Escute a rádio Planeta Velocidade!

WEC Portimão: com certeza a primeira de muitas provas

8 de junho de 2021

j

Derek Mayer

Neste final de semana teremos as 8 Horas de Portimão, sendo esta a primeira vez que o WEC, o Campeonato Mundial de Endurance visita o país e, se o bom prognóstico que o circuito tem apresentado nas demais modalidades se confirmar, este pode ser o primeiro de muitos eventos da categoria no país.

Na verdade, tem tudo para não ser única esta corrida do WEC, pois o ELMS, o campeonato europeu de endurance já compete em Portugal e em sua grande maioria, os times têm elogiado o traçado de 4.653 metros, que é recheado de boas retas, curvas de alta e de baixa velocidade, além de boas subidas e descidas que ajudam a dar mais emoção à corrida.

Esta corrida também marcará a presença da Toyota na centésima corrida do campeonato, que mudou de nome algumas vezes, mas permanece como o único campeonato de resistência mundial – o time nipônico estreou em 1983 nos 1000 Km de Fuji, Japão, com o protótipo 83C e de lá para cá, até a última vitória em Spa-Francorchamps neste ano à bordo GR010 Hybrid, foram 99 corridas de muitas conquistas e crescimento do time sediado em Colônia, Alemanha (apesar de japonesa, a sede da divisão esportiva da Toyota não fica localizada no Japão).

WEC

A pista belga foi o palco da abertura da temporada, que inaugurou a era LMh da competição, onde os já tradicionais carros da classe LMP1, em operação desde as 24 Horas de Le Mans de 2004, foram substituídos por esta nova tecnologia, que veio para unificar os carros da classe de topo do WEC com as do IMSA, o campeonato norte-americano da modalidade.

Mas, voltando a falar das 8 Horas de Portimão, esta prova também marcará a entrada da Scuderia Cameron Glickenhaus no campeonato, com o tão aguardado Glickenhaus 007 LMH, carro projetado e construído inteiramente pelo time americano, cuja tripulação será composta por Ryan Briscoe, Romain Dumas e Richard Westbrook, um verdadeiro dream team.

Ao todo estão inscritos 33 carros para a prova do WEC, sendo 4 da classe LMh; 11 da classe LMP1; 4 da LMGTE Pro e 13 da LMGTE Am.

Em quatro destes carros teremos brasileiros competindo, com André Negrão no carro #36 da Alpine (A480-Gibson classe LMh); Daniel Serra na Ferrari 488 GTE Evo #52 da AF Corse (LMGTE Pro); Augusto Farfus e Marcos Gomes no carro #98 do time de fábrica da Aston Martin e Felipe Fraga no carro #33 da TF Sport, ambos Aston Martin Vantage AMR da classe LMGTE Am.

Dos cinco pilotos acima, Negrão, Serra e Fraga estiveram no pódio na abertura da temporada, o que nos mostra boas chances de bons resultados na prova deste final de semana, que deve ser bastante emocionante, pois sua extensão de oito horas de duração permite um alto volume de reviravoltas na corrida, além, claro, dos nossos pilotos serem bastante gabaritados para o feito.

WEC

Os treinos livres começam na próxima sexta-feira e diferente do modus operandi  que a competição vinha apresentando com provas no sábado, desta vez a corrida acontecerá no domingo, com os treinos classificatórios sendo realizados no sábado.

Em suma, há motivos suficientes para não perdermos esta prova, duvida?

Fotos Divulgação/WEC

Derek Mayer

Derek Mayer

Período

Categorias

Siga nossas redes sociais