NASCAR TRUCK SERIES: BEN RHODES VENCE E É SR. DAYTONA

22 de fevereiro de 2021

j

Marcos Amaral

Sexta-feira (19/02),  foi disputada a 2ª etapa da NASCAR Truck Series, mais uma vez teremos emoções a vista, a chuva estava presente no início da corrida para abrilhantar a noite, já que a categoria é emoção pura, imaginem com chuva.

E não podia ter sido melhor para o Sr. Daytona, Ben Rhodes, que já tinha vencido na semana passada a prova no Oval e agora venceu também no misto. Mas não foi uma noite para Rhodes, largou na pole, perdeu posições no início, no primeiro segmento, terminou na 2ª posição, já no segundo segmento caiu para a 19ª posição, mas no terceiro a sorte estava do seu lado e a vitória veio.

Sem mais delongas, vamos a corrida!!

Tudo pronto, carros com pneus de chuva. Bandeira verde!!

Uma largada tranquila, sem nenhum incidente, que possa chamar a bandeira amarela, apenas uma rodada no meio do pelotão de trás, mas nada grave.

Quem começou forte foi John Hunter Memcheck, largou na 4ª posição, e assumiu a ponta já na terceira volta.  Ben Rhodes que largou na pole, caiu para a terceira posição, perdendo também para Sheldon Creed.

Após 8 voltas tivemos a primeira bandeira amarela, causada pela rodada da truck #04, que além de rodar, ficou parado na pista.

Volta 12, foi dada a relargada, para uma volta para o fim do segmento. Batalha intensa na frente, mas quem leva o primeiro estágio é a truck #4 de John Hunter Nemechek, seguido de Ben Rhodes, Chandler Smith, Brett Moffitt e Ryan Truex, fechando o primeiro segmento.

Devido a pista molhada o primeiro segmento foi bem tranquilo, algumas rodadas, que não precisaram de intervenção da bandeira amarela, como citado acima e somente na volta 8 que foi acionada. Como parou a chuva, a pista começou a secar, e alguns pilotos procuravam o piso molhado, pois houve um desgaste excessivo do pneu de chuva na pista seca. 

Antes da relargada, todos foram para os pits, mas voltaram com pneus de chuva.

Volta 14, relargada para o segundo segmento.

A briga foi mais intensa pela primeira posição, e ainda na primeira volta do segundo segmento, Sheldon Creed assumiu a ponta, deixando Nemechek na segunda posição. No pelotão do meio a briga por posições era intensa. 

Na quarta volta o líder Creed, foi ultrapassar um retardatário e acabou sendo tocado, mas conseguiu  manter a primeira posição.

Na volta 17 Nemechek acabou escapando e perdeu duas posições, para Zane Smith e Raphael Lessard, caindo para a quarta posição.

Volta 20, Nemechek recupera a segunda posição. Restando 4 voltas para o fim do seguimento as posições eram as seguintes: Creed, Nemechek, Lessard, Smith e Kaz Grala, fechando o Top 5.

Na volta 22, a truck #4 de Nemechek, começou a ficar lenta pela pista, sem combustivel e ficou parado na pista chamando a bandeira amarela. Erro grave da equipe, na estratégia de paradas.

Fim do segundo segmento com bandeira amarela, Raphael Lessard foi o  vencedor, seguido de Kaz Grala, Zane Smith, Austin Wayne Sel e Todd Gilliland fechou o Top 5.

Volta 26, todos fazendo suas paradas, a maioria já com pneus slick.

Vamos para o último segmento, restando 19 voltas para a bandeirada final.

Bandeira verde, para a relargada do último segmento, foi bem mais disputada, pois a pista já está mais seca. 

Terceira volta do terceiro segmento, Creed assume a primeira posição, seguido de Riley Herbst, Stewart Friesen Matt Crafton e Chandler Smith.

No pelotão de trás as brigas já estão mais acirradas, Matt Crafton que vinha na quarta posição, começa a despencar nas posições, provavelmente voltou com pneu de chuva.

Volta 30 nova bandeira amarela, causada pelos pilotos Ryan Truex com a frente destruída e Carson Hocevar parado na saída do pits, com a truck destruída. Na mesma volta o pneu da truck #25, estourou.

Restando 8 voltas para o fim da corrida, a bandeiras amarelas mais uma vez foi acionada, Zane Smith, fez uma manobra para subir a frente de seus concorrentes, mas calculou mal e acabou tocando na Truck #54 e achou o muro, fim de corrida para ele. 

Restando 3 voltas para o fim, Creed liderava e nova bandeira amarela, desta vez as Truck’s, #75 e #15, se tocaram na parte mista do circuito, uma batida relativamente forte, mas os pilotos nada sofreram, mas ambas a trucks ficaram bem amassadas.

Nova relargada, Rhodes assumiu a ponta, mas, restando duas voltas para o fim, nova bandeira amarela, desta vez as truck’s #22 e # se acharam e acabaram batendo.

Vamos para a última relargada e última volta da corrida, Creed e Rhodes lado a lado, mas Rhodes conseguiu a liderança e consegue se manter à frente, até a linha de chegada.

“Inacreditável, eu nem tenho palavras para isso”, disse Rhodes depois de descer da truck. “Eu nem sei o que dizer, isso é tão legal.

Só tenho de agradecer à minha equipe. O Bombardier Tundra foi rápido o dia todo. A ThorSport Racing me deu uma truck que deu conta desse ano e fomos rápidos. Rich (Lushes) é um chefe de equipe muito bom. É bom fazer dupla com ele e todos os caras da minha equipe. Estou simplesmente emocionado. Eu não sei o que dizer. Estive nas nuvens durante toda a semana, então está acima disso. Estou tão feliz. ”

“Nunca foi divertido ser o primeiro perdedor”, disse Creed. “Mas meus rapazes trouxeram uma truck rápida e eu senti que estávamos no topo da estratégia indo para slicks cedo. Cara, fui atropelado por um retardatário e não nos prejudicou, e cheguei à liderança, economizando combustível e depois trabalhei para voltar à liderança e fui empurrado para fora na relargada, apenas fazendo tudo que eu pude lá. Queria que pudesse ter ficado verde. ”

A próxima corrida da NASCAR Camping World Truck Series será em 5 de março no Las Vegas Motor Speedway.

Até Las Vegas, façam suas apostas.

Confira abaixo o resultado oficial da prova:

Fotos NASCAR

Marcos Amaral

Marcos Amaral

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais