Escute a rádio Planeta Velocidade!

Truck Series: Nemechek supera Kyle Busch (de novo) e fatura Richmond

17 de abril de 2021

j

Francisco Brasil

Já com vaga garantida nos playoffs, John Hunter Nemechek fatura mais uma e se torna favorito ao título.

A NASCAR Truck Series desembarca no Richmond Raceway, na Virgínia, para mais uma etapa do campeonato. Com a pole nas mãos de Ben Rhodes, os 40 pilotos foram em busca da classificação para os playoffs. Kyle Busch voltou a se apresentar pela Truck, na Tundra #51 de sua equipe, partindo da 12° posição, enquanto Nemechek partiu de 18° na pista de 0,75 milhas.

https://twitter.com/i/status/1383483889302138887

Estágio 1 – Enfinger supera Nemechek

Na largada, Rhodes mantém a ponta e supera fácil Austin Hill, então segundo colocado, deixando para Grant Enfinger a missão de atacar o líder. E logo na sequência, o piloto do #98 supera seu companheiro de equipe.

Mais atrás, com apenas duas voltas, Busch já estava dentro do top 10, e na volta 24 já figurava entre os 5 primeiros. Acompanhando a evolução do patrão, Nemechek já era sexto no mesmo momento.

O segmento se desenvolve tranquilamente, até que na volta 40 Ryan Truex começa a soltar fumaça de sua Silverado #40, indo para o pit cinco voltas depois com problemas no diferencial.

Na volta seguinte vemos Kyle em segundo, sempre acompanhado de Nemechek que ultrapassa o #51 na volta 57.

E sem muitas ações no fim, Grant Enfinger vence o primeiro estágio, com Nemechek, Busch, Rhodes e Austin Hill fechando os cinco primeiros.

Estágio 2 – Nemechek vence e convence

Os pilotos vão para a primeira rodada de pit stops e Kyle Busch sai à frente dos outros, ao passo que Stewart Friesen é punido por excesso de velocidade. Outro que tem problemas é Matt Crafton, que volta aos boxes para ajustes na suspensão, após terminar em 14° depois de largar na quarta posição.

A relargada acontece na volta 80 com Busch mantendo a liderança, seguido de Enfinger após intensa briga com Nemechek, até que no giro 85 temos a primeira bandeira amarela por incidente: Tate Fogleman se toca com Halie Deegan e bate no muro, tendo até um princípio de incêndio em sua truck #12. Fogleman fica revoltado e faz sinais – nada amistosos – para a piloto do #1.

A verde volta na 99 ainda sob liderança de Busch, mas na volta seguinte Nemechek ataca e passa seu chefe, pouco antes da amarela ser acionada no mesmo giro devido ao entrevero entre Jennifer Jo Cobb e Disavino.

Nova relargada na volta 105 com Busch saindo muito mal, perdendo 2 posições, tanto que em 15 voltas, Nemechek já abre mais de um segundo para o segundo colocado que era Enfinger.

E com boa vantagem, John Hunter Nemechek vence o segundo estágio, com Enfinger, Rhodes, Austin Hill e Kyle Busch, que perdeu o quarto posto restando apenas 3 voltas para o fim do segmento. A surpresa foi Sam Mayer, que cruzou a linha neste segmento em 12° após largar em último.

Estágio Final – Amarela atrás de amarela

Pilotos aproveitam a bandeira amarela para fazer o pit stop – Foto: NASCAR

Nova rodada de paradas nos Pits e Nemechek sai a frente de seus pares, enquanto Kyle Busch resolve fazer ajustes mais profundos e retorna apenas em nono. Outro que saiu perdendo foi Austin Hill, punido por excesso de velocidade, tendo que largar do fim do pelotão.

O segmento final começa para valer na volta 151 sob a liderança de Nemechek, seguido de Enfinger, Zane Smith e Raphael Lessard. Logo atrás deles vinha Kyle Busch em sua recuperação.

Mas apenas duas voltas depois Derek Kraus, com um pneu furado, bate no muro e chama a amarela quando vinha numa boa oitava posição. E logo na volta 159 a ação é retomada com Nemechek em primeiro, logo a frente da boa briga entre Enfinger e Lessard, com o primeiro levando a melhor.

As disputas vão se acordando, gerando até toques entre Rhodes e Busch, até que na volta 160 Chase Purdy bate forte após levar a pior num 4 wide (quando quatro pilotos estão lado a lado), chamando outra intervenção.

Relargadas em sequência

E temos a relargada com 85 voltas para o fim, mas nem se completou um giro e Jennifer Jo Cobb bate novamente. Outra relargada restando 79 voltas e Nemechek continua mantendo a liderança, enquanto Moffitt recolhe com problemas duas voltas depois. Mas a prova fica amarrada e, faltando 74 voltas, novamente Jo Cobb chama a amarela. Dessa vez foi decorrente do contato dela com Norm Benning, sendo um possível payback. Jennifer recolhe sua truck na sequência.

Outra relargada com 69 giros para o final e Nemechek mantém a ponta, deixando a segunda posso ser disputada por um intenso 3 wide, em que Rhodes leva a melhor.

Mas como diz o ditado “amarela chama amarela”, um toque entre Dawson Cram e Austin Wayne Self interrompe novamente a prova. E 6 voltas depois outra relargada, com o pelotão puxado por Nemechek e Rhodes enquanto Zane Smith perde muito espaço.

Mas, para variar, uma nova amarela é acionada restando 55 voltas, quando Codie Rohrbaugh é outra vítima de Austin Self e acaba no muro.

Nemechek insuperável

Os líderes param nos boxes e voltam com Nemechek a frente, mas 8 pilotos ficaram na pista e a liderança estava com Matt Crafton. Ao mesmo tempo, o atual campeão Sheldon Creed é punido por uma violação de segurança.

Na relargada a ponta é assumida por Chandler Smith – que também não havia parado, na Tundra #18 da equipe de Kyle Busch. Crafton ainda “se acha” com seu companheiro Johnny Sauter e perde espaço. Com isso, o segundo lugar está com o jovem Tyler Ankrum.

Mas, quando Nemechek já voltava ao top 5, Wright leva um toque de Dawson Cram e bate forte no muro, acionando outra amarela quando restavam apenas 37 voltas para terminar.

Outra verde é agitada na volta 222 ainda com Chandler Smith em primeiro, seguido de Ankrum. Mas em apenas 3 voltas já temos Nemechek e Busch em segundo e terceiro, respectivamente.

E realmente o dia era de Nemechek, pois restando apenas 16 giros para a quadriculada, o piloto do #4 assume a liderança e traz consigo o patrão Kyle Busch. Chandler Smith ainda perde o terceiro posto na volta 242 para Ankrum, com direito a toque.

Assim, John Hunter Nemechek vence pela segunda vez na temporada e assume a liderança do campeonato, já com vaga garantida para os playoffs. Kyle Busch, Tyler Ankrum, Chandler Smith e Johnny Sauter completam os 5 primeiros. Matt Crafton, que arriscou muito, acabou apenas em 18°.

A próxima etapa será dia 1° de maio, no Kansas Speedway. Nos encontramos lá!

Francisco Brasil

Francisco Brasil

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais