lawson, com Jehan Daruvala em segundo e David Beckmann fechando o pódio em terceiro.

Os problemas seguem

A corrida 2, disputada ainda no sábado, não teve um resultado muito diferente da corrida 1 para os brasileiros. Mesmo após uma bela largada dos três, os toques e punições atrapalharam o resultado final. Guilherme Samaia novamente foi o melhor colocado terminando a prova na 11° colocação. Felipe Drugovich esteve próximo do pódio, mas um erro de estratégia da equipe e uma punição de 10 segundos após toque com o piloto neozelandês Liam Lawson (Hitech) fizeram o piloto despencar de 2° para 14° colocação.

Felipe Drugovich
(Dutch Photo Agency)

Gianluca Petecof, que chegou a ocupar a 9° posição, acabou sofrendo com os desgaste de pneu e perdeu várias posições. Após a parada nos boxes durante o safety-car conseguiu uma pequena recuperação, concluindo a prova em 13°. O vencedor da corrida 2 foi Oscar Piastri, seguido por Christian Lundgaard em segundo e Guanyu Zhou em terceiro.

Até que enfim os pontos

Corrida 3 e enfim os tão suados primeiros pontos de 2021. Novamente Felipe Drugovich sonhou com um pódio, chegou a ser líder da prova e andou boa parte da disputa entre os 3 primeiros, mas novamente uma punição durante o safety-car frustrou a chance de um bom resultado. Com acréscimo de 5 segundos no tempo final, o piloto da Uni-Virtuosi terminou a corrida 3 em 9°, somando os seus únicos pontos ao longo das 3 corridas.

Guilherme Samaia (BRA), FIA Formula 2 Championship
(Dutch Photo Agency)

Guilherme Samaia foi apenas o 16° colocado e Gianluca Petecof abandonou a corrida após o extintor de incêndio apresentar uma falha que o fez acionar sozinho em plena reta principal. Por sorte não passou de um susto, mas infelizmente era o fim de prova para o brasileiro que foi apenas o 20° colocado. Guanyu Zhou venceu a corrida principal, com Dan Ticktum e Liam Lawson completando o pódio.

Mesmo com os resultados bem abaixo do esperado, o fim de semana não foi de todo mau. Os nossos pilotos chegaram a andar na zona de pontuação em praticamente todas as 3 corridas, com chances reais de pódio em certos momentos. Isso é um ponto positivo, pois mostra que de fato estão com chances reais de vitórias e, quem sabe, até mesmo brigar pelo título. Melhores resultados tendem a vir, e isso é apenas questão de tempo para acontecer.

foto destaque twitter.com/Formula2

Keko Gomes

Keko Gomes

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais