Escute a rádio Planeta Velocidade!

NASCAR: Vitoria do Clash cai no colo de Kyle Busch

10 de fevereiro de 2021

j

Colaboradores Planeta Velocidade

Nesta terça tivemos a abertura do ano da Nascar com o Clash at Daytona. O evento foi disputado no traçado misto pela primeira vez desde a criação do Clash. A prova foi repleta de ação provando que os competidores da categoria também saber proporcionar entretenimento virando para a direita. E para começar o ano com pé direito tivemos a vitória do Kyle Busch nº 18, tomando a P1 na reta do tri-oval na última volta.

Colaboração: Leonardo Vieira
Instagran: @vieiraleozinho
Foto Nasrcar Oficial

Momentos Importantes da Corrida:

Volta 1 – Na largada a surpresa foi todos os carros passarem ilesos, sendo a curva 1 mais difícil do traçado.

Volta 3 – Harvick passa pela areia deixada na pista por outros pilotos, perde controle carro e acaba girando

Volta 11 – O líder Blaney perde a frenagem no reinicio na curva 1, sai do traçado e atinge Truex ao voltar para pista. Enquanto mais atrás Harvick se embola com outros carros e acaba saindo da pista

Volta 19 – O líder Kurt Busch perde a frenagem na reinicio na curva 1, assim como Blaney, acaba saindo do traçado e volta para pista na última posição

Volta 22 – Cole Custer perde potencial, carro pega fogo e acaba dando adeus à prova

Volta 27 – O líder Martin Truex Jr passa pela chicane carregando muita velocidade, mas acaba passando por cima da areia na pista, perdendo o controle e batendo de frente com muro.

Volta 34 – Blaney, com pneus novos, ultrapassa Elliot, com pneus antigos, e vira líder da prova.

Volta 35 e ultima – Blaney faz um traçado muito conservador e acaba errando, permitindo que Elliot se aproxime. Com isso, Elliot vai para tudo ou nada e acaba fazendo contato com Blaney, levando o piloto da Penske direto para o muro. Na confusão, Elliot perde velocidade e Kyle Busch aparece para tomar a P1 no tri-oval. Consagrando-se campeão do Clash.

Destaques:

Truex Jr.: Melhor carro e performance do evento. Apesar de não ter terminado a corrida, Truex começou a corrida na 18ª posição e logo foi escalando o pelotão, chegando a liderança. Durante a bandeira amarela de competição o piloto acabou perdendo a P1  por cortar a chicane e teve que recomeçar a prova na ultima posição. Mas, devido ao seu excelente carro, Truex novamente escalou o pelotão retomando a P1. Infelizmente, para o piloto, acabou batendo o carro na volta 27.

Blaney: Apesar do erro na volta 11, o pole position do evento se manteve no topo do pelotão. O carro nº12 só ficava atrás do Truex em performance. Com a eliminação de Truex e a vantagem dos seus pneus novos em relação a Elliot, Blaney logo se tornou o favorito, mas sua ultima volta foi conservadora demais, dando a Elliot a chance para atacar o que resultou no acidente da última volta.

Elliot: O piloto do carro nº 9 não teve um inicio e meio de corrida muito bom, mas no ultimo terço da corrida não pode parar nos pits pois estava sem jogo de pneus. Isso acabou se tornando positivo por que acabou levando Chase para a liderança. Seus pneus gastos obrigou o piloto a ser mais agressivo, essa que causou o acidente com Blaney.

Ky Busch: Apesar de não ter tido uma corrida do nível os três acima, Buschinho se manteve no top 5 por maior parte da corrida e atacou nas ultimas voltas conseguindo a P3. Com a acidente envolvendo os carros de nº9 e de nº12, Kyle se manteve perto o suficiente para tomar a liderança da última curva da última volta conquistando a vitória.

A corrida foi uma excelente amostra do que estar por vir, pois a temporada atual terá sete eventos de circuito misto. Truex e Elliot ainda são os melhores nesse tipo de prova, mas a vantagem dos dois está menor. O Clash foi um bom evento tanto para os velhos fãs quanto para os que assistiram pela primeira vez. Agora os olhos se voltam para a prova mais importante do ano, a Daytona 500. Hoje, quarta-feira, dia 10 de fevereiro, teremos o treino qualificatório, que define a primeira fileira da prova de domingo. Já na quinta teremos os Duels, que define o resto do pelotão da prova. É só o começo da provável melhor temporada da história da Nascar.

Colaboradores Planeta Velocidade

Colaboradores Planeta Velocidade

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais