Haley supera punição e vence em Talladega

4 de outubro de 2020

j

Daniel Mendes

Chegamos a segunda corrida da primeira fase dos Playoffs na Xfinity Series, e o loca é o mesmo da Truck, Talladega. Imprevisibilidade é o principal fator neste superspeedway, onde um dos favoritos era Justin Haley.

Com 11 pilotos brigando pela classificação na próxima fase, já que Chase Briscoe se classificou ao vencer a corrida anterior, todos os envolvidos nos playoffs dariam o máximo para sair com a vitória, mas só um poderia vencer.

Talladega sem graça – estágio 1

O primeiro segmento teve como vencedor Chase Briscoe, seguido por Austin Cindric. Os dois Fords dominaram o estágio, que não teve muita emoção. A batalha por posição começou mesmo no segmento dois.

“Começa” a corrida – estágio 2

Os pilotos param após a bandeira de seimento. Briscoe troca apenas dois pneus e volta na frente, em segundo aparece Brandon Jones com seu Toyota. A relargada acontece na volta 37, sem problemas, mas cinco voltas depois a bandeira amarela é acionada.

O motivo: Riley Herbst é tocado por Austin Hill e colide com o muro, tendo sérios danos no seu carro. Lembrando que Herbst está nos Playoffs. O acidente pode ter decretado a chance de passar para próxima fase, já que só uma vitória interessa ao piloto.

Na relargada, volta 47, outro incidente novamente envolvendo pilotos que estão nos playoffs.  Harrison Burton toca na traseira de Ross Chastain que bate no muro e leva uma pancada em “T” por Colby Howard, porém suas avarias não são tão sérias. Volta 50 decreta o fim do estágio 2, com vitória de Chase Briscoe e o abandono de Riley Herbst, que lhe custou caro para suas pretensões de playoff.

Todos Contra os FORDS – Estágio 3

Na parada para o inicio do último segmento, Noah Gragson consegue voltar à frente de Chase Briscoe, mas alguns pilotos não pararam, caso de AJ Allmendinger que agora é o novo líder da prova.

A relargada tem Allmendinger em primeiro, Timmy Hill em segundo, Brett Moffitt em terceiro e Noah Gragson na quarta posição. Os líderes começam a fazer uma fila indiana por cima, e os Fords de Cindric e Briscoe estão na linha de baixo.

O resultado disso é que eles caem lá para o fim do pelotão. No rádio Cindric avisou que era uma estratégia para fazerem voltas rápidas, já que a decisão do grid de largada na próxima corrida leva em conta a volta mais rápida na corrida anterior.

Volta 73 e alguns pilotos resolvem entrar para fazer a última parada, contudo a bandeira amarela volta a aparecer. Austin Hill bate no muro e lá atrás Cindric também é rodado e colide com o muro.

Alguns pilotos entraram no pit, mas ele estava fechado devido ao acidente, entre eles o #11 de Justin Hayey que por isso recebeu punição e relargou lá de trás do pelotão.

A chance – Brandon Brown

Após os pits, Brandon Brown volta na liderança, mas faltam 32 voltas para o fim da corrida. Brown tentou segurar a ponta mas não conseguiu e foi perdendo posições, melhor para Chase Briscoe que era novamente o líder da prova.

O cometa Haley

Parecia que a vitória ficaria com Chase Briscoe, contudo na volta 93 a bandeira amarela foi acionada e envolveu outro piloto dos playoffs, Justin Allgaier com problemas de motor deu adeus a corrida.

Os pilotos relargam na volta 96, tendo Chase Briscoe brigando com Noah Gragson na parte de cima. Algumas voltas mais tarde, Justin Haley vai para linha de baixo e um toque de Gragson em Briscoe faz com o que o piloto do Ford perca velocidade, deixando assim a liderança com Haley.

A briga de Gragson e Briscoe continua, mas agora com Haley na liderança, a vitória do #11 estar por vir. E ao abrirem a última volta, na metade o superspeedway, bandeira amarela e fim de corrida. Haley, Annett e Sieg formam o Top 3.

Desclassificação de Annett

O piloto que terminou na segunda colocação da corrida, foi desclassificado. Após vistoria, a NASCAR constatou que o carro tinha problemas na altura na dianteira esquerda (baixo demais). Com isso Ryan Sieg sobe para segundo, Gragson fecha o top 3.

Briscoe e Haley já estão classificados, resta 1 corrida pra saber quem são os outro 6 que passarão – Crédito: NASCAR
Daniel Mendes

Daniel Mendes

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais