Escute a rádio Planeta Velocidade!

NASCAR XFINITY SERIES: CAMPEÃO DE 2020, AUSTIN CINDRIC COMEÇA COM O PÈ DIREITO

16 de fevereiro de 2021

j

Marcos Amaral

No sábado (13/02), foi disputada a primeira etapa da temporada 2021 da NASCAR Xfinity Series no Daytona International Speedway, e não podia ter sido melhor para Austin Cindric, campeão de 2021, após uma batalha com Brett Moffitt e Harrison Burton, após na prorrogação.

Photo by Brian Lawdermilk/Getty Images

“Que corrida incrível” comentou o Piloto da Penske, e no domingo ele ainda correu na CUP Series, “O Mustang estava realmente rápido. Esforço inacreditável de todos na Equipe Penske.

Obviamente, saí com muita força ganhando aquele campeonato ano passado, mas nada está garantido e continuo trabalhando muito. Parabéns ao meu homem, (observador) Coleman (Pressley) no telhado. Ele se esforça tanto ou mais quanto eu. Estou orgulhoso dele e tentaremos fazer isso de novo amanhã, eu acho.”, finalizou Cindric.

A segunda posição foi a melhor da carreira para Moffitt, já  que em Talladega ele ficou com a quinta posição no ano passado. 

“Uma vez que o 22 (Cindric) ficasse na frente, toda vez que eu chegasse a um carro, eu o empurrava mais para frente”, disse Moffitt, que perseguiu Cindric na prorrogação após assumir o segundo lugar de Burton, que ficou com a terceira posição.

Photo by Jared C. Tilton/Getty Images

Jeb Burton, primo de Harrison, chegou em quarto lugar, apesar de ter sofrido pequenas avarias em seu Chevrolet #10, em um acidente de três carros que causou a nona bandeira amarela na volta 114 de 120 voltas programadas.

AJ Allmendinger foi o quinto, seguido por Brandon Brown, Myatt Snider, Brandon Gdovic (primeiro top 10 da carreira), Daniel Hemric e Jason White.

Com 15 voltas para o fim, o contato entre os carros Joe Gibbs Racing de Ty Dillon e Daniel Hemric reescreveu a história da corrida. Dillon subiu na pista entre os carros, mas quando ele tentou completar uma passagem sobre Hemric, ele tocou no Toyota #18 de Hemric e girou, causando um acidente de reação em cadeia que eliminou um vários carros, que eram potenciais vencedores de corridas e prováveis ​​candidatos ao campeonato.

Foram destruídos os carros JR Motorsports de Justin Allgaier e Josh Berry e o nº 11 Kaulig Racing Chevrolet de Justin Haley, que tentava vencer sua quarta corrida consecutiva de superspeedway da Série Xfinity – uma conquista que apenas Dale Earnhardt Jr. havia alcançado anteriormente.

Photo by Jared C. Tilton/Getty Images

“O 18 (Hemric) me acertou com tanta força na traseira esquerda que me levou até a pista”, disse Dillon, que está competindo na Série Xfinity depois de quatro temporadas completas no nível da NASCAR Cup.

Allgaier viu de forma diferente. “Ele destruiu todo o grid”, disse Allgaier. “Ele teve que fazer uma declaração … Infelizmente, os caras estavam tentando fazer jogadas – veteranos que deveriam saber mais – e tomando decisões erradas”.

Na volta 75, nove voltas após um reinício para começar a fase final, a janela do box se abriu e o inferno começou na Curva 4, enquanto Cindric diminuía a velocidade na frente de um grupo de carros que se dirigia para a entrada dos boxes. Michael Annett rodou no meio do pelotão causando um acidente de nove carros que destruiu o Chevrolet nº 1 de Annett e o companheiro de equipe nº 9 da JR Motorsports Noah Gragson.

Photo by Brian Lawdermilk/Getty Images

Os carros de Bayley Currey, Gray Gaulding e Colby Howard também sofreram danos no final da corrida.

“Eu me machuquei vindo para o pit”, disse Annett. “Eu acenei para eles 10 vezes.”

O vencedor do Estágio 1, Brandon Jones, viu sua sorte mudar drasticamente ao chegar à bandeira quadriculada para encerrar o Estágio 2. Jones com seu  Toyota da Joe Gibbs Racing #19, vinha pela por fora, buscando mais velocidade perto do muro, mas quando ele foi descer, na tentativa de bloqueio em Myatt Snider veio ambos acabaram se tocando, Jones acabou escapando, e deslizou pela grama encharcada pela chuva no início do dia, Jones disparou de volta para a pista e bateu de frente no muro. O Camaro de Cody Ware colidiu com o carro de Jones em alta velocidade, e o Toyota rodando atropelou o Chevrolet de Alex Labbe. Todos os três carros foram destruídos e a NASCAR acionou a bandeira vermelha para limpar os destroços da pista.

Apenas 22 dos 40 carros que começaram a corrida chegaram ao fim. A próxima corrida da Série Xfinity está agendada para 20 de fevereiro no misto de Daytona.

Confira no link abaixo, o resultado oficial da prova:

Marcos Amaral

Marcos Amaral

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais