Escute a rádio Planeta Velocidade!

F1 – Verstappen supera o caos vence e em Ímola, Hamilton bate e chega em segundo

Neste domingo ocorreu o GP da Emilia-Romagna no tradicional circuito de Ímola, e a expectativa de uma grande disputa pela vitória foi apimentada pela chuva que resolveu dar às caras uma hora antes da largada. Com isso o GP ganhou contornos caóticos, com várias rodadas, escapadas, acidentes, intervenções do carro de segurança e até bandeira vermelha! Verstappen superou tudo isso e ainda aproveitou uma escapada de Hamilton no meio da prova para vencer sua 11ª corrida da carreira e se consolidar na briga pelo campeonato! Hamilton mesmo com todos os problemas que enfrentou, ainda conseguiu chegar em segundo lugar, seguido pelo piloto do dia Lando Norris que mostrou muita maturidade para conquistar o segundo pódio da sua carreira. Veja a seguir como foi o maluco GP da Emilia-Romagna.

Como foi a corrida?

Antes mesmo da largada, o dia já estava muito movimentado por conta da chuva. Alonso, por exemplo, escapou da pista e chegou a bater na barreira de pneus na volta de instalação e formação do grid de largada, uma amostra da pista escorregadia que aguardava os pilotos. Outro que já enfrentava problemas era Lance Stroll, que tinha uma de suas rodas traseiras com o freio travado. Vettel também com problema largaria dos boxes.

Na volta de apresentação mais problemas, agora com Charles Leclerc que escapou na curva Acqua Mineralli, mas conseguiu voltar à pista sem problemas. Parecia até o Prost com a Ferrari em 1991 escapando antes da Rivazza!

É dada a largada. Mas já tem confusão!

Largada para o GP da Emilia-Romagna. Reprodução Twitter F1

As luzes se apagam e Verstappen larga melhor que Hamilton e Perez para conquistar a primeira colocação! Na disputa, Hamilton foi forçado a subir sobre as zebras e chegou a quebrar alguns elementos de sua asa dianteira, mas seguiu firme na pista. No final da primeira volta, entretanto, Verstappen já colocava mais de 3 segundos de diferença para o hepta-campeão. Enquanto isso, um pouco mais atrás, Perez que vinha em terceiro até errar na Acqua Mineralli e perder a posição para Leclerc. Logo após, Nicholas Latifi também acaba escapando na mesma curva e, na volta para a pista, acaba se enroscando com Nikita Mazepin da Haas e bate forte. Nada aconteceu com o piloto, mas foi fim de prova para o canadense da Williams. Safety-car na pista!

Schumacher bate durante Safety-car! Reprodução Twitter F1

Durante a intervenção do carro de segurança, os pilotos tentavam manter os pneus aquecidos e, com isso, alguns incidentes ocorreram como a batida de Mick Schumacher em plena reta dos boxes, enquanto fazia o zigue-zague tradicional para aquecimento da borracha. Também tivemos o incidente com Sergio Perez que acabou causando uma penalização do mexicano pois, no momento em que escapou da pista na curva Piratella, ele não poderia voltar e ultrapassar os carros que ficaram a sua frente, uma vez que, pelo regulamento, não podem haver ultrapassagens durante bandeira amarela. Os dois carros que passaram por ele só o fizeram por conta da escapada do piloto da Red Bull da pista e isso não caracteriza ultrapassagem. Levou um drive-through de 10 segundos.

Luz verde e muita água da pista!

Na volta 7 a corrida recomeçou e Verstappen manteve a primeira posição, novamente abrindo uma boa diferença para Hamilton que vem em segundo. A corrida então se mostrou muito divertida e movimentada nesta parte inicial, com muitas mudanças no pelotão intermediário onde se aproveitavam das condições difíceis da pista para tentar ultrapassagens. Gasly nesse momento era o piloto que mais sofria, pois somente ele, Ocon, Schumacher e Mazepin tinham pneus para chuva pesada, e com isso o francês da Alpha Tauri começou a perder muitas posições por conta dessa escolha errada da equipe.

Muitas disputas no início da prova! Reprodução Twitter F1

Após 10 voltas as condições da pista começaram a melhorar um pouco, mas nada que pudesse garantir aos pilotos total segurança para arriscar com os seus carros. Prova disso, por exemplo, foi Carlos Sainz que escapou da pista na Tosa, conseguindo voltar à pista. Mas levou um alerta da equipe que pedia para ele ser mais cuidadoso com a forma que estava fazendo as tomadas de curvas. Várias pequenas escapadas ocorreram durante as 20 voltas iniciais, mas nenhum piloto acabou abandonando a corrida por conta destes incidentes.

Na volta 18, Lando Norris pediu pelo rádio que a equipe McLaren organize uma troca de posições entre ele e Riccardo, quando estão em quinto e sexto, respectivamente, na corrida. Norris afirma que poderia ser muito mais rápido caso a troca fosse feita. Duas voltas depois a troca de posições ocorreu e a manobra se mostrou acertada, com Norris colocando uma diferença grande já nas voltas iniciais sobre seu companheiro.

Ricciardo e Norris trocam de posições. Ordem de equipe em Imola! Reprodução Twitter F1

Volta 22 e Vettel se tornou o primeiro piloto na pista a arriscar com os pneus para pista seca e, apesar de ter dificuldades nas voltas iniciais, logo a troca de mostrou acertada. A pista já tinha um trilho seco definido e, com isso, as trocas para os compostos de pista seca começaram a ocorrer, conforme os pilotos faziam suas paradas.

Hamilton comete erro! Bottas e Russell batem!

Verstappen então parou na volta 28, enquanto Hamilton parou na volta 29. Entretanto, a Red Bull trabalhou melhor que a Mercedes e o holandês voltou quase 6 segundos à frente do inglês. Um pouco depois, muito tráfego de retardatários esperavam os ponteiros e Verstappen teve muita dificuldade no começo para negociar as ultrapassagens, permitindo a Hamilton uma aproximação muito rápida. Na curva Tosa, porém, o inglês da Mercedes acabou se atrapalhando ao ultrapassar um dos retardatários e escapou da pista, perdendo muito tempo para voltar a corrida.

Hamilton escapa na Tosa! Reprodução Twitter F1

Mas como todo campeão tem sorte, algo aconteceu para ajudar Hamilton. Em uma disputa forte pela nona posição, Bottas – que fazia uma corrida muito discreta – sofria uma forte pressão de George Russell, que vinha com o DRS aberto para ultrapassá-lo. Para tentar se defender, Bottas acabou deixando somente o espaço necessário para o inglês da Williams, que acabou passando por cima da grama, rodou e bateu no carro do finlandês, causando um forte acidente e o abandono dos dois da corrida. Russel inclusive chegou a ir ao carro de Bottas para tirar satisfações, porém nada demais ocorreu.

A prova então foi interrompida para limpeza e reparos causados pelo forte acidente.

O forte acidente entre Bottas e Russell. Reprodução Twitter F1

Lá vem a relargada e quase que Max dança!

Aproximadamente 20 minutos depois a direção inicia os procedimentos para a relargada e os carros são liberados para a pista. Hamilton – que havia escapado da pista – chegou a levar uma volta de Verstappen enquanto precisou ir para os boxes para troca de sua asa dianteira. Mas a direção de prova o liberou, assim como os pilotos que estavam uma volta atrás, para descontar essa diferença permitindo assim que todos estivessem na mesma volta do líder. A sorte estava ao lado de Lewis.

Durante a volta antes da relargada um grande susto para Verstappen! Ele escapou na primeira perna da Rivazza, mas conseguiu se manter na pista sem perder sua posição.  Na relargada, o holandês mantém a primeira posição, enquanto Norris parte para cima de Leclerc para conquistar a segunda colocação da corrida! Enquanto isso, um pouco mais atrás, Tsunoda escapa na Tamburello por conta dos pneus frios e cai para o final do pelotão.

Hamilton voando baixo!

Na volta 38 Perez, que vinha na quarta posição, acaba perdendo o controle do seu carro na curva Villeneuve e perde muitas posições, voltando somente na 14ª posição. Uma pena para o mexicano que tinha expectativa inclusive de lutar pela vitória em Ímola. Enquanto isso, Hamilton, que relargou na 8ª posição, vem voando baixo e fazendo ultrapassagens em busca de minimizar o prejuízo por conta da escapada de pista que sofreu.

A partir da volta 52 um grande pega entre Norris, Leclerc e Hamilton – que acabara de passar por Sainz – pela segunda posição, enquanto Verstappen já vai mais de 16 segundos à frente dessa disputa e segue tranquilo rumo a vitória. Hamilton então vê em Leclerc um piloto combativo na disputa pelo terceiro lugar, mas com a ajuda do DRS conquista a terceira posição e parte para cima do pupilo inglês Lando Norris da McLaren.

Disputa inglesa em Ímola! Reprodução Twitter F1

Norris também se mostrou um adversário muito duro, mas também muito maduro na disputa com Hamilton, segurando a pressão do 7 vezes campeão do mundo por algumas voltas. Porém, o piloto da McLaren começou a reclamar no rádio que tinha problemas com a embreagem do carro e isso estava fazendo perder o torque necessário nas saídas de curva. Na volta 60 na reta dos boxes, Norris não pode fazer frente a Mercedes e perdeu a posição para Hamilton que, mais uma vez com ajuda do DRS, conquista a segunda posição, mas distante 20 segundos de Verstappen.

E desta forma Verstappen venceu o caótico GP da Emilia-Romagna, com Hamilton na segunda colocação, seguido pelo excelente Lando Norris, que completou a corrida na terceira colocação e alcançou seu segundo pódio na carreira. Hamilton chegou a fazer a melhor volta da corrida, o que garantiu ao inglês o topo da tabela de pontos no campeonato de pilotos. É a primeira vitória da Honda em Imola desde a vitória de Senna em 1991!

Verstappen vence GP da Emilia-Romagna! Reprodução Twitter F1

Leclerc chegou em quarto, seguido por Carlos Sainz em quinto, Ricciardo em sexto, Stroll em sétimo, Gasly em oitavo, Raikkonen conquistando os primeiros pontos do ano para a Alfa Romeo em nono, assim como Ocon que conquistou o primeiro ponto da Alpine chegando em 10º lugar.

Norris recebeu o prêmio de piloto do dia, o que o deixou muito mais feliz com tudo o que aconteceu. O inglês fez uma excelente prova e mereceu essa posição. Hamilton também se mostrou feliz, uma vez que agora vê em Verstappen um competidor feroz pelo título deste ano.

Resultados finais do GP da Emilia-Romagna 2021. Reprodução Twitter F1

A Fórmula 1 agora irá para Portugal, no excelente circuito de Portimão, para a realização da terceira etapa do ano. Nos vemos lá!

Renato Moraes

Renato Moraes

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais