Fórmula 2: Evolução comprovada em registros de prova animam Samaia para etapa de Barcelona

12 de agosto de 2020

j

Assessorias de Imprensa

Já na Espanha se preparando para a sexta rodada dupla da temporada, brasileiro ficou entre os dez mais velozes da primeira corrida na semana passada na Inglaterra

Guilherme Samaia, Campos Racing (Dutch Photo Agency)

Para a corrida “de casa” da equipe espanhola Campos Racing, pela qual faz sua temporada de estreia na Fórmula 2, Guilherme Samaia se prepara focado na sexta rodada dupla de 2020, desta vez no circuito de Barcelona, com um estímulo a mais: sua melhora em ritmo de corrida.

Ainda na primeira corrida de Silverstone, o brasileiro foi o autor da sétima volta mais rápida da prova: seu melhor giro foi 0s452 mais rápido que de seu companheiro de equipe, Jack Aitken, que chegou em terceiro nas duas corridas. “A evolução tem acontecido. É um processo lento, que toma muito tempo, e a equipe está me ajudando muito nessa adaptação. Tenho estudado como nunca havia feito antes”, disse.

Samaia, dono de dois títulos da Fórmula 3 Brasil (Light e categoria A), é o único estreante do atual grid da Fórmula 2 (são sete em seu primeiro ano na série) a não ter passado pelo campeonato de Fórmula 3 da FIA, cuja filosofia técnica (aerodinâmica mais refinada, motores turbo e pneus de alta complexidade) adiciona muita experiência para os pilotos chegarem mais preparados à F2. Além disso, o intervalo entre sua última corrida – no Euroformula Open – e a primeira deste ano foi de quase 14 meses.

Assim, o brasileiro e a Campos Racing sabem que 2020 é um ano de aprendizado e novas experiências para o paulistano de 23 anos. Com cinco rodadas duplas disputadas – e todas as corridas completadas -, Samaia começa a “pegar a mão” do difícil Dallara F2 de 620 cavalos de potência. “Sabemos onde entramos e, por mais que eu mesmo me pressione mais do que qualquer um, eu não posso ficar pensando em resultado agora, porque o grid todo tem muito mais experiência que eu. Estou em um processo de descobrimento, e os passos que temos dado têm sido importantes”, destacou.

Um deles foi nas largadas. Guilherme mostrou-se um dos melhores largadores do grid, ao ponto de sempre ganhar duas ou três posições ao chegar na primeira curva da pista. Em Silverstone, na primeira corrida, mesmo saindo com o composto de pneus mais duro (e de menor aderência) e do lado sujo da pista, Samaia ganhou dois postos.

Guilherme Samaia, Campos Racing (Dutch Photo Agency)

Por isso, os objetivos para Barcelona são o de seguir evoluindo, especialmente em uma pista onde vários pilotos do grid têm bastante experiência – inclusive com carros da Fórmula 1. “Ter feito as etapas duplas, como foi na Áustria e na Inglaterra, foi muito bom para eu começar a compreender a dosar o ritmo dependendo do composto do pneu, a encontrar um equilíbrio e a lidar com a diferença de comportamento do carro conforme o tanque de combustível vai se esvaziando e o carro ficando mais leve. Estou bem mais confiante no carro, e espero que Barcelona nos traga mais avanços”, concluiu.

PROGRAMAÇÃO DA ETAPA*:
Sexta-feira (14 de agosto)
Treino livre: 7h55 (45 minutos)
Classificação: 12h00 (30 minutos)
Sábado (15 de agosto)
Feature Race: 11h45 (60 minutos ou 37 voltas)
Domingo (16 de agosto)
Sprint Race: 6h10 (45 minutos ou 26 voltas)
*Horários de Brasília


Saiba mais em: www.fiaformula2.com
Instagram Guilherme Samaia: www.instagram.com/gsamaia
Instagram Campos Racing: www.instagram.com/camposracing
Instagram Fórmula 2: www.instagram.com/fiaf2championship

Foto destaque Dutch Photo Agency

Assessorias de Imprensa

Assessorias de Imprensa

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais