O sonho do título no Sul-brasileiro de Kart virou pesadelo para João Pedro Bortoluzzi

10 de setembro de 2020

j

Assessorias de Imprensa

Punição, quebra do kart e muita chuva contribuíram para um final de semana tenso

Com dois vice-campeonatos Sul-brasileiro, a expectativa de João Pedro Bortoluzzi era brigar pelo título máximo da categoria Graduados em 2020, já que no ano passado, em que a competição foi realizada em três etapas, ele escapou por 3 pontos. A equipe DDM Racing preparou bem o kart numeral 80, mas alguns contratempos dificultaram o alcance do objetivo. Com a corrida final disputada no feriado da independência, no kartódromo Beto Carrero, em Penha-SC, João Pedro Bortoluzzi encerrou a 23ª edição do Sul-Brasileiro de Kart na sexta colocação da Graduados A.

“Na primeira bateria classificatória eu larguei do nono lugar do grid. Com a pista molhada meu kart escorregou para fora da pista, voltei e quando percebi um mecânico estava empurrando o meu kart. Fiz uma boa prova, terminei na sexta posição, mas como o regulamento não permite ajuda externa, fui desclassificado. Na prova seguinte, largando do final do grid com 12 participantes e com a pista ainda muito molhada, eu bati e o kart quebrou ainda na primeira volta. Tive que abandonar. Na corrida final larguei de último de novo, depois de algumas voltas choveu muito. A corrida teve que ser interrompida com bandeira vermelha e eu estava em sexto lugar. A chuva parou, o asfalto continuou encharcado e foi difícil pra todo mundo manter o kart no traçado, e para quem estava no meio do pelotão, a condição da pista não dava chance nenhuma de avançar. Seguimos para a próxima, e o sonho do título Sul-brasileiro fica para 2021”, concluiu João Pedro Bortoluzzi.
 
Siga o piloto nas rede sociais www.facebook.com/joaobortoluzzi80 e Instagram @joãobortoluzzi80.
 
Fotos: Eni Alves

Assessorias de Imprensa

Assessorias de Imprensa

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais