NASCAR Xfinity Series – Chase Briscoe vence no Kansas e é o primeiro finalista da Xfinity.

18 de outubro de 2020

j

Alex Leonello Teixeira

Pouco depois que as equipes da Truck Series deixaram a pista do oval de 1,5 milha do Kansas, no dia 17/10, chegou a vez das feras da Xfinity Series, segunda principal categoria da NASCAR, fazerem seus shows.

Foto Chris Graythen | Getty Images

Revisão Francisco Brasil
Foto destaque Chris Graythen | Getty Images

Esta etapa seria mais uma válida pela fase dos playoffs do campeonato, e caso um dos finalistas a conquistasse, estaria automaticamente classificado para a grande decisão em Phoenix.

Ainda sem treinos e de acordo com as novas regras de classificação da NASCAR, a posição de honra no grid de largada desta prova ficou por conta de Austin Cindric.

Estágio 1 – 45 voltas

Já na largada Noah Gragson pula na frente, mas a prova é interrompida no giro 11, depois de problemas com o piloto Matt Mills.

Na relargada, os pilotos avançam e chegam a fazer um 4-wide, com Ross Chastain vindo para a ponta e seu companheiro de equipe, Justin Haley conquistando várias posições.

Mas o ímpeto de alguns era grande e um toque entre Noah Gragson e Austin Cindric gera um forte acidente que provoca o abandono do piloto do carro 9 e arruína a prova do Mustang 22.

Foto Jamie Squire | Getty Images

Com a prova retomada, Chastain é superado por Chase Briscoe na volta 21 e este passa a ser o novo ponteiro.

Nem mesmo um toque no muro por parte de Daniel Hemric, no giro 33, foi capaz de gerar uma nova intervenção.

Desta forma, sem ser superado, Chase Briscoe recebe na frente a bandeira quadriculada verde e branca que lhe dava a vitória do primeiro segmento da prova, na volta 45.

Estágio 2 – 45 voltas

Já no reinicio da prova, Ray Black Jr acerta a traseira do carro de Jeffrey Earnhardt e acionam a bandeira amarela.

Com a retomada da ação, a prova se estabiliza e Chase Briscoe sustenta bem o seu posicionamento de pista para cruza na frente a linha de meta para vencer o segundo estágio da competição, no giro 90.

Estágio Final – 107 voltas

Depois que o pano verde foi agitado para dar início ao último trecho de prova, Briscoe saiu rápido e, andando pela parte de cima da pista abriu vários segundos de vantagem sobre os demais competidores.

Photo by Jamie Squire/Getty Images

Restando pouco mais de 50 voltas para o final, as paradas começam a acontecer sob bandeira verde e Ryan Sieg se mantém na pista para tornar-se o novo líder.

Na volta 155, Josh Reaume provoca mais uma intervenção, e os pilotos que ainda estavam na pista aproveitaram a oportunidade buscar os boxes.

A corrida é retomada com Briscoe novamente na ponta, mas a cautela teve que ser acionada novamente devido a rodada de Harrison Burton na volta 168.

Os ponteiros voltam para os boxes, enquanto Sieg fica novamente na pista para liderar na relargada.

Photo by Jamie Squire/Getty Images

Mas, como bandeira amarela chama bandeira amarela, um enrosco começa com Justin Allgaier, e Anthony Alfredo é jogado contra o muro externo e atingido fortemente por Riley Herbst.

A bandeira vermelha é acionada e a apreensão toma conta de todos perante a imagem do carro de Alfredo de cabeça para baixo. Mas já com o carro na posição correta, o piloto sai por seus próprios meios, gerando alívio.

Pouco depois da relargada, Chase Briscoe escala posições e recupera a ponta para abrir boa vantagem sobre os demais.

Com apenas 9 voltas restantes é a vez de Myatt Snider causar nova intervenção, na qual alguns pilotos, inclusive Ryan Sieg, buscam os pits.

Na relargada, Briscoe sustenta a ponta e abre diferença confortável.

Assim, varrendo a prova, Chase Briscoe recebe na frente a bandeira quadriculada que lhe dava a vitória da etapa do Kansas, a nona deste ano e, de quebra, garantiu a sua classificação para a grande final.

Chase Briscoe terá a chance de disputar seu primeiro título da NASCAR Xfinity Series no Phoenix Raceway. Foto Jamie Squire | Getty Images

Na segunda colocação atingiu a meta Daniel Hemric e, fechando o top 3, completou a prova Ryan Sieg.

Com este resultado, a classificação dos playoffs é a seguinte:

1 – Chase Briscoe – 3.120 (garantido por vitória para a final);
2 – Justin Allgaier – 3.068 pontos;
3 – Brandon Jones – 3.063 pontos;
4 – Austin Cindric – 3.059 pontos;
5 – Justin Halley – 3.057 pontos;
6 – Ross Chastain – 3.047 pontos;
7 – Rian Sieg – 3.042 pontos;
8 – Noah Gragson – 3.026 pontos.

Opinião Alex Leonello

Uma disputa precipitada de posições colocou Austin Cindric e Noah Gragson em uma situação muito perigosa nos playoffs.

Faltou paciência para ambos que, por sua vez, por conta de seus próprios atos, estavam de fora da disputa ainda no início dela.

Não se ganha uma prova nas primeiras voltas, mas é fato que se pode perdê-la nelas.

Contudo, o maior destaque desta prova foi mesmo a atuação de Chase Briscoe que, com um grande equipamento e guiando de forma muito madura, obteve nada menos do que 9 vitórias durante todo o ano e, de quebra, garantiu desde já sua participação na grande final da categoria.

É admirável o grande avançado técnico conquistado por Briscoe nesta temporada, o que o tornou um grande piloto apto para participar do campeonato da Cup Series.

Briscoe merece o título da temporada e, na pista, sobrando, já deu seu jeito de estar na final, independentemente dos resultados das duas próximas etapas no Texas e em Martinsville.

A Xfinity vai pegar fogo!

Opinião Francisco Brasil

Que a vitória de Briscoe foi dominante, ninguém duvida. Mas temos que olhar no top 10 da prova dois nomes que, apesar de não terem, ainda, um equipamento forte, fizeram bonito.

Ainda na adrenalina da Truck, Austin Hill e Brett Moffitt brilharam também na Xfinity. Hill chegou em quinto com o Supra da mesma equipe em que compete na truck, assim como Moffitt foi sétimo no Camaro #02, acumulando sete top 10 na temporada, um ótimo resultado para a pequena equipe.

Isso mostra que, apesar do trio de ferro (Cole Custer, Cristopher Bell e Tyler Reddick) ter saído da categoria, as forças estão se renovando e a disputa vai ficar cada vez mais acirrada.

A próxima etapa da Xfinity Series ocorrerá no dia 24/10, no oval de 1,5 milha do Texas.

Até lá!

Alex Leonello Teixeira

Alex Leonello Teixeira

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais