Turismo – TCR South America é anunciada e promete agitar o automobilismo no continente

2 de junho de 2020

j

Sandra Automusas

TCR

Com início para 2021, nova categoria deve injetar ânimo ao esporte a motor na América do Sul.

Revisão Lorenzo Francez
Foto destaque southamerica.tcr-series.com

Nesta terça-feira, 02/06, foi apresentada em coletiva de imprensa virtual a mais recente categoria de Turismo, a TCR South América

O novo certame traz para Brasil, Argentina, Chile e Uruguai uma formulação que já vem fazendo sucesso no FIA WTCR, que é a copa mundial de carros de turismo.

Moldada para ser uma competição de custo mais baixo, o TCR South America torna-se mais boa uma opção para pilotos e equipes crescerem no cenário internacional.

Equilíbrio na competição

Um dos preceitos da categoria é o equilíbrio. O BOP (Balance Of Performance) visa colocar todos os competidores no mesmo nível de desempenho, tornando fundamentais a perícia dos pilotos e a perspicácia dos engenheiros para tirar melhor proveito.

O conceito TCR foi lançado em 2015, com seus pilares sendo o baixo custo e uma plataforma mundialmente reconhecida, sendo aprovada em diversos campeonatos regionais e mundiais, se transformando na principal plataforma para corridas de carros do dia a dia especialmente preparados, as chamadas Customer Racings.

Montadoras parceiras

O formato da TCR já alcançou a marca de 1000 carros vendidos às equipes em todos os cantos do mundo. Com 14 marcas representadas, a categoria se torna uma vitrine para as montadoras.

Alguns exemplos são Audi, Volkswagen, Fiat e Hyundai, que estão presentes tanto nas divisões regionais quanto no próprio WTCR.

Os carros

Essas marcas atualmente são representadas por modelos hatchback e sedã, como Audi RS3, VW Golf e Hyundai I30, por exemplo.

Mas não para por aí, pois as fabricantes podem incluir seus modelos (dentro das especificações regulamentadas) de acordo com a região em que competir, o que abre oportunidade para que um modelo semelhante ao que você tem na garagem esteja sendo representado nas pistas.

Pacote técnico

Por serem baseados em carros de rua, os modelos utilizados na TCR são equiparados pelo regulamento técnico, que segue a seguinte receita:

A competição – TCR South América

A TCR South America está programada para iniciar em abril de 2021, sendo composta de 8 rodadas duplas em quatro países.

As corridas serão distribuídas da seguinte forma: 3 rodadas duplas na Argentina, 3 no Brasil, 1 no Chile e uma no Uruguai.

As pistas e datas ainda serão definidas juntamente com os promotores da categoria, com apoio das confederações do continente, para que a nova competição não entre em conflito com demais categorias, como Stock Car no Brasil e TC2000 na Argentina.

Formato do evento

Cada rodada será composta de dois treinos livres com duração de 30 minutos cada, treino classificatório e duas corridas de 35 minutos.

A primeira corrida terá o grid invertido entre os 10 primeiros do treino classificatório, e a segunda seguindo a ordem do Qualy, assim como já acontece no WTCR.

Além disso, testes pré temporada estão previstos para acontecer em fevereiro de 2021.

Equipes e Pilotos

As conversas estão em andamento com bastante procura de equipes e pilotos, como confirmado pelo promotor da categoria no Brasil, Maurício Slaviero. Mas até o momento nada confirmado entre os brasileiros.

Cada equipe inscrita poderá ter até 4 carros. O custo estimado é de 125.000 dólares para carro por temporada.

A princípio, uma equipe chilena já estaria confirmada para correr com o modelo Hyundai I30.

Impressões da TCR South América

Estavam presentes na coletiva os pilotos do WTCR Esteban Guerreiro e Ernesto Bebi Girolamo, ambos da Argentina, e Augusto Farfus, brasileiro que saiu do DTM para a ingressar nos carros de turismo. Os pilotos mostraram interesse na categoria, já que é uma oportunidade de alavancar o automobilismo do continente.

Foto: Hyundai Motorspot

Farfus comentou: “Eu conheci um pouco melhor o TCR ano passado (2019) pelo campeonato mundial, e fiquei muito impressionado com toda a estrutura e, de certa maneira, com a simplicidade do campeonato, dos carros e o sucesso que o campeonato tem mundo à fora”. E complementa: “Eu acho que a plataforma é perfeita para o Brasil e para a América do Sul”.

O piloto brasileiro também demonstrou interesse pela nova categoria: “Espero acompanhar de perto o campeonato sul-americano e, quem sabe, até competir”, comentou Farfus.

Cobertura e transmissão da TCR South América

Os promotores da TCR já tem em sua programação a realização de, pelo menos, 5 temporadas, com ampla cobertura e transmissão pela TV. Aqui o Brasil, ainda não se tem uma definição de onde assistir a nova categoria, mas o Planeta Velocidade estará acompanhando de perto toda a evolução da TCR, então fiquem atentos ao nosso site para mais informações.

Agradecemos ao Luis Ferrari pelo convite para a coletiva.

Sandra Automusas

Sandra Automusas

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais