Cascavel de Ouro: Wanderson Freitas encara jornada dupla com novo parceiro

26 de outubro de 2020

j

Assessorias de Imprensa

Um dos mais tradicionais eventos do automobilismo nacional será realizado no próximo final de semana no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel. A Cascavel de Ouro vai reunir pilotos de diversas partes do país na disputa de mais de R$100 mil em premiações. O piloto mineiro Wanderson Freitas está se preparando para uma jornada dupla que vai exigir preparo físico e concentração.

O novo formato do evento apresenta a disputa de duas provas – a Cascavel de Ouro, com três horas de duração e carros fabricados a partir de 2017; e a Cascavel de Prata, com duas horas de duração e carros fabricados entre 1997 e 2017. Wanderson Freitas já definiu que irá disputar as duas provas, com o apoio da Takao Brasil, Contagem Motorpeças, Bastos Juntas, KS Kolbenschmidt, Ric Válvulas, Sintech do Brasil, Roltens, Netcarpeças.com, AFP Performance e Cyclo.

“Vai ser um desafio e tanto, especialmente por encarar a Cascavel de Prata sozinho e com um carro que há muito tempo não guio. Mas tenho a certeza que será muito prazeroso e competitivo”, destacou o piloto que vai disputar a corrida do sábado com um Gol ‘Bolinha’ ajustado pela Stumpf Preparações.

Para a Cascavel de Ouro, a novidade está no novo parceiro para as três horas de prova. Esta semana, Wanderson Freitas anunciou o paulista Lamartine Pinotti como dupla. Ambos competem na Classe Super do Turismo Nacional.

“O Lamartine é um excelente piloto, que tem uma tocada constante, tendo um bom ritmo de prova e preservando o equipamento, o que é fundamental para uma prova como a Cascavel de Ouro”, destacou Freitas, que teria o irmão Leandro como parceiro, mas por questões familiares optou em não participar da edição deste ano.

Fotos Vanderley Soares

Assessorias de Imprensa

Assessorias de Imprensa

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais