Escute a rádio Planeta Velocidade!

GESTÃO DOS PNEUS NA FÓRMULA 1: PARTE DO SEGREDO PARA O SUCESSO

12 de março de 2021

j

Marcio de Luca

Este ano a Fórmula 1 passa por uma transição de regulamentos, onde os carros deste ano são basicamente os modelos do ano passado, salvo uma mexida na aerodinâmica, onde os monopostos perderam cerca de 10% do arrasto aerodinâmico. 

Em função desta pequena mexida nos carros a Pirelli precisou mexer nos compostos de pneus, e isto de forma direta nos diz que a gestão dos pneus por parte dos pilotos, deverá sofrer uma mudança em sua abordagem. 

Na prática, com menos pressão aerodinâmica os carros tendem a perder velocidade, principalmente nas curvas. Mas sabemos que isto na Fórmula 1 é algo que faz com que os pilotos andem ainda mais no limite e, sendo assim, podemos ter um desgaste diferenciado dos pneus, que poderão sofrer além dos momentos de frenagem e nas derrapadas durante o trajeto na pista. 

Sabemos que uma boa gestão dos pneus durante uma corrida permite ao piloto estabelecer o melhor momento de ir aos boxes, e com isto ter ganhos que vão além do chegar em primeiro. Mas também que esse fator ajuda a poupar motor e partes do carro que, se trocadas em demasia, podem gerar punição para o time. 

Em suma, os pilotos neste ano passarão de certa forma por uma adaptação na condução do carro, pois o modo de frear será alterado, já que com menos apoio aerodinâmico, o carro tenderá a deslizar mais na pista e, consequentemente, gastar os pneus de forma mais rápida. 

Ou seja, quem melhor se entender com os pneus neste ano, pode ter um rendimento melhor na pista, mesmo que o seu carro não seja o melhor do grid.

Fotos Divulgação

Marcio de Luca

Marcio de Luca

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais