NASCAR CUP: CHRISTOPHER BELL VENCE A DAYTONA ROAD COURSE

22 de fevereiro de 2021

j

Marcos Amaral

Enfim chegamos a última corrida da maratona Daytona, vamos nos despedir com a CUP Series, a categoria principal da NASCAR. Domingo com muito sol em Daytona, e está tudo favoravel para ser uma grande corrida.

Na pole Chase Elliott e ao seu lado o vencedor da corrida do domingo passado, Michael Mcdowell, vamos ficar de olho nos pilotos da Penske, Brad Keselowski e Joey Logano, já que tiveram um entrevero na corrida passada.

Bandeira Verde em Daytona!!

Uma largada bem disputada e Chase Elliott, consegue manter a liderança. Mcdowell que largou na 2ª posição acabou escapando e teve seu pneu furado, semelhante ao que aconteceu ontem com o brasileiro Miguel Paulo na Xfinity Series.

Primeira bandeira amarela, na primeira volta, devido a detritos de pneus na pista, do carro do Mcdowell.

Kyle Busch

O primeiro a ter problemas em seu carro foi Kyle Busch,  via rádio informou que  foi jogado na grama e acertou um degrau e danificou seu carro. O #18 foi para o pit para fazer os ajustes e com isso perde voltas, ele ainda comenta que, “não pior do que Ty Gibbs”, lembrando que Ty Gibbs, também saiu da pista no mesmo ponto e danificou seu carro.

Relargada na volta 4, Elliott se manteve à frente, atrás a briga ficou entre Dillon, Hamlin e Logano.

Chase Briscoe acabou rodando na segunda chicane, mas sem bandeiras amarelas.

Ryan Blaney deu um leve toque na traseira do carro de AJ Allmendinger, quando o mesmo foi ganhar a 16º posição.

Elliot segue na frente com boa vantagem para Hamlin.

Martin Truex

Na volta 10 quem começou a fazer uma boa corrida, escalando o pelotão foi Martin Truex Jr, que já aparecia na 5ª posição. Eric Jones, teve o pneu furado e foi para o pit.

Bandeira amarela na volta 11, Brad Keselowski travou seus pneus na segunda chicane, por causa de um pneu estourado. Matt DiBenedetto destruiu a lateral de seu carro por conta de um estouro de pneu. Na para nos pits, Tyler Reddick e William Byron com pneus descontrolados, vão para o fim do grid.

Relargada na volta 13, Elliott manteve a ponta, mas a briga foi entre Christopher Bell, Brad Keselowski e Joey Logano, pela segunda posição. Mas quem se deu bem foi Brad, mas Logano consegue ganhar a posição em uma disputa de companheiros de equipe. 

Última volta do primeiro segmento, a briga pela terceira posição ficou entre Brad e Hamlin, que na entrada do oval assumiu a terceira posição.

Chase Elliott

Fim do primeiro segmento, Elliott recebe a bandeira verde e branco, seguido de Logano, Hamlin, Keselowski e fechando o Top 5 com Kurt Busch.

Relargada na volta 19, Elliott manteve a ponta, seguido de Logano, Brad Keselowski, passou reto novamente pela Bus Stop. Martin Truex, começa a atacar Hanlin, e conseguiu a ultrapassagem e ganhou a 2ª posição. Allmendinger conseguiu a ultrapassagem sobre Logano e conquistou a quarta posição.

Restando 9 voltas para o fim do segmento, a corrida está tranquila, alguns pilotos lutando por posições.

Por falar em tranquilidade, Ross Chastain, chamou a bandeira amarela, batendo no muro destruindo o bico do carro #42. O Tyler Reddick perdeu força em seu carro brevemente, mas logo voltou ao normal, Reddick informou que não tem certeza do que aconteceu. Fim de prova para Chastain.

Relargada na volta 29, AJ Allmendinger assumiu a primeira posição, seguido de Harvick e Larson.

Denny Hamlin

Quem veio em busca da liderança restando 4 voltas para o fim do segmento foi Denny Hamlin, assumindo a ponta. Kurt Busch assume a 2ª posição mas já é atacado por Truex. Allmendinger, que não fez sua parada no pit, perdeu rendimento, por conta do desgaste dos pneus e perdeu posições.

Quem aparece para brigar pela segunda posição também é Joey Logano, que assume a terceira posição, no momento em que Truex teve que travar tudo para não bater no Chevy #1.

Fim do segundo segmento, Hamlin vence e na segunda posição a disputa entre Logano e Buschão, mas quem se deu bem foi o Chevy #1, que passou a frente com a ponta do spoiler dianteiro, essa é a NASCAR. A terceira posição ficou com Logano, seguido de Bell e Truex e fechando o Top 5.

Vamos para a largada do último segmento, Daniel Suarez largou na primeira posição, mas logo já perdeu para Kurt Busch, Bell, Truex, perdendo várias posições. Mas Buschão erra e vai para a grama, perdendo várias posições.

Quem assumiu a ponta foi Christopher Bell. Mas já tinha Chase Elliott atrás querendo a primeira posição. E é o que acontece: Elliott assumiu a primeira posição.

Kurt Busch

Hoje realmente não foi o dia de Keselowski, levou um toque sutil de Buschão e acabou rodando. Kyle Busch, que teve um início de prova complicado, se recuperou e veio na sexta posição, e já vinha na caça de Hamlin. Boa corrida de Buschinho. E já assumiria a 6ª posição.

Restando 20 voltas para o final, estava uma prova tranquila, Elliott na ponta, seguido de Bell, Truex, Buschinho e Hamlin. Logano abre a janela de paradas nos pits com bandeira verde.

Faltando 18 voltas, os líderes vão para suas paradas, Elliott consegue sair na frente de Bell, quem entrou também foi Kyle Busch.

Restando 17 voltas para o final, uma leve garoa caiu sobre Daytona. Volta 56 a bandeira amarela foi acionada, por causa da ameaça de chuva. Foi uma bandeira desnecessária, mas… 

Matt DiBenedetto abandonou a corrida, com o carro bem avariado, e reclamou de problemas de freio.

Tyler Reddick

Volta 57, todos fizeram suas paradas no pit, mas todos com pneus slicks.

Faltando 12 voltas, bandeira verde, uma largada conturbada para Reddick e Elliott, uma imagem impressionante, o carro #8 começa a pegar fogo, mas o piloto acionou o extintor interno, Bandeira amarela. Elliott, escapa, mas conseguiu segurar o carro bravamente para evitar uma rodada no meio do pelotão.

Restando 11 para o final, bandeira verde, Truex rodou no meio do pelotão, bandeira amarela de novo.

9 voltas para o fim, bandeira verde, uma largada bem acirrada, mas nenhum incidente, várias brigas por posições, Logano assume a liderança. Kyle Larson rodou na saída para o Oval, mas conseguiu voltar para a pista. Kyle Busch, se tocou com vários pilotos e ficou lento na pista. Começou a sair uma fumacinha do carro de Bell, que fio à caça de Kurt Busch.

Christopher Bell

Restando 6 voltas, Keselowski e Elliot travam uma batalha sensacional até que o #9 tenta fazer a ultrapassagem e acaba sendo tocado por Hamlin e acaba rodando, coisa de corrida.

Christopher Bell, conseguiu fazer a ultrapassagem sobre Kurt Busch e vai à caça de Logano. Chase Briscoe perde o capô de seu Mustang. Bubba Wallace acaba rodando.

Um fim de corrida maluco em Daytona.

Bell vem a caça de Logano restando duas voltas. 

Christopher Bell

Última volta, Bell assume a ponta. Logano perde um pouco de rendimento, e o carro #20 abre uma pequena vantagem.

Christopher Bell venceu a Daytona Road Course, um final de corrida de tirar o fôlego. Vitória fantástica desse jovem piloto.

“Este é definitivamente um dos destaques da minha vida até agora”, um sorridente Bell depois da sua primeira vitória.

“Incrivelmente grato por estar aqui com Joe Gibbs Racing e todos os nossos parceiros. Parece que preparei toda a minha vida para este momento de disputar a Cup Series. O ano passado foi uma grande curva de aprendizado para mim, e estou muito grato por ter tido a oportunidade de correr na CUP e isso definitivamente me preparou para mudar para Joe Gibbs Racing. ”

“Ele é o único que superou os pneus”, disse Logano sobre Bell. “Mais uma volta de bandeira amerela teria sido o suficiente para ter uma chegada de porta em porta, talvez.”

Agora vamos rumo à Dixie Vodka 400 em Homestead-Miami Speedway no próximo domingo (28/02).

Até Miami!

Fotos NASCAR

Marcos Amaral

Marcos Amaral

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais