Escute a rádio Planeta Velocidade!

NASCAR CUP SERIES: BIG ONE’S, CHUVA, MARCARAM A DAYTONA 500 E MICHAEL MCDOWELL VENCE

16 de fevereiro de 2021

j

Marcos Amaral

No último domingo (14/02), foi disputada a tão esperada prova de abertura da temporada 2021 da NASCAR, a Daytona 500, prova que foi marcada pelos “BIG ONE’S”, mais de 5 horas de paralisação por causa da chuva, mas no fim foi realizada a prova com um final surpreendente, a vitória apertada do piloto da Front Row Motorsports Michael McDowell, e foi sua primeira vitória na NASCAR Cup Series e muito mais além disso, o piloto do Mustang #34  liderou a prova, apenas nos metros finais, isso é a NASCAR.

Brian Lawdermilk | Getty Images

“Não consigo acreditar”, disse McDowell. “Eu tenho que agradecer a Deus. Tantos anos apenas trabalhando, esperando por uma oportunidade como esta. Tenho que agradecer ao (dono da equipe) Bob Jenkins por me dar esta oportunidade. Estou muito agradecido.”

“Que ótima maneira de obter a primeira vitória – no Daytona 500!”, completou o piloto.

McDowell é o oitavo piloto a obter sua primeira vitória na CUP Series.  Sua vitória é a terceira para o Front Row Motorsports – com o Ford Mustang #34 com três pilotos diferentes: David Ragan em Talladega Superspeedway, Chris Buescher em Pocono Raceway e McDowell em Daytona. E de acordo com Racing Insights, McDowell largou  358 vezes antes de sua primeira vitória, e é a segunda sequência mais longa de com as 463 voltas de Michael Waltrip, que também terminou com uma vitória no Daytona 500.

Alejandro Alvarez | NASCAR Digital Media

O atual campeão Chase Elliott, terminou em segundo Quando a NASCAR acendeu as luzes de advertência, McDowell terminou a frente de Elliott pela diferença de um carro.

“Eu vi as luzes se acenderem (para a bandeira amarela) e sabia que estava tudo acabado naquele momento”, disse Elliott. “Tínhamos um carro rápido. Não estávamos tão bem quanto eu pensava que estávamos na quinta-feira (na corrida de qualificação de 150 milhas do Duel). Achei que fizemos um ótimo trabalho hoje, ficando longe dos problemas. Isso não é algo que eu tenha feito um bom trabalho aqui nesta corrida, então estou feliz por podermos pelo menos terminar esta corrida e ter algo para construir quando voltarmos e tentarmos fazer melhor.”

Austin Dillon ficou em terceiro, seguido por Kevin Harvick e Denny Hamlin, que falhou em sua tentativa de ganhar um recorde de terceiro Daytona 500 consecutivo. Hamlin venceu os dois primeiros segmentos, mas perdeu a liderança durante o ciclo final de paradas com bandeira verde.

Brian Lawdermilk | Getty Images

Hamlin assumiu a liderança no segundo estágio, após um ciclo de pit stops com bandeira verde e se manteve firme durante a quinta bandeira amarela da corrida, quando seu companheiro de equipe, Christopher Bell, estourou o pneu traseiro esquerdo e bateu no Chevrolet de Ricky Stenhouse Jr.

Na volta 14, antes de um longo atraso de chuva, o contato entre Bell e Aric Almirola,  provocou o primeiro “Big One” com de 16 carros envolvidos.

“Estávamos sendo pressionados muito cedo”, disse Almirola. “É uma corrida muito, muito longa. Cara, estávamos em uma boa posição, apenas sentados lá andando entre os dois, três e os 20 primeiros (Bell) veio com uma grande corrida e me atingiu com muita força em um ponto ruim e me virou para a direita e destruindo  nosso carro e acabou com nosso Daytona 500 muito cedo. ” 

Foram coletados nos destroços: Ryan Newman, fazendo sua primeira largada em Daytona 500 desde o devastador acidente na última volta que o levou ao hospital há um ano; Erik Jones, em sua primeira largada em uma corrida por pontos para sua nova equipe, Richard Petty Motorsports; Daniel Suarez, em sua primeira corrida com a recém-formada Trackhouse Racing, uma joint venture entre Justin Marks e o rapper Pitbull; e o pole position Alex Bowman, cujo Chevrolet nº 48 foi aniquilado quando Almirola disparou contra a lateral de seu carro e o acertou na parede. 

Alejandro Alvarez | NASCAR Digital

“Parece que o nº 10 (Almirola) meio que virou de lado ali, e eu fui atropelado”, disse Bowman após ida obrigatória para o centro medico. “Que chatice – Eu odeio (patrocinador) Ally. Obviamente, tínhamos um Camaro muito rápido. Os Chevrolets andavam bem juntos; esperançosamente, um Chevy ainda terminou.

Tiro o chapéu a todos na Hendrick Motorsports; eles construíram alguns carros de corrida realmente rápidos. Odeio que as corridas de supervelocidade funcionem assim às vezes, mas isso é apenas parte do jogo. ”

James Gilbert | Getty Images

Também foram fortemente danificados os carros de William Byron, Kurt Busch, Tyler Reddick, Ryan Blaney, Chris Buescher, David Ragan, Jamie McMurray e Matt DiBenedetto. Para piorar a situação, raios nas proximidades atrasaram o reinício da corrida e fortes chuvas seguiram logo em seguida.

Em sua primeira corrida por pontos para a nova equipe 23XI Racing co-propriedade de Denny Hamlin e Michael Jordan, Bubba Wallace correu sempre perto do pelotão da frente ao longo da corrida, mas perdeu uma volta com um pit stop não programado por uma vibração na volta 178 de 200. Wallace bateu no último “Big One” e terminou em 17º … Kyle Larson correu em 10º em sua primeira corrida no #5 da  Hendrick Motorsports Chevrolet … A estreia de Austin Cindric na CUP terminou na última volta que vitimou os três equipes Carros da Penske, onde uma forte batida na última volta, onde Logano tocou no carro do Brad Keselowski, que acertou o mudo, foi colhido por Kyle Busch… Ryan Preece, Ross Chastain, Jamie McMurray e Corey LaJoie ficaram da sexta até a nona posições finais, respectivamente… 

A próxima corrida da NASCAR Cup Series está agendada para domingo no traçado de misto de Daytona.

Confira abaixo a classificação final da prova:

Marcos Amaral

Marcos Amaral

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais