NASCAR Cup – Logano pensou em causar amarela para tirar o título de Elliott

12 de novembro de 2020

j

Editores Planeta Velocidade

Opiniões sobre Joey Logano não faltam, mas, quer você o goste ou não, você deve dar-lhe pontos por sua honestidade. Em entrevista ontem na rádio SiriusXM NASCAR, Logano revelou que pensou em causar uma bandeira amarela que poderia ter impedido Chase Elliott de vencer a corrida e conquistar seu primeiro título da NASCAR Cup Series no último domingo no Phoenix Raceway.

O que Logano disse?

“Estávamos dizendo: ‘E se eu tocasse em um carro de propósito, mandasse para o muro. [Então eu] desci a ia para boxes, sairia primeiro dos boxes e ganhei a corrida? ‘”, Disse Logano, que acabou terminando em terceiro atrás de Elliott e do companheiro de equipe Brad Keselowski.

Honestidade

Logano e Elliott na final em Phoenix – Crédito: Getty Images

Mas o que isso diz sobre o seu campeonato e seu caráter e tudo o que acontece? Onde está o limite? Essa é uma pergunta real que você precisa se perguntar no calor do momento. “Eu sei que fui derrotado. No momento, eu disse: ‘Droga, terminei! Não posso vencer esta corrida a menos que apareça um aviso. ‘ Eu sabia.”

Enquanto Elliott se afastava nas voltas finais, Logano eventualmente teve a chance de virar outro piloto e obter os cuidados de que precisava, em vez disso, ele escolheu não o fazer.

“Eu não tive coragem”, disse Logano. “Você não pode fazer isso. Para mim, é muito longe. Se você quer ganhar o campeonato e campeonatos significam tudo, mas, cara, isso é – Ugh! (reação de repulsa).  Você vai se questionar até o fim. O que teria acontecido se eu fizesse, certo? Mas não é a coisa certa a fazer. Você simplesmente não sabe. “Mas – ugh, você quer saber o que teria acontecido, certo? E você realmente espera que outra pessoa destrua alguém. (Risos) ‘Tudo bem, eu não tive nada a ver com isso – não fui eu!’ Mas isso não aconteceu.” – Joey Logano

Logano e sua principal característica

Logano campeão em 2018 – Crédito Twitter reprodução

A agressividade de Logano na pista rendeu louros e flechas dos fãs ao longo dos anos. Por sua vez, o campeão da NASCAR Cup Series em 2018 disse que não está correndo para fazer amigos, mas sua decisão no domingo oferece algumas dicas sobre o que constitui seu próprio ‘código de piloto’.

“Mover alguém, bater em alguém é uma coisa”, disse ele na rádio SiriusXM NASCAR. “Isso está ok. Empurrando-me imediatamente? Eu não me importo. Isso é bom. Eu faço a mesma coisa. Eu seria um hipócrita se reclamasse disso. Mas derrubar alguém completamente é algo que acho que está longe demais”, falou Logano.

O piloto acrescentou ainda. “Se foi alguém que veio atrás dele, talvez seja diferente. Se você pegar alguém que também deve a alguém e este é um bom momento para retribuir, bem, OK, para mim, acho que posso viver com isso,” concluiu o piloto.

Contudo, Logano se mostrou um grande piloto na temporada 2020 da NASCAR, teve um desempenho incrível na fase semifinal dos playoffs, vencendo uma corrida e conseguindo terminas bem as outras duas. Chegou à final com um favorito e mostrou que além de um grande piloto é uma excelente pessoa.

Que o exemplo de Joey Logano sirva para todos, tanto dentro da pista, quanto fora de pista, que atitude exemplar!

Editores Planeta Velocidade

Editores Planeta Velocidade

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais