Escute a rádio Planeta Velocidade!

Surge o novo RP20, a nova arma da Racing Point para a temporada.

17 de fevereiro de 2020

j

Editores Planeta Velocidade

Antes da histórica temporada de 70 anos da Fórmula 1, a Racing Point F1 Team tem o prazer de anunciar uma expansão de sua parceria de longa data com o especialista austríaco em tecnologia da água, BWT – Best Water Technology.

Cortesia BWT Racing Point F1 Team

Tendo virado a cabeça com o primeiro carro cor-de-rosa da Fórmula 1 em 2017 e construindo três temporadas de sucesso como Patrocinador Principal, a BWT e a Racing Point expandiram seu relacionamento para que a equipe seja conhecida como “Equipe BWT Racing Point F1”.

Como apresentado aos meios de comunicação e convidados reunidos hoje na casa da BWT em Mondsee, na Áustria, o uniforme rosa da equipe – um favorito firme entre os fãs de corrida em todo o mundo – permanecerá, com a marca BWT sendo ainda mais proeminente no novo carro da equipe, o RP20.

Um tributo apropriado

Cortesia BWT Racing Point F1 Team

Situada nas margens cênicas do lago Mondsee, a sede austríaca da BWT forneceu o cenário perfeito para o anúncio de uma colaboração construída sobre o avanço tecnológico e a sustentabilidade.

Os pilotos de corrida Lance Stroll e Sergio Perez se juntaram ao CEO e ao chefe da equipe, Otmar Szafnauer, e ao diretor esportivo Andy Stevenson, já que a parceria foi formalmente lançada antes dos testes de pré-temporada em Barcelona no final desta semana.

Cortesia BWT Racing Point F1 Team

Otmar Szafnauer, CEO e diretor da equipe da BWT Racing Point F1 Team:

“Nós somos um pouco egoístas e temos como objetivo pontuar mais que nossos concorrentes. E para atingir o que colocamos como meta deste ano, precisamos deixar os pilotos com condições de terminar todas as provas na zona de pontos. Já fizemos isso no passado”.

Szafnauer aproveitou a oportunidade para falar sobre a imprevisibilidade da categoria em forma de uma alfinetada: “Em algumas vezes, na primeira volta não sabemos o que vai acontecer. O Grosjean ainda tá correndo, ele pode te atingir. Mas, pelo menos, se tivermos o potencial para colocar os dois pilotos na zona de pontos, vamos atingir nosso objetivo”. Provocativo não?

Cortesia BWT Racing Point F1 Team

Sergio Perez: “A competição será muito dura, mas tenho certeza que podemos lutar. Tivemos uma segunda metade da temporada bem forte, e não vejo motivos para não começarmos fortes em Melbourne neste ano”, disse ao site ‘Racefans.net’.

“Eu espero que seja a melhor temporada da história da Fórmula 1, que eu bata todos os outros anos em termos de resultados. Este será o nosso objetivo na temporada”, completou.

Cortesia BWT Racing Point F1 Team

Opinião Francisco Brasil

Mais um carro comprovando a tendência de bicos e sidepods mais estreitos. A Racing Point, desde a época que se chamava Force Índia, têm demonstrado que consegue otimizar seu orçamento com carros honestos, que podem não ser o supra sumo da categoria, mas claramente são competitivos, ainda mais se considerarmos que seu investimento é um dos menores na F1.

E falando de dinheiro, sentimos falta da Sport Pesa, que era parceira da equipe ano passado (até no nome), sendo essa a verdadeira explicação para o aumento do rosa na pintura. Mais uma equipe que sofre o baque de diminuição de receita? Vamos saber realmente no início da última temporada da Racing Point, que novamente mudará de nome e seguirá em 2021 como Aston Martin Racing.

Foto destaque Cortesia BWT Racing Point F1 Team

Editores Planeta Velocidade

Editores Planeta Velocidade

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais