NASCAR CUP – Kyle Busch larga no domingo e vence na quarta no Texas

29 de outubro de 2020

j

Daniel Mendes

O dia era 25 de outubro de 2020, local Texas Motor Speedway, a Nascar Cup Series entra na pista para mais uma disputa dos playoffs desse ano. Contudo um elemento climático fez com que essa corrida não terminasse do dia 25.

A corrida teve seu início e os líderes do campeonato, Harvick e Hamlin não começaram tão bem. Harvick bateu e Hamlin perdeu o carro e rendimento. A pista começava a ficar úmida, mas a chuva aumentava de intensidade, deixando instável a segurança dos pilotos. Então com 52 voltas completadas a Nascar resolver paralisar a corrida.

De inicio a tentativa era para retomar no mesmo dia, mas o clima não ajudava, então foi necessário marcar para a segunda-feira e novamente a chuva estava lá. Segunda não rolou, agora o dia é terça-feira e novamente o clima instável não permitiu que a prova voltasse. Quarta-feira chega com novidades, finalmente a corrida vai ser retomada, sendo marcada para ter seu reinicio as 18 horas.

O recomeço – Estágio 1

Após 72 horas de espera, a corrida volta a bandeira amarela e depois a verde, contudo nem deu pra comemorar, já que três voltas após o reinicio de prova, Matt Kenseth e Bubba Wallace batem e a bandeira amarela é acionada.

O entreveiro foi bom para Kevin Harvick que volta a estar no mesmo giro dos líderes. Clint Bowyer que recomeçou na ponta, consegue se manter firme em primeiro até o fim do estágio, para conseguir a vitória. Martin Truex Jr, que teve problemas na inspeção pré-corrida, largando no final do grid e perdendo 20 pontos na classificação terminando em segundo.

Harvick salvou um 15º lugar, mas isso não quer dizer muita, já que apenas os 10 primeiros do seguimento pontuam.

Estratégias surgem – Estágio 2

Logo no inicio do estágio 2, Alex Bowman pula para liderança ao fazer uma estratégia diferente, colocando apenas combustível, no pitstop da bandeira amarela de seguimento. Christopher Bell opta por trocar dois pneus e Kurt Busch também. Os demais trocam os quatro pneus.

A estratégia de Bowman dura até a volta 134, quando a bandeira amarela é acionada, após Joey Gase rodar na pista. Então Alex Bowman e os demais entram para o box e as estratégias continuam.

Com a corrida num bom ritmo em bandeira verde, os pilotos começas a fazer suas paradas e a estratégia novamente é o diferencial da corrida. Kevin Harvick é o primeiro a fazer entra no box na volta 176, alguns giros depois, Kyle Busch faz sua parada. Esse ciclo de pitstops foi encerrado na volta 207, com Erik Jones sendo o último a parar.

Após todas as paradas a liderança ficou com Kyle Busch, que venceu o seguimento 2 e começava a flertar com a vitória no Texas.

Kyle Busch vai para vitória? – Estágio 3

Bandeira amarela de seguimento, alguns pilotos param para reabastecimento, mas Kyle Busch, Clint Bowyer, Joey Logano, Matt DiBenedetto e Denny Hamlin seguem na pista. Dos cinco citados, apenas Busch se da bem com essa estratégia. O piloto do #18 está bem na prova e já abre mais de 7 segundos de vantagem, para o segundo colocado.

A corrida mantém o ritmo de bandeira verde e novamente os pits começam a ser feitos. No caso esse seria o último pitstop da corrida. Bowyer para na volta 256, reabastecendo e trocando dois pneus, Kyle Busch na volta 268 reabastece e troca os quatro pneus, contudo parando nesta volta, Busch vai ter que economizar combustível para chegar até o fim da corrida.

No fim do ciclo de paradas, Kyle Busch volta a liderança e aqueles 7 segundos que ele havia colocado no segundo lugar agora, já cai para 1,5 segundos. Isto porque o piloto do #18 estava economizando e andando em ritmo mais baixo.

Combustível suficiente para Kyle Busch

Com 30 voltas para o fim, Kyle Busch recebe a mensagem do seu engenheiro que está “ok” de combustível e consegue chegar até o fim em ritmo normal de corrida. Entretanto, a 12 voltas para o fim Busch resolve economizar mais um pouco de gasolina.

Martin Truex Jr, que está segundo, tenta se aproveitar deste momento para chegar em Kyle, mas o tráfego o impede e Busch aumenta a sua vantagem, sendo suficiente para vencer no Texas.

É a primeira vitória de Kyle Busch na temporada, fazendo com que o piloto mantenha uma sequência, de vencer em todas as temporadas que disputou na Cup Series, desde 2005 na sua estreia até o momento.

Kyle Busch comemorando a vitória – Crédito: Getty Images

Playoffs – Situação de momento

Com a vitória de Kyle Busch nenhum piloto consegue a classificação para a final nesta etapa, contudo a situação de alguns pilotos complica demais para a última etapa antes da final. Kurt Busch, Chase Elliott e Alex Bowman precisam da vitória para avançar a final.

Por outro lado, Kevin Harvick se encontra até tranquilo podendo passar por pontos a final, dependendo de um bom resultado em Martinsville. Já Denny Hamlin não está tão confortável como anteriormente, e se classifica a final se terminar a próxima corrida a frente de Brad Keselowski, pois a diferença entre os dois é de apenas 2 pontos.

Martinsville – Vida ou Morte

A próxima etapa acontece no menor oval da Nascar, com apenas 800m. Martinsville, conhecida como clipe de papel, tem como característica corridas emocionantes, definições no final, com os pilotos andando junto, além do tráfego ser muito grande.

A prova vai acontecer no próximo domingo, 1 de novembro e o Planeta Velocidade vai trazer todas as informações e quem avançou para grande final da Cup Series.

Texto: Lorenzo Francez
Revisão: Brenda Faller

Daniel Mendes

Daniel Mendes

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais