Escute a rádio Planeta Velocidade!

Novos BMW: o X da questão

10 de junho de 2021

j

Derek Mayer

Já chegando na fase conhecida como meia idade, os modelos X3 e X4 da BMW receberam uma bem vinda atualização e chegam ao mercado em um momento onde os SUV estão cada vez mais tomando as ruas.

BMW

Esteticamente as mudanças não foram tão grandes, onde talvez a maior delas seja a imensa grade dianteira que a marca agora está levando a todos os seus modelos – é um estilo controverso, com adeptos e críticos ao redor do mundo, mas não é novidade nesta indústria, haja visto que a Audi foi quem inaugurou esta “moda”.

De um modo geral o formado de ambos modelos não mudou, mas as mudanças no design foram grandes, porém a maior de todas as mexidas se deu em seus interiores.

Nos dois modelos os faróis (que são de LED), grade, para-choques dianteiro e traseiro mudaram, com o X3 recebendo também novas lanternas traseiras.

No inteiro os dois modelos receberam o console central da série 4, onde no meio do painel é ostentado uma enorme tela de 10,3”, tendo como opcional uma 12,3” e neste sentido a BMW deu uma grande cartada para estes dois modelos: o volume de itens de série aumentou generosamente, o que reduziu em muito a oferta de opcionais.

Já debaixo do capô a empresa tem cada vez mais adentrado na era elétrica dos carros, oferecendo dois motores em linha, sendo um de quatro e outro de seis cilindros, com o primeiro recebendo suporte de um sistema elétrico de 48V.

 Tanto X3, como X4 são oferecidos com motorizações a gasolina e a diesel conforme versões abaixo:

 Gasolina

xDrive20i – motor quatro cilindros 2.0L de 184 cv e 300 Nm de torque
xDrive30i – motor quatro cilindros 2.0L de 245 cv e 350 Nm de torque (mesmo bloco do modelo)
M40i – motor seis cilindros 3.0L de 360 cv e 500 Nm de torque

Diesel

xDrive20d – motor quatro cilindros 2.0L de 190 cv e 400 Nm de torque
xDrive30d – motor seis cilindros 3.0L de 286 cv e 650 Nm de torque
M40d – motor seis cilindros 3.0L de 340 cv e 700 Nm de torque

Complementa a oferta de motorizações uma variante híbrida plug-in que acrescenta um motor elétrico que adiciona mais 109 cv ao modelo (da versão xDrive20i), perfazendo-se 292 cv de potência com 420 Nm de torque.

Salvo as versões M40i e M40d, todos os demais modelos são oferecidos com tração integral e câmbio automático de oito velocidades, onde para as duas primeiras versões a caixa de velocidades é a Steptronic Sport.

Além das versões standard, a BMW apresentou também as variantes mais apimentadas, X3 M Competition e X4 M Competition, que compartilham o motor S58, um seis cilindros em linha de 3.0L biturbo, que agora desenvolve 510 cv, com 650 Nm de torque.

BMW

Nesta versão M Competition a velocidade é limitada eletronicamente a 250 Km/h, mas com a adição do pacote M Driver ‘s Package, essa limitação sobe para 285 Km/h. Em qualquer um dos casos, ambos modelos vão de 0 a 100 Km/h em apenas 3s8.

Na Europa as versões mais civilizadas do X3 e do X4 devem chegar no início do verão e as versões desenvolvidas pela M Power em agosto – não foram divulgados seus preços ainda e nem tão pouco quando a nova linha deve desembarcar no Brasil.

Fotos Divulgação/BMW

Derek Mayer

Derek Mayer

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais